Quem é Karl Malus? Descubra o cientista obcecado por superpoderes

Nos quadrinhos, é muito comum vermos pessoas que ganham superpoderes. No entanto, existe outro tipo de personagem, aqueles que dão esses dons tão desejados. Esse é o caso do Dr. Karl Malus, que através de seu conhecimento científico já fez com que algumas pessoas se tornassem super-humanas. Conheça um pouco mais sobre esse nada ético cientista.

Fascínio pelo poder

fascinio

Desde que descobriu o Quarteto Fantástico, Karlin "Karl" Malus ficou fascinado com o conceito de superpoderes e voltou sua vida inteira para a busca de mais conhecimento nessa área. Formou-se em biologia na Universidade da Califórnia e depois contatou várias instituições na esperança de conseguir uma bolsa para estudar capacidades superpoderosas. Todas recusaram o seu pedido.

Com suas opções zeradas, Malus se viu obrigado a procurar pessoas influentes no submundo de Los Angeles. Não demorou para que as encontrasse e conseguisse os fundos que precisava para o desenvolvimento de suas pesquisas. Em troca teria apenas que criar toxinas e armas químicas para os criminosos que o empregavam.

Apesar de trabalhar sozinho, batizou seu laboratório de Instituto de Pesquisa Supranatural. Lá realizava seus testes em cobaias humanas, pessoas indesejadas pelo submundo do crime. Isso agradava Malus, mas o cientista sonhava em um dia ter um exemplar de um ser superpoderoso que pudesse estudar a fundo.

Cobaias humanas

experimentos

Eventualmente Dr. Malus conseguiu suas cobaias super poderosas, sendo o primeiro Richard Deacon, o Mosca-Humana. Dr. Malus tentou aumentar os poderes de Deacon, sequestrando a Mulher-Aranha para roubar seus poderes.

Outras pessoas também tiveram contato com esse cientista maluco e ganharam poderes no processo. Erik Josten, uma vez perdeu sua super-força e recorreu a Dr. Malus para recuperá-la. O cientista não apenas deixou Josten super-forte novamente como também injetou a fórmula do crescimento de Hank Pym que conseguira produzir. O resultado disso foi que Erik Josten adquiriu o poder de aumentar sua própria massa corporal e mudou seu codinome, tornando-se o vilão Golias (anos mais tarde mudaria de nome e passaria a ser Atlas).

Certa vez o ex-presidiário Antonio Rodriguez foi até Malus pedir ajuda para que curasse a doença de sua esposa. Malus concordou, com a condição de que Rodriguez se voluntariasse para um experimento. O marido desesperado concordou e teve seu material genético combinado ao de um tatu, causando mutações e transformando-se no supervilão Armadilho.

Um dos últimos personagens a ganhar poderes em razão de experimentos de Karl Malus foi Joaquin Torres. Ele era apenas um imigrante mexicano que foi capturado pela organização racista Filhos da Serpente para servir de cobaia humana para Karl Malus. O resultado foi que Joaquin se transformou em um híbrido de humano e falcão. O rapaz foi salvo de sua prisão pelo Capitão América e depois assumiu o manto do herói Falcão.

Quarteto Terrível

Quarteto Terrível

Devido ao seu passado como cientista maluco e criador de super-vilões, Karl Malus foi recrutado pelos vilões Mago e Garra Sônica para se juntar a eles e ao Carnificina em uma nova formação do Quarteto Terrível. Como o Carnificina não é do tipo que sabe brincar em grupo, os vilões fizeram com que o simbionte se unisse a Malus, dono de um cérebro mais fácil de ser controlado pelo Mago.

Os quatro vilões (ou três, dependendo de como você contar essa união de Carnificina e Malus) tinham como plano a conquista da cidade de Nova York, mas foram impedidos pelo Homem-Aranha Superior (Dr. Octavius no corpo de Peter Parker). A batalha contra o Aranha fez com que Mago perdesse o controle sobre o Carnificina, fazendo com que o simbionte tivesse um acesso de fúria.

Carnificina então toma o controle do corpo de Mago, esfaqueia Garra Sônica com uma lâmina de vibranium e devora Karl Malus. Contra todas as probabilidades, Malus não morre. Em vez disso, seu corpo passa por uma espécie de gestação dentro do estômago de Carnificina, que fez com que ele saísse de lá totalmente modificado, um meio termo entre humano e simbionte.  

Poderes

poderes

Durante a maior parte de sua vida, Karl Malus foi apenas um ser humano normal, sem poderes e com as limitações naturais de sua condição. Porém, ao ser devorado por Carnificina, tornou-se um híbrido de humano e klyntar, a raça dos simbiontes. Não possui todos os poderes associados a essa raça alienígena, mas sua força, velocidade, resistência, reflexos e sentidos foram aumentados. Adquiriu a habilidade de gerar matéria, principalmente na forma de presas, garras e tentáculos. Também adquiriu as fraquezas a fogo e sons extremamente altos.