Saiba mais sobre a Escamagris, a doença de Game of Thrones

Se você está assistindo Game of Thrones e se simpatiza com a situação de Jorah Mormont (não só quanto às suas investidas amorosas fracassadas, mas também acerca de sua saúde), talvez este artigo seja do seu interesse. Conheça mais sobre a doença que o personagem contraiu, a terrível Escamagris (Greyscale, em inglês).

Como é a doença?

Descrição

Escamagris é uma doença que faz com que a pele da pessoa infectada se torne dura e acinzentada, assumindo uma aparência escamosa e com textura de pedra. Além da deformação que a doença causa, os músculos afetados também se enrijecem e morrem.  Existe ainda uma forma mais perigosa e mortal dessa doença, a chamada praga cinzenta ou morte cinzenta.

Como é transmitida?

Transmissão

O contato com superfícies infectadas é a forma mais comum de contrair a escamagris. A doença ataca preferencialmente crianças e se desenvolve com facilidade em clima frio e úmido, como é o caso de Pedra do Dragão e as Ilhas de Ferro.

Na série, a Princesa Shireen, filha de Stannis Baratheon, é um caso de infecção infantil. Ainda quando muito nova, a garota contraiu escamagris por ter tocado uma boneca que estava contaminada com a doença. A doença foi contida, embora tenha deixado metade de seu rosto e pescoço desfigurados, parecendo pedra. Uma vez curada, a pessoa não apresenta risco algum de passar a doença adiante.

Já Jorah Mormont mostra que a doença também apresenta perigo para os adultos. O cavaleiro contraiu a doença após um combate contra os homens-de-pedra, pessoas que já se encontram nos estágios mais avançados da escamagris. No meio da luta, Mormont deve ter encostado em um desses homens e isso bastou para que também fosse infectado.

Sinais e Sintomas

Sinais e Sintomas

Como já ficou claro, o principal sintoma da escamagris é a pele que se transforma em pedra. Contudo, isso não é tudo. Outro sinal de que alguém possa ter adquirido a doença é a falta de sensibilidade. Por isso pessoas que possivelmente tenham entrado em contato com a doença espetam a ponta dos dedos com uma faca afiada ao longo de dias. Caso a faca não doa mais depois de alguns dias, é um grande indicativo de que possa estar infectado.

A forma mais mortal da doença começa a petrificar a pele a partir das extremidades do corpo. É comum que uma pessoa que tenha o rosto atingido pela escamagris fique cega e também tenha os lábios e a língua petrificados. Nos estágios finais da doença, a escamagris deixa de atacar somente a pele e se dirige para os músculos e órgãos internos. Como a doença acaba com sensibilidade do doente, todo o processo de petrificação é indolor.

Um sintoma que surge invariavelmente nos estágios mais avançados é a loucura. Os homens-de-pedra que estavam nas ruínas de Valíria e que atacaram Tyrion e Mormont apresentam esse sintoma, por isso são tão agressivos.

Como pode ser tratada?

Tratamento

A parte que interessa a Jorah Mormont. Porém, não há um tratamento definido para a doença, variando muito de pessoa para pessoa.

Os meistres são da opinião de que o desenvolvimento da doença pode ser atrasado com o uso de limões, cataplasmas de mostarda e banhos escaldantes. Há quem diga também que banhos de vinagre na área afetada são úteis para conter a escamagris.

Segundo os septões, apenas a fé basta para acabar com a doença. O doente apenas deve rezar, fazer sacrifícios e jejuar para que os Sete-que-são-um possam curá-lo.

Já o povo selvagem para além da Muralha possuem um posicionamento mais extremo quanto a doença. De acordo com eles, mesmo as pessoas que sobreviveram à doença não são seguras. São pessoas impuras e que ainda podem transmitir a doença. Para eles, todos que apresentam os sintomas da escamagris devem ser abatidos para impedir a transmissão.

Outro método existente é o de amputação da parte infectada. Contudo, não há qualquer garantia de que isso conterá a doença. É muito comum que a pessoa fique sem um braço ou uma perna e veja a doença ressurgir em outro ponto de seu corpo. Isso se não ressurgir na cara e ficar cego.

A esperança, como foi mostrado no primeiro episódio da 7ª temporada, pode estar na obsidiana, também conhecida como vidro de dragão. Segundo as descobertas de Sam Tarly na Cidadela, o mineral não só é uma ótima proteção contra os Outros como, se ingerido por alguém infectado por escamagris, pode agir como um remédio.

Origem

Origem

De acordo com a obra original de George R. R. Martin, a escamagris tem sua origem há muito tempo atrás, quando Valíria ainda era um império.

Cerca de mil anos antes do período em que se passa a série, os Rhoynar entram em guerra contra Valíria e Volantis. O príncipe rhoynar, Garin O Grande, foi capturado e forçado a ver seu povo escravizado. O príncipe, então, suplicou para a Mãe Rhoyne, a deusa do rio, para que vingasse seus filhos. Naquela mesma noite o rio teve uma cheia e uma névoa densa o envolveu. A partir de então os conquistadores valirianos começaram a morrer pela escamagris.

Isso é que se sabe sobre a escamagris. Não é uma situação muito esperançosa para Jorah Mormont. Mas pode ser que as coisas mudem para esse personagem, ainda têm muitos episódios pela frente. Pode ser que ele ainda consiga tudo que almeja. Se bem que, entre achar a cura de uma doença mortal e conquistar o coração de Daenerys, é óbvio que ele tem muito mais chances de se livrar da escamagris.

Atualização: A real cura

A cura

Nada de vidro de dragão! A cura para essa terrível doença, como foi apresentada no segundo episódio da 7ª temporada, é bem diferente. Nesse episódio vemos o processo da cura de Jorah Mormont pelas mãos de Sam Tarly.

Para se livrar dessa terrível doença, é necessário uma cirurgia para remover toda a pele infectada. Após retirada, é aplicado um unguento feito de resina de pinheiro, casca verde de um galho de sabugueiro, cera de abelha e azeite.

A cura estava escrita no livro "Um estudo de doenças raras", escrito pelo Arquimeistre Pylos. Talvez uma cura tão simples assim só tenha se mantido em segredo por tanto tempo pelo perigo que apresenta para quem faz a cirurgia. O próprio arquimeistre Pylos é conhecido por ter morrido de escamagris, provavelmente contraída durante o procedimento médico. Parece que alguém esqueceu de calçar suas luvar antes da cirurgia.