5 histórias dos X-Men e Quarteto Fantástico para os filmes da Marvel

Com a chegada dos X-Men e do Quarteto Fantástico a Marvel Studios, uma nova gama de oportunidades de história se abriu para o Universo Cinematográfico que estão criando. Confira algumas histórias que seriam ótimas para esses personagens.

1. Giant-size X-men

x-men

Nessa história de 1975 a equipe original dos X-Men (Ciclope, Jean Grey, Homem de Gelo, Fera e Anjo) está em perigo e precisa ser salva. Para isso, Professor Xavier monta uma nova equipe, composta por mutantes de várias partes do mundo para resgatar o time em apuros. Foi a primeira vez que vemos Tempestade, Wolverine (como um X-Men), Noturno, Colosso e Pássaro Trovejante.

Um filme baseado nessa história pode acelerar apresentar um mundo mutante já existente na Marvel, além de mostrar que os X-Men já são uma organização ativa. A equipe multicultural dá uma proporção real da população mutante, mostrando que o Gene-X pode surgir em qualquer parte do globo. A dificuldade seria trabalhar tantos personagens em um único filme (chega de Colosso limitado a ser saco de pancada!).

2. Quarteto Fantástico #1 e Quarteto Fantástico #51

Aniquilador

Em teoria, todo filme de super-herói que conta a história de origem é uma adaptação da primeira edição de seus quadrinhos. No entanto, nenhuma versão para os cinemas conseguiu acertar em cheio a dinâmica do Quarteto Fantástico. Eles são uma família com super-poderes, não exatamente super heróis. Na verdade, eles agem mais como exploradores e aventureiros do que como super-heróis tradicionais.

As edições de número 1 e 51 são bons exemplos de histórias clássicas do Quarteto Fantástico que exploram seu lado aventureiro. Além disso, ambas apresentam vilões nunca antes utilizados no cinema, nada do já super-explorado Doutor Destino. A primeira mostra uma incursão do grupo para a Ilha Monstro, onde enfrentam as forças do Toupeira. A 51 já é uma aventura em um universo paralelo de anti-matéria (que inspirou o filme mais recente do quarteto). Esse universo é chamado de Zona Negativa e é o lar de um ser poderosíssimo, o Aniquilador.

3. Deus ama, o homem mata

Deus ama, o homem mata

Essa história já foi utilizada antes para uma adaptação dos X-Men (com tantos filmes, qual boa história não seria?). No caso, trata-se do filme X-Men 2 de 2003. Apesar de ser um bom filme, é impossível não pensar nessa história, pois, além de seu uma das mais impactantes histórias dos X-men, ainda há muito material a ser explorado.

Nessa história Stryker não é um militar, como no filme, mas sim um reverendo. Ele utiliza de sua influência religiosa para criar uma cruzada contra a população mutante. O plano de Stryker consiste em sequestrar Charles Xavier e usar seus poderes psíquicos para eliminar todos os mutantes do planeta. Isso força os X-Men se aliar com Magneto para impedir essa ameaça.

É uma história que evidencia o paralelo entre os mutantes e as minorias presentes na sociedade e a opressão que sofrem. Possui um tom sombrio e mostra que o vilão nem sempre possui super-poderes, pode ser apenas um cidadão comum tomado pelo ódio e o preconceito.

4. A trilogia Galactus

Galactus

Outro caso de história já utilizada pelos cinemas, mas que merce ser revisitada. Neste caso, diferente de X-Men 2, o filme adaptado não foi bem recebido pelos fãs do Quarteto Fantástico.

Essa sim é uma história que explora o lado super-herói do Quarteto, uma vez que precisam salvar a Terra de ser devorada pela entidade cósmica Galactus. É a chance de restaurar a imagem de um dos vilões mais clássicos da Marvel nos cinemas, assim como de apresentar outro super-herói o Surfista Prateado. 

5. Vingadores Vs. X-Men

Avengers vs X-men

Vingadores Vs. X-Men não é uma história muito profunda ou crítica como outras histórias dos X-Men costuman ser, em vez disso tenta ser um quadrinho muito mais focado na ação e diversão de seus leitores. Ou seja, uma história perfeita para a Marvel Studios, com potencial para ser o próximo grande evento do universo cinematográfico. Um digno sucessor de Guerra Civil e Guerra Infinita.

Nos quadrinhos, o conflito tem início com o anúncio do retorno da Força Fênix. Os X-Men acreditam que isso será o renascimento da comunidade mutante no mundo, enquanto os Vingadores acreditam que é uma ameaça muito grande que pode causar o fim da vida na Terra.

Não necessariamente a Força Fênix precisa ser a fagulha que começa a treta entre as duas maiores equipes da Marvel, pode ser qualquer outra coisa. O importante é que exista um bom motivo para que os heróis troquem socos entre si. Além disso, alguns personagens terão que escolher lados, uma vez que são membros das duas equipes, como é o caso do Wolverine e do Fera.

O que acha dessas histórias? Tem alguma história que não citamos que você adoraria ver nos cinemas?