Teoria: Quem é o enigmático Anjo Vermelho em Star Trek Discovery?

Agora que a guerra entre a Federação e os Klingons acabou, a tripulação da USS Discovery saiu em busca da origem de uns sinais misteriosos. Estes apareceram sincronizados, espalhados por 30,000 anos luz, e causaram com que a USS Enterprise ficasse inoperacional.

A energia por detrás dos sinais e suas intenções não são claras e normalmente vêm acompanhadas por uma misteriosa figura alada vermelha.

Confira o que sabemos sobre os misteriosos sinais e qual a teoria mais provável que desvenda a identidade do Anjo Vermelho.

Atenção: contém spoilers de Star Trek: Discovery!

Spock previu os sinais

Spock

Quando ainda era uma criança, Spock sofria de pesadelos e, para os ultrapassar, ele aprendeu a os desenhar. Mas os sonhos terríveis retornaram na idade adulta, fazendo com que o vulcano desenhasse os sete sinais vermelhos dois meses antes de sua aparição no espaço.

Porém, Spock não conseguiu decifrar esses sinais e essas visões, acabando por secretamente se internar em um hospital psiquiátrico, na Base Estelar 5. Segundo Ethan Peck, o ator que representa o vulcano na série, as visões levaram a mente de Spock até um local para além da lógica e estarão ligadas não só aos sinais, mas também à misteriosa entidade alada.

Os sinais indicam quem necessita ajuda

uss Hiawatha

Os sinais são impossíveis de perceber, mas apontam para certos locais onde, por norma, alguém necessita de ajuda urgente.

O primeiro sinal levou a USS Discovery até um asteroide com os sobreviventes da USS Hiawatha, que havia caído durante a guerra Klingon. Ai, a tripulação conseguiu salvar dezenas de oficiais feridos da morte certa e do abandono.

O segundo sinal levou a Nave Estelar até Nova Éden, uma colônia humana com tecnologia rudimentar em um planeta distante, horas antes de um inverno nuclear extinguir toda a população.

E o Anjo Vermelho aparece em momentos de perigo

Michael

Michael Burnham viu a figura durante o resgate no asteroide, quando ela estava perigosamente perto da morte, e novamente em Nova Éden, quando uma granada explodiu na sua frente.

O "anjo" apareceu também aos habitantes da colônia quando eles estavam ainda na Terra, abrigados na igreja durante a destruição causada pela Terceira Guerra Mundial. Isso é comprovado pelo vídeo que sobreviveu, provando também que não se trata de uma alucinação mas de um ser verdadeiro.

No vídeo, Pike vê o misterioso Anjo Vermelho teletransportando toda a igreja e seus ocupantes para outro planeta. Esse local fica nos extremos do Quadrante Beta e demoraria á USS Discovery 150 anos a atingir se não fosse possível utilizar a tecnologia super-avançada da Unidade de Esporos.

Será o Anjo Vermelho um Iconiano?

Com base em todas essas evidências, a teoria que está rolando com mais força na internet é que a misteriosa criatura alada é, na verdade, um Iconiano. Embora esses seres não tenham aparecido na franquia antes, eles foram mencionados especialmente durante a série Jornada nas Estrelas: A Nova Geração.

A lenda dos Iconianos

data

Durante o episódio Contagion, em Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, nos é falado dessa espécie denominada por “demônios de ar e escuridão” e que possui tecnologia muito avançada até para a Frota Estelar.

Embora se acredite que os Iconianos tenham sido extintos 200,000 anos atrás por um bombardeamento orbital, Picard e sua tripulação acabam descobrindo que alguns ainda existem. Além disso, os sobreviventes têm a capacidade de viajar vastas distâncias instantaneamente, graças à sua tecnologia extremamente avançada.

Os vitrais da Salvação

vitrais

É verdade que os Iconianos nunca apareceram nas séries da franquia, mas apareceram no game Star Trek Online. E, curiosamente, a sua aparência no game é muito semelhante à dos vitrais da igreja de Nova Éden, onde os sobreviventes contam a história de como foram salvos da Terceira Guerra Mundial.

Evidências geográficas?

mapa

Além disso, durante o episódio Choose Your Pain da temporada 1 de Star Trek: Discovery, vemos um mapa tático com um planeta chamado Iconia, ocupado pelos Klingons, em uma zona chamada Iconian Space.

Como os Iconianos eram considerados um mito na época de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, será que essa referência é uma contradição no cânone de Jornada nas Estrelas ou haverá outra explicação?