Já assistiu a Homem-Aranha: De Volta ao Lar? Então confira se sacou os melhores easter eggs e referências do filme! A nova aventura do Cabeça de Teia está cheia de detalhes surpreendentes que os maiores fãs não vão querer perder.

Homem-Aranha dos anos 60

Logo na abertura do filme, ouvimos uma versão instrumental dos desenhos animados do Homem-Aranha de 1960. É impossível sentir logo vontade de acompanhar a música cantando baixinho “Homem-Aranha, Homem-Aranha, Aí vem o Homem-Aranha…”

Nunca esqueçam a Batalha de Nova York

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

O primeiro filme dos Vingadores deixou um legado tremendo em todo os que se seguiram mas em Volta ao Lar, a Batalha de Nova York é especialmente significativa.

Tudo o que sobrou da invasão Chitauri é o ponto de partida para Adrian Toomes criar um mercado negro de armas elaboradas com o que restou dos alienígenas.

Mas a influência dos filmes anteriores vai além do primeiro Vingadores. Ao longo de Homem-Aranha: De Volta ao Lar, assistimos a armas e equipamento criado a partir de clones de Ultron e dos Elfos Negros de Thor: O Mundo Sombrio.

Uma nova visão da Guerra Civil

Capitão América: Guerra Civil

Peter Parker é um jovem de 15 anos entusiasmado por fazer parte deste universo de super-heróis? E o que faria qualquer garoto no seu lugar? Filmaria ou fotografaria tudo o que pudesse para registrar estes momentos únicos.

E é exatamente isso que Peter faz. Em Volta ao Lar temos acesso ao seu ponto de vista da sua participação em Capitão América: Guerra Civil – e é francamente divertido. Esta é também uma referência à sua clássica profissão de repórter fotográfico nos quadrinhos, onde Peter Parker trabalhava sob as ordens de J. Jonah Jameson.

As consequências da Guerra Civil também se fazem sentir ao longo de todo o filme. Desde um professor ensinando a turma sobre os Acordos de Sokovia até um outro professor mostrando os vídeos educativos do Capitão América e se referindo a ele como “tenho quase a certeza que ele agora é um criminoso de guerra.”

Família Morita

Comando Selvagem

O ator Kenneth Choi retorna para interpretar mais um membro da família Morita. Após ter dado vida a Jim Morita do Comando Selvagem em Capitão América: O Primeiro Vingador, Choi retorna agora para ser o seu próprio neto.

Em Volta ao Lar, o seu personagem é o diretor da escola onde Peter estuda e existe uma referência ao seu papel anterior. No escritório do direitor Morita está uma fotografia a preto e branco do seu avô soldado, junto a medalhas militares.

Sam Raimi não foi esquecido

Homem-Aranha e Mary Jane

O diretor da primeira saga cinematográfica do Cabeça de Teia não foi esquecido. Dois momentos icônicos do primeiro filme de Sam Raimi foram referidos nessa nova adaptação.

Ned, o melhor amigo de Peter, fala com ele sobre o que faria se virasse o Homem-Aranha e diz que a primeira coisa que faria era ir para um o terraço de um edifício alto e dispararia teia. Os fãs do filme de 2002 estarão lembrados dessa cena em que Tobey Maguire faz exatamente o que Ned diz.

A outra referência chega quando Peter está pendurado de cabeça para baixo e frente a Liz no elevador, após ter salvado a vida dela. Nessa situação, Karen (a inteligência artificial do traje) diz a Peter para beijar Liz – uma referência à cena icônica de MJ e Peter se beijando à chuva.

Star Wars em todo o lado

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Agora que a Disney tem os direitos da LucasFilm, as referências a Star Wars estão em todo o lado. Mas qual é o fã que não gostava de ter aquela Estrela da Morte LEGO que Ned fez o favor de deixar cair?

Miles Morales

Miles Morales

Em uma cena hilária em que Homem-Aranha tenta intimidar Aaron Davis, o Gatuno, ficamos a saber que ele tem um sobrinho em Queens. Os fãs dos quadrinhos saltam imediatamente das cadeiras com essa referência óbvia a Miles Morales, que é o Homem-Aranha do Universo Ultimate.

