Chegou até nós um novo episódio de Star Trek: Discovery e juntamente com ele também algumas marcas clássicas da franquia. Colônias em perigo, klingons violentos e criaturas misteriosas, essas são algumas das coisas que o esperam em A Faca do Talhante Não Se Preocupa Com o Balido do Cordeiro.

Conheça todas as referências do episódio!

1. A modernidade de um Replicador

replicator

No início do episódio, nós vemos uma sequência muito bonita em que Michael está replicando um uniforme. Os replicadores são uma das invenções mais interessantes do universo Star Trek, pois com essa tecnologia, você pode criar qualquer objeto a partir da matéria original, desde comida até roupa.

O único problema é que, segundo o cânone, os replicadores ainda não existiam no tempo de Star Trek: Discovery. Eles foram aperfeiçoados apenas no início de 2300, pois antes disso apenas se utilizavam sintetizadores rudimentares na criação de comida, tal como vemos na Série Original.

Podemos assumir então que o que Michael utilizou para criar seu uniforme foi apenas um sintetizador básico de roupa, mas continua sendo uma dúvida interessante.

2. Klingons devoradores de inimigos

klingons

No decorrer de várias séries da franquia, os Klingons sempre se orgulharam de comer os corações de seus inimigos. Até Worf chegou a defender essa tradição.

Em Star Trek: Discovery, Voq e L’Rell trazem esse costume de volta e o levam ainda mais longe comendo não só o coração da Capitã Georgiou, mas também o restante de seu corpo!

Fica a especulação se isso aconteceu porque a tripulação estava passando fome ou se essa tradição foi ao extremo pelo culto de T’Kuvma.

3. Origens de Corvan II

gilvos

Neste episódio, a USS Discovery corre para salvar Corvan II de um ataque klingon. Esse planeta é rico em dilithium, usado como combustível nas naves estelares, e por isso não pode ser perdido pela Federação.

Porém, essa não é a primeira vez que ouvimos falar de Corvan II. Ele foi mencionado também em Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, em um episódio em que a USS Enterprise transporta dois gilvos em perigo de extinção para um santuário, fora do planeta. Naquela época, Corvan II já era um planeta altamente industrializado, o que acabou por destruir o habitat dessas criaturas.

Agora, em Star Trek: Discovery, temos a oportunidade de saber que essa industrialização desmedida se deveu ao processo de extração de dilithium.

4. A grande Casa Kor

casa kor

De todos os klingons no universo Star Trek, apenas um deles sobreviveu desde Jornada nas Estrelas: Enterprise até Jornada nas Estrelas: Deep Space Nine. Esse personagem é Kor, um guerreiro lendário e um dos três principais antagonistas da Série Original, que acabou retornando em séries posteriores. Kor é o exemplo de tudo aquilo que os Klingons aspiram ser: nobre, corajoso, tumultuoso e leal.

Agora, em Star Trek: Discovery, vemos um dos seus familiares agindo com a tenacidade própria de um verdadeiro membro dessa Casa. Kol, da Casa Kor, chegou com mantimentos roubando assim a tripulação a Voq e o exilando nos destroços da USS Shenzou.

Será que vamos ter a oportunidade de tornar a ver Kor em Star Trek: Discovery?

5. Nariz de Tellarite

tellarite

Durante o episódio, o cientista Stamets visita a enfermaria após esmurrar sua cara contra o console da nave. Seu nariz está quebrado, mas ele não para de se mexer enquanto Culber, o médico, tenta repará-lo. Ele avisa então Stamets de que acabará parecendo um Tellarite se não parar quieto.

Os Tellarites fazem parte das raças fundadoras da Federação, mas não são nem um pouco fáceis de olhar. Felizmente, Culber conseguiu reparar o nariz quebrado do cientista!

6. Elon Musk e Zefram Cochrane: pioneiros do espaço?

zefram

Durante uma discussão com Stamets, Lorca menciona Elon Musk e Zefram Cochrane como pioneiros do voo.

Normalmente, referências ao século XXI ficam complexas, pois o universo Star Trek diverge da nossa própria história devido a eventos como a Guerra Eugênica e a Terceira Guerra Mundial, que ocorreram na franquia. O que nos leva a pensar: o que será que Elon Musk fez na sua versão alternativa no universo Star Trek?

Relativamente a Cochrane, ele é lembrado pelos fãs como o cientista do século XXI que inventa o Wrap Drive, aparecendo na Série Original e no episódio piloto de Jornada nas Estrelas: Enterprise.

7. Intuição de meio-irmão

mental link

Lorca pede a Michael que transforme um monstro em uma arma, porém seus instintos a fazem ver que a criatura na realidade não é violenta por natureza, mas apenas incompreendida.

Se esse evento lhe parece familiar é porque Spock, irmão adotivo de Burnham, deduziu algo semelhante em um episódio da Série Original. Ele acaba salvando uma colônia inteira, e também uma criatura incompreendida, após perceber que afinal não existe qualquer ameaça.