Star Trek Discovery: Conheça Boreth, o planeta sagrado dos Klingons

Neste último episódio de Star Trek: Discovery, vemos um lado diferente dos Klingons. Normalmente, essa raça é vista como agressiva e focada apenas em guerra e honra. 

Mas, em seu planeta sagrado Boreth, vemos seu lado contemplativo. O planeta é conhecido não só por ser sagrado para os Klingons, mas por também ser o local onde o seu mosteiro fica localizado.

Confira então a ligação de Boreth com os eventos de Star Trek: Discovery e o restante da franquia!

Atenção: contém spoilers da franquia Jornada nas Estrelas!

Os Cristais do Tempo

Star Trek discovery

Segundo o episódio Through the Valley of Shadows (Pelo Vale das Sombras, em tradução livre) de Star Trek: Discovery, é revelado que a história do planeta Boreth está dependente da forma como os Cristais do Tempo funcionam e a afetam.

Esses cristais serão o recurso natural principal do planeta e os Klingons teriam descoberto os seus efeitos perigosos: eles podem ser usados para manipular o movimento natural do tempo. Foi decidido, então, que os monges do mosteiro sagrado iriam proteger e guardar o material com suas vidas.

Mas em que isso se conecta com o que já se sabia do planeta sagrado?

Quebra no cânone

Worf

Em Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, no episódio Rightful Heir, o planeta foi visto pela primeira vez quando Worf sofreu uma crise de fé. Ele aterrissa no planeta sagrado exatamente no momento em que  o líder dos Klingons, a divindade Kahless, retorna. Porém, ele acaba sendo um impostor, um clone criado pelos monges.

O problema é que os Cristais do Tempo nunca são mencionados durante esse evento. Os escritores de Star Trek: Discovery explicam que isso não é uma quebra no cânone, mas Worf simplesmente não teve acesso aos monges secretos que se dedicam a guardar os cristais perigosos.

E quem é Kahless, o Klingon lendário?

Kahless, O Inesquecível

kahless

Kahless é uma figura importante na história e mitologia Klingon. Ele foi o primeiro Rei-Guerreiro e Imperador dos Klingons que conseguiu unir todas as tribos e criar as leis de honra pelas quais eles se regem e que se tornaram a base de sua cultura moderna.

Antes de morrer, Khaless prometeu voltar um dia e liderar novamente o Império. Essa lenda e profecia explica o porquê de T’Kuvma ter se proclamado uma reincarnação de Kahless, de forma a unir novamente as Grandes Casas Klingon sob seu domínio.

Como você acha que vai acabar a saga dos Cristais do Tempo em Star Trek: Discovery?

Fique por dentro:

Star Trek: Discovery | Saiba tudo sobre Pike, o novo capitão da USS Discovery.

Star Trek: Discovery | Será Control o primeiro Borg?

Star Trek: Discovery | Conheça a obscura Seção 31.