O carro de Davis tem ainda a placa UCS-M01, um easter egg do HQ onde Miles foi apresentado: Ultimate Comics Spider-Man 01. Estas referências indicam que tanto Davis como Morales vão estar presentes em futuros filmes do Aranha.

Curtindo a Vida Adoidado

Curtindo a Vida Adoidado

Peter bem tenta ser um adolescente normal e ir a festas, especialmente se tiver sido convidado pelo seu crush, Liz. Mas uma explosão chama a atenção do herói e ele é obrigado a enfrentar as responsabilidades como só ele pode fazer.

Mas ninguém disse que seus poderes seriam fáceis de usar nos subúrbios onde não existem arranha-céus. E é em uma cena hilária em que Peter é obrigado a correr através de várias casas, destruindo muito em seu redor, que recria uma cena muito semelhante de Curtindo a Vida Adoidado.

Peter passa até em frente a uma televisão onde o filme está sendo emitido. O diretor Jon Watts fez questão de referir que se inspirou nesse filme e em outros de John Hughes para criar o tom adolescente de Volta ao Lar.

MJ…?

Michelle

Quando já ninguém pensava duas vezes sobre a identidade da personagem de Zendaya, temos uma última cena em que é revelado que Jones é o último nome de Michelle. Para complicar ainda mais as coisas, Michelle diz que seus amigos a chamam de “MJ”.

Sabemos que Michelle Jones não é mesmo Mary Jane Watson, o amor icônico de Peter Parker. Mas o fato dela se chamar MJ deixa no ar a possibilidade dela ser uma reinvenção da personagem.

O livro de Michelle

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Durante a aula de ginástica, Michelle prefere ler um livro do autor William Somerset Maugham chamado Servidão Humana. O livro retrata a história de um garoto que virou órfão e vive com seu tio e sua esposa… Curioso, lembra alguém bem famoso não é mesmo?

O cinto de Thor

Thor

Happy Hogan tenta dizer o nome do cinto mágico de Thor mas nós também não conseguimos pronunciar. Por favor tente: Megingjörð. Conseguiu dizer?

Este poderoso cinto é faz com que Thor fique ainda mais forte e poderoso, sendo um elemento indispensável do seu visual clássico. Com a chegada de Thanos em Vingadores: Guerra Infinita, é bom que o deus asgardiano tenha todo o poder que conseguir achar.

O Escorpião

Escorpião

Mac Gargan, o vilão Escorpião, é interpretado no filme por Michael Mando mas sua participação é bem curta. Tudo indica que ele terá um papel maior nos próximos filmes do Aranha, especialmente depois de deixar um aviso a Abutre na cena pós-créditos.

Gargan diz a Toomes que tem amigos no exterior da prisão que gostariam de encontrar Homem-Aranha. Será essa uma referência ao grupo de vilões clássico conhecidos como Sexteto Sinistro?

Mark Bagley esteve aqui

Mark Bagley

Nas cenas de Nova York vemos várias paredes com graffiti e um nome assina a maioria delas: Bagley. Essa é uma referência a Mark Bagley, um dos artistas de quadrinhos que mais desenhou Homem-Aranha, especialmente durante os anos 90.

Igreja Coreana de Asgard

Igreja Coreana de Asgard

Quando Peter e sua tia May vão jantar a um restaurante tailandês, vemos um negócio ao lado com grandes palavras em coreano. Embora difícil de entender para quem desconhece a língua, em baixo é possível ler "Korean Church of Asgard", inglês para "Igreja Coreana de Asgard".

Esse é um detalhe muito mais interessante do que se possa imaginar. Há várias centenas de anos, as populações do norte da Europa veneravam deuses como Odin, Thor ou Loki. Essas divindades se transformaram em lendas e histórias em que ninguém acreditava como nos tempos de outrora.

Em meados do século XX, a Marvel se inspirou na mitologia nórdica para criar heróis e vilões como Thor e Loki e transformou Asgard no reino dos deuses. Segundo o Universo Cinematográfico Marvel, estes heróis e vilões de Asgard são alienígenas cientificamente muito mais avançados que os humanos, e foram eles que inspiraram as divindades veneradas de antigamente.

