Tudo que você precisa saber sobre a Feiticeira Escarlate!

Feiticeira Escarlate, ou Wanda Maximoff, é uma das super-heroínas mais poderosas do universo Marvel. E sua versão no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) vem apenas confirmando isso. Apresentada apenas como personagem secundária em filmes dos Vingadores, Wanda foi crescendo e ganhando destaque, protagonizou sua própria série e divide os holofotes com o Doutor Estranho no segundo filme do mago. E, se depender de sua história nos quadrinhos, a Feiticeira Escarlate ainda vai ter muito destaque no MCU!

Vem conhecer tudo da história da personagem e entender como podemos ver isso nos cinemas.

Sua babá era uma vaca

bova

Vamos começar por uma curiosidade bem inesperada. Há muito tempo atrás, um geneticista super-avançado chamado Alto Evolucionário juntou DNA de humanos com o de animais com o intuito de criar os New Men, uma raça de criaturas antropomórficas inteligentes. Uma dessas criaturas é Bova, a mulher-vaca.

Quando Magda Lehnsherr escapou de seu marido Magneto e deu a luz aos gêmeos Wanda e Pietro nas montanhas Wundagore, a mulher-vaca Bova serviu de parteira.

A história de origem da Feiticeira Escarlate e do Mercúrio conta que Bova ficou cuidando dos bebês quando Magda fugiu e teve que deixá-los para evitar que Magneto os achasse. A babá tentou encontrar pais adotivos para as crianças que, eventualmente, foram deixadas aos cuidados da família cigana Maximoff.

Bem, pelo menos era isso que a história dos dois personagens contava antes...

Quem é seu pai?

father

Durante algum tempo, foi certo que Feiticeira Escarlate e Mercúrio eram filhos do mutante Magneto. No entanto, numa nova história de origem foi revelado que afinal Marya e Django Maximoff eram tios maternos e pais adotivos dos gêmeos, que realmente pertenciam à família Maximoff. Magneto apenas fez os jovens acreditarem que ele seria seu verdadeiro pai para conseguir ganhar sua lealdade.

Basicamente, os garotos foram raptados da Sérvia pelo Alto Evolucionário que manipulou seus cromossomos, desenvolvendo assim os seus poderes. Após fazer as experiências com eles, ele os devolveu aos pais que não sabiam o que havia acontecido com os garotos.

A reviravolta na história de origem dos irmãos, inclusive, muda por completo o que se supunha anteriormente sobre Wanda ser uma mutante nível ômega. Embora seus poderes se equivalham a tal categoria (ela é considerada a segunda personagem mais poderosa da Marvel), ela não nasceu com eles, como os mutantes.

Suas habilidades foram aprendidas

magia

A Feiticeira Escarlate, ao contrário do que muitos pensam, não nasceu com seus poderes e não recebeu todas as suas habilidades do Alto Revolucionário. Wanda "deve" o que consegue fazer a outras duas importantes influências. A primeira delas é o bruxo das trevas Chthon, um dos vilões mais populares do universo do Doutor Estranho.

Wanda foi enfeitiçada por ele quando ainda era um bebê, o que lhe proporcionou a capacidade de criar projeções psiônicas que alteram a realidade e manipulam probabilidades. Ou seja, ela consegue explodir, desfazer, partir, incendiar ou até enferrujar objetos de forma telecinética.

Suas mágicas e feitiços, por outro lado, foram ensinados a ela por uma bruxa chamada Agatha Harkness. Agatha a ensinou fundamentalmente a aumentar sua concentração, melhorar sua projeção de poderes mentais e a como controlar suas habilidades originais. Apesar de todo esse seu treino, Wanda continua não conseguindo dominar totalmente a habilidade de canalizar seus poderes.

Antes de ser uma heroína ela foi uma vilã

vilã

A Feiticeira Escarlate é uma super-heroína popular, mas tanto ela como seu irmão Mercúrio começaram sendo super-vilões. A dupla apareceu pela primeira vez em X-Men #4, em 1964, criada por Stan Lee e Jack Kirby. Os dois eram membros da Irmandade de Mutantes que era liderada por Magneto, o grande inimigo dos X-Men nas suas aventuras iniciais.

Quando Wanda era ainda uma garota, o vilão a salvou de um grupo de camponeses que estariam tentando matá-la por ser uma bruxa. A partir daí, a garota se sentiu na obrigação de apoiar Magneto em todas as suas missões.

