Saiba quem é M'Baku, o poderoso rival do Pantera Negra

Wakanda é um país multicultural, cuja população se distribui em várias tribos e religiões. Muitas vezes existem tensões entre essas diversas crenças, que podem ocasionar conflitos. Isso pode ser observado no personagem M'Baku, cujas crenças batem de frente com as do líder de Wakanda, o Pantera Negra.

O Culto do Gorila Branco

O culto do gorila

No país africano de Wakanda existe uma vila chamada Jibari. Lá vivia M'Baku, um dos maiores guerreiros do país, o segundo maior, perdendo apenas para uma pessoa, T'Challa, o Pantera Negra. O guerreiro M'Baku era um homem enorme, forte e muito orgulhoso que odiava o Pantera Negra, e conspirava para removê-lo do trono e Wakanda.

Seu ódio por T'Challa era ia muito além de simples inveja, era motivado por sua cultura. A vila Jibari era o último reduto do Culto do Gorila Branco em Wakanda, uma religião que cultua o deus gorila, rival do deus cultuado pelo Pantera Negra. Durante a Segunda Guerra Mundial, cultistas do gorila branco apoiaram uma invasão nazista a Wakanda, e isso fez com que o Pantera Negra da época proibisse o culto do gorila branco no país. Após esse incidente, o culto do pantera negra se tornou a principal religião de Wakanda. 

Desafiando o Pantera

Desafio

Aproveitando-se das recorrentes viagens internacionais do Pantera Negra para ajudar os Vingadores, M'Baku deu início ao seu plano. Ele caçou um dos raríssimos gorilas brancos de Wakanda e realizou um antigo ritual de sua religião. Comeu da carne do gorila e se banhou no seu sangue, assim adquiriu poderes sobrenaturais.

M'Baku não concordava com o desenvolvimento tecnológico que Wakanda estava passando. Dizia que isso ia contra a cultura de seu povo e que deveriam voltar aos costumes antigos, retornar Wakanda para uma sociedade baseada na caça e na guerra. Por isso, assim que o Pantera Negra retornou para Wakanda, M'Baku o desafiou para um duelo pelo direito de governar o país.

A luta foi acirrada, mas por fim M'Baku se sobressaiu e derrotou o Pantera Negra (T'Challa tinha sido drogado antes do combate). Entretanto, ao tentar derrubar sobre o Pantera Negra um totem no qual o herói fora amarrado, fez apenas com que a estátua desmoronasse sobre si mesmo, morrendo no processo. Seu corpo foi retirado dos escombros em segredo pelo chefe tribal N'Gamo, que o ressuscitou depois. 

Revanche em Nova York

Revanche

De volta à vida, M'Baku desistiu de seus ideais politico-culturais para com Wakanda e passou a focar em pura e simples vingança contra Pantera Negra. Seguiu o herói até Nova York onde se aliou ao grupo de super-vilões Legião Letal, comandado pelo Ceifador. Depois M'Baku sequestrou Monica Lynne, a então namorada de T'Challa, atraindo o herói para uma emboscada.

O Pantera Negra possuía aliados dessa vez, e os Vingadores logo entraram em ação para combater a Legião Letal. Foi o Capitão América o responsável por deter M'Baku, e o fez sem muitas dificuldades. Após a derrota de seu inimigo, Pantera Negra sentenciou M'Baku. Disse que se um dia ele retornasse a Wakanda, sofreria a pena de morte. Humilhado, M'Baku passou a viver em regiões afastadas do planeta, agindo como mercenário e se aliando a super-vilões ocasionalmente.  

Poderes

Poderes

M'Baku, apesar de sua altura impressionante, ainda é apenas um ser humano comum, sem nenhum poder ou habilidade especial. Apenas depois do ritual no qual matou um gorila branco, comeu de sua carne e se banhou em seu sangue é que adquiriu poderes sobrenaturais.

Super-Força

Possui força sobre-humana, que o possibilita erguer pesos de até dez toneladas.

Performance física melhorada

Seu vigor, agilidade e reflexos são muito superiores aos de um homem comum. Sua resistência física, por exemplo, é capaz de suportar impactos, como golpes de seres super-poderosos, sem que isso lhe cause grandes danos.

O filme Pantera Negra, que estreia no dia 15 de fevereiro, conta com a presença de M'Baku. O personagem será vivido pelo ator Winston Duke.