Depois da Batalha de Nova York, as pessoas da Terra voltaram a acreditar em Thor e a temer Loki, completando o ciclo da crença. Com o surgimento de uma Igreja Coreana de Asgard, isso significa que não só existe uma fé renascida em esses deuses, como devem existir outras igrejas de outras nacionalidades dedicadas a eles.

Veneno / Venom

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Em uma sequência divertida de perguntas insanas de Ned a Peter, o amigo pergunta se ele consegue cuspir veneno. Em inglês, Ned diz “venom” e não acreditamos que isso tenha sido uma escolha inocente de palavras. Afinal, Venom é um dos maiores inimigos da história do Teioso, e com um filme já sendo planejado (com Tom Hardy no papel), isto não parece ter sido uma coincidência.

Ned pergunta ainda se Peter consegue convocar um exército de aranhas, em uma referência a um dos melhores poderes do Homem-Formiga.

Aranha de Ferro

Homem-Aranha

No final de Volta ao Lar, Peter toma a decisão responsável de voltar à sua vida e não se transformar em Vingador. Com essa escolha, ele se afasta da possibilidade de vestir um traje incrível que Tony Stark fez para ele.

Com tons dourados e um vermelho vivo, este visual lembrou muitos fãs do infame traje que Stark deu a Homem-Aranha durante a Guerra Civil nos quadrinhos. Será que voltaremos a ver esse traje em Guerra Infinita?

O que esconde a voz de Karen?

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

A voz do traje de Peter é da atriz Jennifer Connelly, que já interpretou Betty Ross no filme Hulk de 2003. Mas o maior easter egg não é esse.

Connelly é casada com Paul Bettany, o ator que deu a voz a J.A.R.V.I.S. e se transformou em Visão durante Era de Ultron. Um casamento, duas vozes, duas inteligências artificias da Marvel. Será que Karen também se vai transformar em uma super-heroína sintezóide como Visão?

Homenagem a Steve Ditko

Steve Ditko

Em uma das cenas mais dramáticas do filme, Homem-Aranha está preso debaixo dos destroços causados por Abutre. Esta é uma homenagem a uma capa e quadrinhos famosos do herói, desenhados pelo lendário Steve Ditko.

Em The Amazing Spider-Man #33, Peter Parker fica igualmente aprisionado debaixo de ruínas e tem de reunir toda sua força para sair dessa situação. Na HQ, ele precisa achar uma cura para a tia May a tempo de a salvar, no filme ele tem de impedir que Abutre roube o material perigoso de Stark.

As semelhanças visuais com o estilo de Ditko não se ficam por aqui. Nessa mesma cena, Peter vê seu reflexo na água mas com metade do rosto com a máscara de Homem-Aranha. Esse é um easter egg para o famoso “Sentido Aranha” que Ditko desenhava como o reflexo que Peter viu: metade rosto normal, metade como Homem-Aranha.

O cameo de Stan Lee

Stan Lee

Stan Lee tem sua aparição em Volta ao Lar para criticar Peter Parker. O pobre herói entende tarde demais que confundiu um homem honesto com um ladrão, mas já é tarde demais e todos os vizinhos vêm ver o que se está passando.

Stan Lee é um desses vizinhos que ameaça Peter e ainda tem tempo para falar com outra vizinha.

Capitão América fecha o filme da melhor maneira

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Naquela que é a cena pós-créditos mais inesperada da história da Marvel, Steve Rogers aparece para dar uma lição ao público que esperou até o fim de todos os nomes rolarem. E que ensina ele? Uma lição sobre paciência.

Com o mesmo estilo dos vídeos educativos mostrados durante o filme, Capitão América parece quebrar a quarta parede e fala diretamente com o público: “Oi, estou aqui para falar com você sobre paciência… Às vezes parece que não vale a pena. Você pensa porque esperou tanto tempo por algo tão desapontante...”

Parabéns ao diretor Jon Watts por uma cena que brinca com as expectativas de todos e é um comentário inteligente sobre a tradição das cenas pós-créditos.