Descubra a origem de Trish Walker, amiga de Jessica Jones

Na série Jessica Jones, Patricia Walker, mais conhecida por Trish, é a irmã adotiva da protagonista. É também uma mulher corajosa, determinada e grande suporte emocional de Jessica. Contudo, nos quadrinhos da Marvel, sua representação é bem diferente, a começar pelo nome. Também se chama Patricia, mas o apelido é diferente e é conhecida como Patsy. Outra grande diferença é que ela é uma super-heroína!

Uma das personagens mais antigas da Marvel

Quadrinhos

Patsy Walker está presente no universo da Marvel, antes mesmo da editora possuir esse nome. A personagem teve suas histórias publicadas pela primeira vez em 1944, na Era de Ouro dos quadrinhos, quando a Marvel ainda era chamada de Timely Comics.

No entanto, os quadrinhos de Patsy não tinham nenhuma relação com o gênero de super-heróis. Eram histórias humoradas sobre a vida e os problemas de Patsy e seus amigos adolescentes, contos sobre colégio e interesses amorosos. Depois evolui para histórias de Patsy e sua amiga Hedy como jovens adultas tentando crescer em suas carreiras.

Apenas na década de 70 é que a personagem seria remodelada para habitar o universo Marvel de super-heróis. Suas histórias anteriores não foram descartadas, mas foram consideradas ficções dentro do universo Marvel. Tratava-se de um quadrinho criado pelos pais de Patsy, que se basearam na vida da filha e seus amigos.

Sonhos de heroísmo

Sonho

Uma das primeiras participações de Patsy no universo Marvel aconteceu nas histórias do Fera, quando este estava distanciado dos X-Men. Patsy havia descoberto a identidade secreta do Fera e prometeu manter segredo, com uma condição: que o ele a ajudasse a se tornar uma super-heroína.

Após certo tempo, Patsy foi cobrar a promessa de Fera, que agora estava junto dos Vingadores. Dessa forma, Patsy começou a ajudar o grupo de heróis em uma investigação contra uma Corporação. Isso acarretou no seu sequestro e de alguns outros heróis. Depois de conseguirem se soltar, Patsy descobriu e passou a vestir um uniforme que uma vez foi utilizado pela heroína Tigresa, quando ainda se chamava de Gata. Assim surgiu a super-heroína Felina (também conhecida como Gata Infernal e sendo Hellcat, no original).

Treinamento alienígena

Treinamento

Todavia, não é a roupa que faz o herói. Para que realmente pudesse agir como uma super-heroína, Felina foi convencida a participar de um treinamento especial ministrado pela Serpente da Lua no planeta Titã. O treinamento consistia em árduas lições de artes marciais e de aplicações de aparelhos eletrônicos para desenvolver o potencial psíquico de Patsy.

Vida de heroísmo

Defensores

Seu histórico como Felina pode ter começado com os Vingadores, mas foi com os Defensores que realmente cresceu como super-heroína. Participou dessa equipe disfuncional por vários anos, e foi entre esses heróis que enfrentou as maiores ameaças da sua vida, fez amizades e se apaixonou.

Sua história de amor entre os Defensores foi com outro integrante da equipe, Daimon Hellstrom (também conhecido como Filho de Satã). No entanto, esse relacionamento não tomaria um rumo positivo. Certa vez, os poderes demoníacos de Hellstrom se voltaram contra o herói e também afetaram Felina, enlouquecendo e a matando pouco depois. Felina foi enviada ao Inferno por consequência disso, onde teria que lutar eternamente em uma arena. Hellstrom ainda conseguiria trazê-la de volta ao mundo dos vivos, mas essa experiência a marcou para sempre. 

Quem vê a empolgação com que Patsy começou sua vida heroica, pode imaginar que ela teria encontrado seu lugar no mundo como Felina. No entanto, em diversas situações ela se cansou disso e passou a dedicar seu tempo a outras coisas. Entre as outras profissões que seguiu foram as de escritora de novelas autobiográficas e de investigadora particular (Jessica Jones fazendo escola!). Contudo, o dever sempre consegue fazer com que volte a assumir o manto de Felina.

Poderes

Poderes

Patsy Walker é uma mulher comum, não nasceu com nenhum super-poder natural ou mágico, e possui as limitações de um ser humano normal. Todos os poderes e habilidades especiais que possui foram adquiridos ao longo de sua carreira como super-heroína.

Roupa de Felina

Uma roupa especial feita para aumentar drasticamente a força, velocidade e reflexos de qualquer mulher que o vista. Também é equipada com garras feitas de uma liga metálica capazes de cortar pedra e uma máscara que concede visão noturna.

Após sua estadia no inferno, Patsy percebeu que seu corpo havia se conectado de uma forma mágica ao seu uniforme de Felina. Adquiriu o poder de invocar a roupa ao redor de si mesma aonde quer que esteja. 

Habilidades psíquicas

Desde de seu treinamento com Serpente da Lua, Patsy possui certo nível de poderes psíquicos. Com essa habilidade, ela consegue sentir fenômenos psíquicos, detectar emissões de energias, resistir à ataques mentais, e ver através de ilusões. 

Trish Walker está confirmada na segunda temporada de Jessica Jones, cuja estreia está marcada para o dia 8 de março.