Game of Thrones: 7 referências a não perder em Stormborn

Você acabou de assistir a “Stormborn” e quer verificar se não perdeu nenhum detalhe? Então não procure mais, temos aqui as melhores referências e análise a mais um emocionante episódio da série!

Não se esqueça que a noite é escura e cheia de spoilers – e esse artigo também.

1. Tyrion não esquece as palavras de Oberyn

Reunião em Pedra do Dragão

Em "Stormborn", assistimos finalmente a um confronto entre Tyrion Lannister e Ellaria Sand sobre o assassinato de Myrcella. A filha de Cersei e Jamie foi morta através de envenenamento pela boca da própria Ellaria, fato que Tyrion não esquece.

O agora Mão da Rainha diz a Ellaria que “Aqui nós não envenenamos meninas”, em uma referência a uma célebre frase de Oberyn Martell. Na quarta temporada, Oberyn Martell disse a Cersei Lannister “Nós não machucamos meninas no Dorne”.

Tyrion usou as próprias palavras do amor perdido de Ellaria contra ela – mas, infelizmente, não parece ter causado nenhum efeito.

2. Sim, era mesmo Nymeria

Nymeria e Arya

O reencontro que os fãs tanto esperavam finalmente aconteceu. Ou será que aquela era mesmo a Nymeria? Quando Arya Stark enfrenta a loba gigante, ela parece reconhecer a sua loba perdida e diz a ela: “Eu vou para Norte, de volta a Winterfell – eu vou finalmente para casa.”

Arya pede ao gigantesco animal para voltar com ela para Winterfell, mas a loba gigante vira costas. É num misto de emoções que a jovem Stark diz apenas “Não é você”, o que levantou muita confusão junto do público.

Os produtores confirmaram que sim, essa loba gigante era mesmo Nymeria. O motivo para Arya afirmar que essa não era a loba não era uma indicação da sua identidade, mas sim do seu espírito. Em Game of Thrones, os lobos gigantes sempre pareceram refletir a personalidade dos seus donos Stark e Nymeria não é excepção.

Na primeira temporada, assistimos a Ned conversando com Arya e explicando que um dia ela seria uma senhora casada com um lorde e cuidaria da sua casa e filhos. Mas a jovem Stark recusava esse cenário, e disse simplesmente ao pai “Essa não sou eu.”

Agora na sétima temporada, vemos os paralelismos entre Nymeria e Arya, ambas com o mesmo espírito livre e o mais longe possível de serem domesticadas. Em um especial da HBO, D. B. Weiss, um dos criadores da série, afirmou que “Arya não está domesticada e faz todo o sentido que sua loba também não esteja.”

Também não é coincidência que o reencontro entre ambas tenha finalmente acontecido quando Arya decide voltar ao seu lar. Determinada a retornar a Winterfell, quem melhor do que Nymeria para selar esta escolha de Arya? Afinal, os lobos gigantes são o símbolo da Casa Stark e Arya já provou que nunca mais vai abandonar a sua verdadeira identidade.

3. Filho de lobo, lobinho é

Jon Snow e Mindinho

Há décadas que Petyr Baelish tem um gosto especial em irritar os homens da Casa Stark. Em “Stormborn”, ele vai longe de mais em sua conversa com Jon Snow na cripta de Winterfell. Mindinho revela a Jon que gosta de Sansa tanto quanto gostava da sua mãe, Catelyn e o Rei do Norte perde a cabeça e encosta Baelish à parede, enquanto o sufoca.

Esta cena é muito semelhante a uma outra que aconteceu entre Mindinho e Ned Stark na primeira temporada. Baelish escondeu Catelyn em um dos seus bordéis de Porto Real e revelou o fato a Ned, que não acreditou nele e o ameaçou da mesma forma que Jon.

Vários anos depois, Mindinho parece ainda não ter aprendido a lição: nunca insultar a honra da família Stark.

4. Samwell Tarly é na verdade George R.R. Martin?

Sam e Ebrose

O aprendizado de Sam parece ter melhorado um pouco nesse episódio, onde vimos ele seguindo o Arquimeistre Ebrose na biblioteca e carregando seus livros. Ebrose planeja escrever um livro histórico com o título “Uma Crônica das Guerras Após a Morte do Rei Robert I”.

Sam não é fã desse título e sugere a Ebrose que escolha um nome “um pouco mais poético”, algo que é logo rejeitado pelo Arquimeistre. Será que Sam Tarly gostaria que o livro fosse chamado “As Crônicas de Gelo e Fogo”?

