As Dora Milaje vão ganhar HQs próprias! Nada mais justo, visto que as guerreiras provavelmente já figuram entre as mulheres mais "badasses" da Marvel. Embora envolvidas em tramas com outros heróis já conhecidos, as heroínas vão lutar de forma independente, como ressaltou a autora (sim, os quadrinhos serão escritos por uma mulher!).

"Entidade independente"

Dora Milaje

Se Pantera Negra foi exemplo de representatividade, a história das Dora Milaje, as destemidas guerreiras do rei T'Challa, não poderia ser tratada de forma diferente. À frente do roteiro dos quadrinhos está Nnedi Okarafor, premiada autora estadunidense de ascendência nigeriana. Os desenhos ficam por conta de Alberto Jiménez Alburquerque e Terry Dodson.

Em entrevista à Vogue, foi a própria autora que deu mais detalhes sobre a trilogia de HQs.

"Tipicamente, quando as vemos, elas estão com T’Challa, representando e protegendo ele. Agora, vocês vão ver as Dora Milaje pela primeira vez como uma entidade independente; elas não estarão sob a sombra do trono."

E não é a primeira vez que Okorafor escreve para a Marvel. Seu primeiro trabalho com a empresa foi a HQ Pantera Negra: Longa Vida ao Rei, publicada no ano passado. Reconhecida com diferentes prêmios por seus trabalhos de ficção com temas de afro-futurismo e mitologia fantástica inspirada no folclore nigeriano, a autora não teve dificuldades para representar a África por um ponto de vista sci-fi, características marcantes de Wakanda.

"Eu gosto de escrever sobre o futuro; a África que eu sinto que pode ser e a África que vai ser, isso sempre foi minha visão. Com Wakanda, um lugar do presente, mas com uma perspectiva de futuro, não foi uma transição difícil - fez muito sentido."

As Dora Milaje como pessoas

Dora Milaje
Mostrar a complexidade das Dora Milaje, apresentá-las não apenas como as guerreiras de elite que todos já sabemos que elas são, mas também como humanas, com problemas, inseguranças e outros sentimentos. Foi esse o desafio que Okorafor aceitou.

"Eu estou interessada em um desafio, então escrever uma narrativa que não seja pesada, mas na qual eu possa desenvolver essas personagens por meio de pequenos e sutis detalhes serão meus momentos favoritos."

Embora as HQs não tenham como objetivo pontuar temas políticos atuais, colocar mulheres (e mulheres negras!) como protagonistas e heroínas segue com o importante movimento de representatividade de gênero, etnia e cultura ao qual Pantera Negra deu início, em termos de universo cinematográfico dos quadrinhos.

"Você se identifica com essas personagens, e sente que elas são reais, não apenas icônicas, mas também humanas."

Se os fãs de Pantera Negra já pediam a continuidade das histórias dos personagens da trama do herói em outras plataformas, a trilogia das Dora Milaje pode ser apenas o início.

O que esperar dos quadrinhos?

Wakanda Forever: O Incrível Homem-Aranha

A princípio, serão três HQs protagonizadas por Okoye, Ayo e Aneka. Na primeira delas, Wakanda Forever: O Incrível Homem-Aranha, as guerreiras vão para Nova York investigar uma ameaça à segurança do país (demonstrando também o desenvolvimento das relações da nação africana com outros países). Na cidade, as Dora Milaje acabam se conectando a Peter Parker.

As outras duas HQs serão Wakanda Forever: X-Men e Wakanda Forever: Vingadores. Ainda não há mais informações sobre estas edições, mas devem seguir a linha de história da primeira.

Wakanda Forever: O Incrível Homem-Aranha tem lançamento previsto para julho deste ano. As duas próximas edições devem ser lançadas entre julho e agosto.