Wanda também nutria uma grande raiva contra a humanidade em geral, porém, a falta de compaixão de Magneto por vidas inocentes era tão extrema que ela não conseguiu mais suportar. Os irmãos abandonaram a Irmandade e acabaram se juntando aos Vingadores.

E foi assim que Feiticeira Escarlate se tornou a heroína que hoje conhecemos. No entanto, seus poderes voláteis e estado emocional complexo fizeram com que ela "passeasse" entre a vida de heroína a vilã várias vezes durante sua história.

Relação com seu irmão

quicksilver

Mercúrio e Feiticeira Escarlate são irmãos gêmeos que, embora por vezes não estejam totalmente de acordo, são bastante próximos um do outro, compartilhando suas lutas e se protegendo mutuamente.

Embora não seja oficial, em uma das cronologias mais famosas do universo Marvel, os quadrinhos Ultimate, é extremamente insinuado que estas novas versões de Feiticeira Escarlate e Mercúrio estão envolvidas romanticamente em uma relação incestuosa.

Casamento com Visão e nascimento de seus filhos

visão

As capacidades de alteração da realidade de Wanda fizeram com que ela se alienasse dos outros, até que acabou encontrando companheirismo com o androide Visão.

Na verdade, Wanda e Visão são dos personagens que contam com um dos romances mais duradouros dos quadrinhos. E devido a isso eles até ganharam sua própria HQ chamada The Vision and the Scarlet Witch, que conta suas aventuras.

Mas a história do casal é repleta de perdas e sofrimento. Em determinado momento, Wanda usa seus poderes mágicos para engravidar de Visão, mas suas ações vieram com grandes repercussões. A feitiçaria que ela usou para dirigir a energia da vida para seu ventre continha, sem que ela soubesse, a essência do demônio Mefisto.

Embora ela tenha dado à luz dois gêmeos saudáveis, Tommy e Billy, Mefisto acabou criando um plano para desestabilizar o poder que Wanda tinha sob seus filhos. O vilão consegue raptar e destruir, recriando-o em seguida, mas sem acesso a suas emoções.

Para completar o triste destino da Feiticeira Escarlate, o impacto emocional de perder Visão desestabiliza os poderes de Wanda, que não consegue evitar a perda de seus filhos, que acabam tendo suas almas reabsorvidas pelo demônio.

A relação entre Visão e Feiticeira Escarlate nunca mais é a mesma e a tragédia torna Wanda ainda mais instável e volátil. A bruxa Agatha chega a lançar um feitiço para que a heroína esqueça da existência de seus filhos, mas ela acaba lembrando.

Felizmente, as almas das crianças reencarnam mais tarde em dois garotos que viriam a se tornar os jovens heróis Wiccano e Célere. Finalmente, os dois garotos e sua mãe se reencontraram.

Derrotou sozinha os Vingadores

avengers

Quando o controverso Brian Michael Bendis pegou nos quadrinhos dos Vingadores, ele quis destruir a equipe para a reconstruir em seguida do zero. No arco Vingadores: A Queda, o escritor conseguiu isso ao eliminar vários personagens em um grande número de eventos aparentemente sem ligação entre si.

Porém, quando a poeira assentou, foi revelado que todos esses conflitos haviam sido maquinações de Feiticeira Escarlate. E, embora fosse explicado em histórias posteriores que ela estaria sob a influência de outros vilões, na realidade foram seus poderes massivos que quebraram a equipe.

A heroína desencadeou tudo isso por meio de sua Magia do Caos, o que posteriormente provoca um desequilíbrio mental em Wanda, já tão abalado por tantos traumas em sua vida.

Com a morte de heróis como Homem-Formiga, Visão e Gavião Arqueiro tendo sido causadas pela Feiticeira, Doutor Estranho aparece irritado e preocupado com o extenso uso de magia sem que ele fosse notificado. Ao usar o Olho de Agamoto em Wanda, uma terrível lembrança vem à tona e a deixa catatônica.

Neste momento, Magneto "resgata" sua suposta filha e a leva para Charles Xavier ajudá-la.

Chega de Mutantes!

mutantes

Xavier não consegue ajudar muito, pois Wanda estava extremamente abalada e motivada a desfazer os estragos causados e recuperar as vidas perdidas.

