Pantera Negra: As referências africanas que inspiraram os figurinos

Embora Wakanda seja um país africano fictício, muito dos elementos culturais que caracterizaram a nação foram inspirados em culturas africanas legítimas, em uma demonstração de respeito e visibilidade aos povos do continente.

Em sua conta no Twitter, a usuária Waris, natural da Somália, identificou algumas das principais referências que embasaram os figurinos do povo de Wakanda. A semelhança com os trajes e acessórios originais, bem como os momentos em que são usados, destaca a preocupação  e a extensa pesquisa de Ruth Carter, figurinista indicada duas vezes ao Oscar, e Hannah Beachler, designer de produção do longa. Confira abaixo.

Discos Mursi e Surma

Mursi and Surma Lip Plates. Lip plates or disks are a form of ceremonial body modification. While many cultures use them they're best known by the Surma and Mursi tribes in Ethiopia. #BlackPanther #Wakanda pic.twitter.com/gkrfA3AC70

— Waris (@diasporicblues) 17 de fevereiro de 2018

Tradução

Os pratos de lábios Mursi e Surma. Pratos ou discos de lábios são uma forma de modificação corporal para cerimônias. Várias culturas os usam, mas eles são mais conhecidos nas tribos Surma e Mursi na Etiópia.

Alguns estudiosos apontam que os pratos de argila são usados nas tribos Surma, no caso de mulheres, para resultar em um dote matrimonial, cujo valor será diretamente proporcional ao tamanho do prato usado. Já os desenhos vistos na imagem são usados pelos membros da tribo como símbolo de nobreza. É normal perceber traços que imitam os desenhos da pele de animais.

Adereço Zulu

Pantera Negra

Tradução

Adereço de cabeça Zulu. A Rainha Ramonda usa um distinto adereço de cabeça. Ele é reminiscente dos chapéus Zulu ou Isicholos. Este adereço Zulu é tradicionalmente usado por mulheres casadas em cerimônias de celebração.

De acordo com informações do Museum of Fine Arts Boston, o Isicholo está entre os muitos adereços e penteados usados pelos povos africanos como demonstração de status social, religioso e político. Atualmente, o acessório continua a fazer parte dos trajes do povo Zulu e é usado quase exclusivamente em cerimônias e competições.

O uniforme das Dora Milaje

Pantera Negra

Tradução

Muitos dos trajes têm ornamentos e detalhes únicos e futurísticos. Os trajes foram feitos baseados no estilo do povo Masai, da África Oriental, que vivem no sul do Quênia e no norte da Tanzânia.

A cor vermelha é sempre muito presente nas vestes dos Masai. São considerados povos nômades, com sobrevivência na criação de gado e grande conhecimento sobre ervas.

Máscara Igbo

Pantera Negra

Tradução

Máscara Igbo. Em uma cena, Erik Killmonger veste a máscara. As máscaras, conhecidas como Mgbedike, se caracterizam por seu grande tamanho e seus traços masculinos. Elas são usadas em rituais Igbo e são feitas para obter um contraste com as dançarinas e sua beleza feminina.

De acordo com o Art Institute Chicago, o termo "Mgbedike" significa "Hora da Máscara Corajosa". Segundo o instituto, para o povo Igbo, se mascarar é um meio importante de se comunicar com espíritos influentes, fazer cumprir a ordem e expressar o valor social.

Manta Basotho

Pantera negra

Tradução

A Manta Basotho. Em diversas cenas, W'Kabi (Daniel Kaluuya) e outros personagens aparecem usando as Mantas Basotho em volta de seus pescoços. Apesar de terem origem no povo Lesotho, esse design específico é inspirado nos moradores Sesotho.

Elemento forte da cultura Basotho e Lesotho, a manta pode ser usada de forma tradicional, com suas listras dispostas de forma vertical, simbolizando crescimento.

Argolas de Pescoço Ndebele

Pantera Negra

Tradução

Argolas de Pescoço Ndebele. Shuri e as Dora Milaje usam o famoso colar. Os povos do sul de Ndebele do Zimbábue/África do Sul usam argolas de pescoço como parte de seus tradicionais trajes e como um sinal de riqueza e status.

De acordo com informações do Kruger National Park, as argolas, também chamadas de Idzila, são normalmente utilizadas por mulheres casadas. Os maridos presenteiam suas esposas com as argolas. Quanto mais rico o marido, mais argolas a esposa usará, tornando-se também um símbolo de status social.

Otjize

Pantera Negra

Tradução

Muitos dos trajes têm um distinto tom vermelho terroso. Isso foi feito por meio do estudo das cores usadas pelo povo Himba, do norte da Namíbia. Os Himba são conhecidos por aplicarem uma pasta vermelha, conhecida como "otjize", em sua pele e em seu cabelo.

Segundo informações publicadas pela CNN, o otjize é uma pasta usada apenas pelas mulheres Himba. Muitas vezes, essa pasta contém elementos aromáticos. Enquanto muitos teriam teorias sobre o otjize ser usado para proteção da pele, o povo Himba teria confirmado que seu uso era estético.

Trajes Dogon

Pantera Negra

Tradução

Muito do figurino foi inspirado no povo Dogon. Eles vivem na região do planalto central do Mali, na África Ocidental.

Pantera Negra segue em cartaz se destacando nas bilheterias.