Existe uma popular teoria entre a comunidade de fãs sobre a possibilidade de toda a saga ter sido escrito por Sam. A teoria explica que, quando Tarly for um velho meistre, ele escreverá um livro sobre todos os eventos e guerras que envolveram a disputa pelo Trono de Ferro no seu tempo.

O nome do livro seria claro “As Crônicas de Gelo e Fogo”, o mesmo título que a saga literária escrita por George R.R. Martin.

Esta teoria avança ainda que, sendo Sam o autor da história, esse é o motivo pelo qual vemos o giroscópio na abertura da série. No final da sexta temporada entendemos de onde vem o giroscópio: dos lustres da biblioteca da Cidadela.

5. Torta Quente não é o único que sabe fazer tortas

Torta Quente e Arya

Arya reencontrou um velho amigo ainda da época em que ela se fazia por um garoto. Torta Quente recebeu sua amiga de braços abertos e muitas tortas deliciosas para ela comer. Tal como fez anteriormente com Brienne, o cozinheiro explicou seu método para fazer as melhores tartes, explicando o uso essencial da manteiga.

Mas Arya responde apenas que tem feito algumas tartes também mas não usa manteiga. Claro, ela está se referindo às tartes que cozinhou com os corpos dos filhos de Walder Frey que depois deu de comer ao pai.

6. Várias referências a Rickard Stark

Rickard e Brandon Stark

Durante o episódio existiram várias menções a Rickard Stark, pai de Ned Stark e uma das vítimas mais famosas do Rei Louco.

Como filha desse rei infame, Daenerys Targaryen carrega o peso do seu legado e sabe quando usar tamanha herança. Em “Stormborn”, a eterna Khaleesi mostrou que não confiava totalmente nos seus conselheiros e ameaçou Varys de que o queimaria vivo se ele não cumprisse com sua palavra.

Queimar pessoas vivas era um dos passatempos preferidos de Aerys II, e foi exatamente esse o destino cruel que Rickard teve no seu fim. Quando Jon Snow diz que vai até Pedra do Dragão, Sansa recusa a ideia e diz “você se lembra o que acontece ao nosso avô quando ele se encontrou com o rei Targaryen? O Rei Louco convidou ele para Porto Real e o queimou vivo!”

Mais tarde, assistimos a Randyll Tarly apresentar seu filho a Jamie Lannister. Inicialmente Jamie não se lembra do nome dele e pergunta se ele se chama Rickard, algo que não pode ser coincidência em um episódio com tantas referências. Especialmente se pensarmos que Jamie estava presente quando Aerys II matou Rickard Stark.

Todas essas referências ao antigo Guardião do Norte levantam a questão do porquê de estarem agora a serem feitas. Em simultâneo, assistimos durante o episódio uma profunda desconfiança em relação a Daenerys Targaryen devido ao passado da sua família.

Esta animosidade dos nortenhos é especialmente irônica quando lembramos que Jon Snow, o rei do Norte, é realmente um Targaryen. Como filho de Rhaegar Targaryen e Lyanna Stark, Jon faz a ponte entre dois mundos atualmente distanciados entre si.

Com a aproximação iminente entre Jon e Daenerys, a desconfiança e referências a Rickard Stark parecem apontar para um encontro ainda mais tenso entre ambos os líderes.

7. De volta ao primeiro episódio

Viserys e Daenerys

Você sabe que uma série se está aproximando do fim quando os personagens mencionam detalhes e frases do seu início. Dois momentos protagonizados novamente por Jon Snow e Daenerys mostraram a evolução profunda desses e outros personagens.

Quando Varys é confrontado pela sua rainha, ela zoa das palavras que anteriormente eram usadas para seduzir Viserys. Questionando o apoio de outras Casas, Daenerys pergunta ironicamente a Varys “Eles clamam pela sua verdadeira rainha? Eles fazem brindes secretos à minha saúde?”

Em “Winter is Coming”, o primeiro episódio da temporada 1, essas mesmas foram as palavras ditas ao irmão de Dany para o elogiar. Mas a Khaleesi aprendeu muito desde então a vê através das lisonjas.

Em Winterfell, Jon Snow recebe uma mensagem de Tyrion pedindo que ele viaje até Pedra de Dragão. Para o convencer ele usa as mesmas palavras que lhe disse no episódio “Winter is Coming”: “Todos os anões são bastardos aos olhos dos seus pais.”

Esta frase foi usada por Tyrion para mostrar a Jon que era mesmo ele que lhe escrevia mas demonstra ainda que o tempo não diminui o respeito e afeição do Lannister para com o atual Rei do Norte.