Após Vingadores: A Queda, contudo, durante o arco Dinastia M, os Vingadores e os X-Men discutiram se Wanda deveria ou não ser morta para prevenir mais cataclismos devido a seus poderes instáveis. Isso deixou Mercúrio tão indignado que convenceu Wanda a alterar o mundo de forma a que os mutantes se tornassem a raça dominante.

Após uma grande batalha nessa nova realidade (na qual, inclusive, Magneto mata Mercúrio), ela é levada a reverter sua magia e, para isso, falou apenas três palavras: “Chega de Mutantes”. Apenas três palavras ilustram o quão poderosa a Feiticeira Escarlate é. Com isso, ela modificou a existência para seu estado original, mas com a diferença de que 90% dos mutantes do planeta perderam suas habilidades. Este feitiço foi tão complexo e poderoso que nem o Dr. Estranho ousou desfazê-lo.

Ela fez parte de várias equipes ao longo do tempo

lady

Embora a Feiticeira Escarlate tenha alguma dificuldade em se conectar com outros seres humanos, ela nunca teve problemas em trabalhar com outros super-heróis, ou super-vilões, em diferentes times.

Inicialmente ela era membro da Irmandade de Mutantes, mas rapidamente deixou essa equipe para se juntar aos Vingadores, acabando por se tornar em um dos membros mais importantes desse time.

Durante a sua carreira ela também fez parte da Fabulosos Vingadores, Senhoras Libertadoras, Vingadores da Costa Oeste, Defensores, Defensores Secretos e Força Tarefa.

Seus poderes

Feiticeira escarlate

Como já foi citado acima, os poderes de Wanda são:

  • Manipulação de probabilidades - Inicialmente este era seu principal poder. A partir dele, Wanda consegue criar eventos surreais, manipulando a realidade.
  • Alteração da realidade - Além de ser capaz de simular acontecimentos, a Feiticeira Escarlate consegue de fato alterar a realidade conforme desejar, mas esses são poderes que ela passa a conseguir controlar com o tempo.
  • Magia do Caos - Com essa magia, Wanda pode simplesmente ignorar as leis da Física e do Espaço-Tempo. Foi com ela também que a heroína alterou a realidade, durante a Dinastia M, e tirou os poderes de quase todos os mutantes.
  • Ressuscitação - Sim, os poderes da personagem chegam ao ponto de ela ser capaz de ressuscitar os mortos, como faz em determinado momento com seu irmão Pietro. É por meio desse poder também que ela consegue apagar seres da existência e criar outros do nada.
  • Magia Nível Ômega - Por meio dos ensinamentos da bruxa Agatha e do Doutor Estranho, Wanda passa a controlar Magia de nível Ômega, o que quer dizer que ela é capaz de: levitar, manipular mentes, teletransportar-se, gerar campos de força, provocar explosões, ter previsões, criar seres sobrenaturais, entre outras habilidades. Vale lembrar que, mesmo antes disso, ela já conseguia desviar objetos e ataques apenas com o poder de sua mente e gerar combustão espontânea.

A Feiticeira no MCU

feiticeira escarlate

Após uma briga pelos direitos da Feiticeira Escarlate e do Mercúrio, tanto a 20th Century Fox quanto a Marvel usaram os personagens em seus filmes. Em X-Men, contudo, Wanda aparece apenas bem criança. Já no MCU, a personagem e seu irmão foram apresentados sem que sua suposta origem mutante fosse citada.

Interpretada por Elizabeth Olsen, Wanda Maximoff apareceu nas telonas pela primeira vez na cena pós-créditos de Capitão América: O Soldado Invernal. Já em Vingadores: A Era de Ultron, a personagem e o irmão foram devidamente apresentados.

Como forma de substituir a aliança que, nos quadrinhos, os gêmeos tinham com Magneto, o filme os trouxe como aliados da Hidra. Após batalhas diversas, eles se unem aos Vingadores na luta final contra Ultron em Sokóvia. Mercúrio acaba sendo morto por Ultron.

A partir daí, Wanda passa a integrar o time dos Vingadores. De personagem secundária, a heroína vai passando a um dos principais heróis do grupo. Contudo, o destaque que Wanda ainda teria no MCU estava apenas começando!

