A última cena do episódio 5 de Star Trek: Discovery nos deixou com dúvidas relativamente a algo já conhecido dos fãs da franquia.

Confira nossa teoria sobre o que poderá significar!

Atenção: contém spoilers da série Star Trek: Discovery!

Quem é aquele Stamets refletido?

stamets

Quase até ao último minuto de Choose Your Pain, ficamos convencidos de que o final do episódio seria feliz. A tripulação conseguiu salvar o Capitão Lorca, Reaper foi libertado e Stamets sobreviveu à sua decisão ousada.

Porém, após uma conversa banal no banheiro com Culber, Stamets se olha no espelho e sorri. Quando ele se vira para sair do banheiro é que nós vemos que seu reflexo continua fixado no espelho. Será que isso significa que o Stamets sorrindo de volta no espelho pertence ao Universo Espelhado?

Realmente, já foi confirmado pela produção de Star Trek: Discovery que esse universo alternativo vai aparecer na nova série. Então, o que é o Universo Espelhado de Star Trek?

O Universo Espelhado na franquia

universo espelhado

O Universo Espelhado apareceu pela primeira vez na Série Original e se trata de uma dimensão paralela na qual praticamente tudo o que existe se encontra duplicado, mas de uma forma maléfica. Aí, a Frota Estelar é uma organização militar brutal, onde todo mundo age de uma forma egoísta.

Este universo alternativo apareceu também em Jornada nas Estrelas: Deep Space Nine e na prequela Jornada nas Estrelas: Enterprise.

Apesar do Universo Primário provavelmente ainda não saber da presença do Universo Espelhado durante os acontecimentos de Star Trek: Discovery, sabemos que o reverso acontece. 

No duplo episódio da série Jornada nas Estrelas: Enterprise, fica certo que uma das naves estelares da Série Original, USS Defiant, havia viajado para trás no tempo e também entre as duas dimensões.

Isto fez com que a maléfica frota estelar do Universo Espelhado acabasse tendo acesso a tecnologia avençada. Ou seja, qualquer episódio de Star Trek: Discovery em que apareça esse universo, vai ser sempre uma sequência deste episódio, em termos de cronologia.

Stamets pode ter aperfeiçoado o Spore Drive e talvez isso signifique que também saltou entre dimensões. Aguardamos por uma resposta nos próximos episódios de Star Trek: Discovery.