Saiba mais sobre Spock, o vulcano mais filosófico de Star Trek

Em toda a franquia Star Trek, Spock é o personagem mais popular de sempre. Representado tradicionalmente pelo ator Leonard Nimoy, o vulcano e especialmente sua saudação se tornaram em um simbolo icônico da cultura popular moderna em todos os cantos do mundo.

Confira oito fatos interessantes sobre Spock e fique sabendo mais sobre o vulcano!

1. Foi Spock quem criou a cronologia Kelvin

kelvin

O reboot de 2019 de Star Trek introduziu uma nova cronologia na franquia, com todos os personagens originais seguindo destinos diferentes e um Spock velho se encontrando com um jovem.

Basicamente Romulas, o planeta mãe dos Romulanos, ia ser destruído por uma supernova, mas Spock original tentou parar essa destruição ao criar uma singularidade no espaço/tempo. O problema é que ao o fazer, a nave de Spock e uma dos Romulanos foram sugadas por essa singularidade e ambas apareceram em diferentes pontos no passado.

Aí, a nave dos Romulanos atacou a nave estelar de George Kirk, pai do Capitão James Kirk, a USS Kelvin, e George acabou morrendo. Esse evento criou a cronologia Kelvin, pois a história foi alterada com a morte de George, a qual não ocorreu na cronologia original.

2. O vulcano quase não entrou na série original

piloto

Nos anos 60, quando Gene Roddenberry estava tentando colocar sua série Jornada nas Estrelas na telinha, a maior parte dos EUA ainda estava vivendo com uma mentalidade conservadora dos anos 50. Por isso, não é surpresa que os executivos de NBC quisessem cortar o personagem Spock da série por acharem que suas orelhas e sobrancelhas tinham um ar satânico.

Foi o produtor Oscar Katz que ajudou a convencer os restantes executivos a manter o personagem e seu aspecto. Mas apesar de aceitarem manter Spock como ele foi pensado, os responsáveis removeram o formato peculiar de suas orelhas e sobrancelhas das primeiras fotografias publicitárias da série.

3. A mãe de Spock é humana

sarek

Se você for um aficionado da franquia ou tiver seguido com atenção pelo menos a nova série Star Trek: Discovery, então já sabe que Spock é filho de um pai vulcano e de uma mãe humana. Os vulcanos são conhecidos por serem racionais e não se deixarem tentar por emoções, ao contrário dos humanos. Por isso, esses dois lados estão constantemente em conflito no jovem Spock.

Quando era criança, Spock sofria bullying de outras crianças para que mostrasse suas emoções. Mas ele acabou por tentar seguir o caminho racional da lógica e controle de emoções após decidir acabar com a vida de seu animal de estimação por estar muito ferido.

4. Foi Leonard Nimoy que criou a saudação vulcana

saudação

A agora icônica saudação vulcana apareceu pela primeira vez no primeiro episódio da segunda temporada da série original de Jornada nas Estrelas, em 1967. Separando seus dedos de forma a criar um V, é um gesto que normalmente é acompanhado pela expressão live long and prosper.

Mas essa saudação não foi criada pelo roteirista nem pelo diretores da série, mas sim por Nimoy, baseado em um gesto que este aprendeu quando era criança de um sacerdote judeu. Enquanto que os vulcanos utilizam apenas uma mão, os judeus utilizam as duas para criar um gesto que representa a letra hebraica Shin.

Entretanto a saudação vulcana se tornou tão popular na cultura popular moderna que foi utilizada até por astronautas na Estação Espacial Internacional.

5. Originalmente Spock seria marciano

marciano

Spock foi originalmente concebido como marciano. E, como Marte é o planeta vermelho, Roddenberry decidiu que o personagem teria também pele vermelha. Porém, o plano foi mudado.

Em primeiro lugar, isso podia se tornar em uma questão racial sensível. A tecnologia nos anos 60 não era como agora e a maior parte das pessoas ainda tinha televisões a preto e branco. Isso causaria com que Nimoy não aparecesse com pele vermelha, mas sim cinza escura, como se o tivessem pintado de preto.

Além disso, era muito demorado e trabalhoso pintar a pele de Nimoy com tinta todos os dias. Por isso, a produção acabou por aplicar apenas um verde amarelado muito subtil em sua pele para dar um ar extraterrestre no personagem.

Além disso, outra característica que foi deixada de parte, foi a forma como Spock se alimentaria absorvendo energia através de um prato em seu estômago em vez de comer e beber. Felizmente, um dos roteiristas conseguiu convencer Roddenberry de que isso seria má ideia.

6. Sua relação com o pai é difícil

sarek

Spock e seu pai Sarek tinham uma relação muito difícil. Além de os dois serem distantes, a decisão de Spock de se juntar à Academia da Frota Estelar acabou por romper a pequena ligação que ambos mantinham, pois Sarek queria que Spock se juntasse à Academia de Ciência Vulcana, seguindo seus passos como um astrofísico.

Como resultado da escolha de Spock, os dois não falaram durante 18 anos, até que Sarek precisou de uma transfusão de sangue do filho. A partir daí, os dois conseguiram remendar sua relação quebrada.

7. Spock adora animais

animal de estimação

No coração hibrido de Spock sempre houve um lugar especial para todo o tipo de fauna no universo. Na verdade, ele teve um animal de estimação quando era criança em Vulcano, uma criatura parecida com um urso chamada sehlat. Essa relação foi mencionado na série original e mostrada na série animada.

Spock também é conhecido por adorar os infames pingos e se opõe firmemente a tirar vidas, a não ser que as circunstâncias o obriguem. 

Tal como todos os vulcanos, Spock é também um vegetariano, o primeiro a aparecer na telinha com um papel importante em uma série. Em um dos episódios da série original, ele foi forçado a comer carne para sobreviver e deixou a famosa frase:

“Estou-me a comportar de forma desonrosa, comi carne de animal e gostei. O que se passa comigo?”

8. O seu nome completo é muito complexo para o entendimento humano

nome

O verdadeiro nome completo de Spock nunca foi revelado na telinha. No episódio This Side of Paradise da série original, quando Spock é envenenado pela flora de um planeta e suas emoções ficam soltas, Leila Kalomi pergunta qual é o seu nome. O vulcano apenas responde que este não pode ser pronunciado por humanos.

Embora o nome nunca tenha sido ouvido, foi escrito no romance Ishmael. Aqui o nome completo de Spock foi revelado como sendo S’chn T’gai Spock.