O destino de Wanda no cinema

feiticeira escarlate

Assim como vemos nos quadrinhos, no cinema Wanda não tem uma vida nada fácil. Após causar um acidente em Sokóvia que deixa vários civis mortos, quando tenta salvá-los, ela carrega consigo a culpa pelo incidente. Em sua relação com Visão, a heroína encontra um pouco de paz, mas uma paz que teria fim com a chegada de Thanos.

Em Vingadores: Guerra Infinita, Wanda chega a matar Visão, a pedido dele, para impedir que Thanos obtenha a Joia da Mente. Em posse da Joia do Tempo, contudo, o titã volta ao passado alguns segundos antes de Visão morrer, apenas para pegar a Joia e matá-lo novamente. A Feiticeira Escarlate é um dos heróis a serem desintegrados na Dizimação de Thanos.

Em Vingadores: Ultimato, a personagem retorna após os Vingadores conseguirem obter todas as Joias em viagens ao passado e construírem sua própria manopla. No filme que fechou a Saga do Infinito já é possível ver uma maior demonstração do poder da personagem, que enfrenta Thanos sozinha e faz com o que o titã precise pedir ajuda.

Do cinema para a televisão

feiticeira escarlate

A primeira série Marvel-Disney+ foi justamente WandaVision. Aclamado pelos fãs, o programa abordou o arco em que Wanda lida com a morte de Visão e "tem" seus filhos gêmeos. A trama aborda maternidade, luto, depressão e a desassociação da realidade que pode vir como consequência dessas situações tão difíceis. No caso de uma pessoa tão poderosa como Wanda, as consequências disso foram ainda maiores, levando a heroína a prejudicar outras pessoas sem que tivesse consciência disso.

A série mostrou de fato o processo de Wanda se tornando a Feiticeira Escarlate, e apresentou importantes personagens. Um deles é a bruxa Agatha Harkness, que já citamos acima como uma das pessoas responsáveis por ensinar Wanda a controlar seus poderes. Embora figure como a vilã do programa, Agatha ganhará uma série própria, o que reflete a importância que a personagem ainda deve ter no MCU.

Outro nome de grande importância que revemos na série, agora já adulta, é Monica Rambeau. Filha de Maria Rambeau, melhor amiga da Capitã Marvel, Monica foi apresentada no filme Capitã Marvel ainda criança. Na série, vemos como a personagem está agora, bem como seu processo em ganhar poderes e se tornar a heroína Photon.

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

doutor estranho feiticeira escarlate

Tudo que aconteceu com Wanda na série WandaVision abriu caminho para que o MCU abordasse o arco em que a heroína acaba se tornando uma vilã. Elizabeth Olsen volta ao papel de Feiticeira Escarlate no filme Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Logo no início do filme, descobrimos que a grande vilã do filme é a Feiticeira Escarlate. Corrompida pelo uso do livro Darkhold e por todos os seus traumas e perdas, Wanda não mede esforços e nem poupa vidas para alcançar seu objetivo.

Ela acredita que seus filhos existem em outro universo. Para ficar com eles, a Feiticeira Escarlate tenta roubar o poder da jovem America Chavez, que tem a habilidade de viajar pelo multiverso. A retirada por completo do poder da garota, contudo, causará a morte da jovem. Para salvá-la e para impedir os estragos que Wanda pode vir a fazer no multiverso, o Steve Strange da Terra-616 (universo original do MCU) tenta impedi-la.

Em batalhas que envolver versões do Doutor Estranho de diferentes universos e até a apresentação dos Illuminati, testemunhamos o poder inigualável da Feiticeira Escarlate. Ao final do filme, Wanda percebe horrorizada os erros que cometeu e tenta impedir que isso se repita, destruindo o Darkhold e supostamente morrendo no processo.

Conforme já destacamos acima, porém, os arcos de histórias que abordam os filhos de Wanda, a perda da família e seu caminho como vilã antecedem o aguardado arco Dinastia M. Então é bem pouco provável que a personagem tenha morrido de fato no final do filme.

SAIBA MAIS

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura: final e cena mid-credits explicados!

Quem são os ILLUMINATI, o poderoso grupo de heróis da Marvel

Quarteto Fantástico: origem da equipe, membros, poderes e mais

Conheça America Chavez, a MISS AMERICA da Marvel

Tudo o que você sempre quis saber sobre Doutor Estranho

Equipe Editorial
O Aficionados conta com uma equipe de especialistas e entusiastas para produzir, organizar e revisar os conteúdos.