5 coisas essenciais para saber sobre Dominó antes de Deadpool 2!

Zazie Beetz foi a atriz escolhida para viver o papel de Dominó em Deadpool 2! Mas quem é Dominó? Conheça o essencial na história da mercenária mutante e entenda seus poderes únicos!

1. Sua primeira aparição chegou em dose dupla

Dominó

As histórias de origem dos personagens de quadrinhos têm o hábito de sofrer várias alterações e esse foi o caso com Dominó. A HQ “Novos Mutantes” #98 é famosa por ser a introdução de Deadpool no universo Marvel. Mas ele não foi o único novo mutante a aparecer nessa HQ.

Dominó também é apresentada pela primeira vez e com um objetivo muito importante: salvar Cable das mãos de Deadpool. A heroína surge no momento certo, salvando o amigo ao atacar o Mercenário Tagarela pelas costas.

Mas na HQ “X-Force” #11 foi revelado que a salvadora de Cable não tinha sido a verdadeira Dominó. Uma mutante conhecida como Copycat assumiu a identidade e aparência de Dominó, após ter sido contratada para espionar Cable. A verdadeira Dominó tinha sido sequestrada e foi encontrada aprisionada um ano depois pelo seu amigo Nathan Summers.

Curiosamente, Copycat tinha como nome verdadeiro Vanessa Carlysle; seu nome soa familiar? Ela foi a namorada de Wade Wilson em Deadpool, interpretada pela atriz Morena Baccarin.

2. Seu poder mutante é muito original

Dominó

Muitos consideram que se trata puramente de sorte, mas Neena Thurman (Dominó) é uma mutante com poderes baseados em uma forma diferente de telecinesia. Ela tem a habilidade de afetar as probabilidades a seu favor, transformando a situação para que corra da melhor forma para ela.

Isso envolve telecinesia no sentido em que ela move objetos com sua mente, mas apenas funciona em situações de estresse. Isso acontece porque seu poder ocorre em um nível subconsciente, não sendo capaz de ser algo controlado por Neena.

O poder dela pode ser visto mais como um efeito que a rodeia, como um campo de força, modificando as probabilidades dos acontecimentos a seu favor. É absolutamente necessário que ela se movimente para despertar seu poder, ou ela ficará indefesa.

Imagine uma situação: em que Dominó está rodeada por inimigos preparados para alvejá-la. A mutante não pode ficar quieta, esperando que algo aconteça; ela tem que entrar em ação e aí seu poder fará com que seus movimentos sejam os corretos para que ela escape ilesa.

Não só isso, como sua “sorte” é o azar dos oponentes, com algumas das balas caindo provavelmente neles.

3. Ela foi considerada um fracasso pelos seus criadores

Dominó

A perspectiva do fim do mundo levou o governo americano a criar o Projeto Armageddon, uma iniciativa com semelhanças ao infame Arma X. O Armaggedon tinha como objetivo criar geneticamente soldados invencíveis, para a eventual destruição do planeta.

Dominó foi uma das poucas sobreviventes do projeto mas os seus poderes foram desprezados pelos cientistas. A sua capacidade de afetar as probabilidades foi encarada como um fracasso que não cumpria com os objetivos do programa.

Sua mãe a ajudou a escapar e deixou-a aos cuidados de um padre, até seus poderes mutantes se manifestarem. Mas a marca da tortura a que foi submetida ficou para sempre gravada em Neena. Na adolescência, a mutante se tornaria especialista em operações de combate furtivo, tanto como agente como mercenária.

4. Cable é uma das pessoas mais importantes da sua vida

Dominó e Cable

A amizade entre Dominó e Cable é longa, e ela é uma das poucas pessoas em quem o viajante do tempo confia. Eles viveram inúmeras aventuras juntos, fazendo uma dupla impressionante em combate.

Mas sua ligação não ficou somente na amizade. A garota criada para o fim do mundo precisou da ameaça do apocalipse para assumir seus sentimentos por Cable. Nos eventos que antecederam a “Era do Apocalipse”, os dois amigos finalmente demostraram o que sentiam.

O romance não durou mas eles serão sempre especiais na vida um do outro.

5. Não existiria Dominó sem X-Force

X-Force

Apesar do seu passado turbulento, Dominó sempre soube ser uma jogadora de equipe. Ela fez parte da Matilha, da Corporação X, dos X-Men e do Submundo; mas foi com os X-Force que ela manteve sua ligação de longa data.

Graças a ser uma das mais velhas do grupo, Dominó se tornou uma das suas líderes, compartilhando a responsabilidade com Cable. Quando Nathan Summers não estava presente, era Dominó quem liderava o time.

Numa época em que se pensava que Cable estaria morto, ela se afastou da equipe. Mas não por muito tempo, devido à intervenção de Ciclope. Ele renovou os X-Force para uma equipe secreta de operações especiais, que fariam o necessário para proteger os mutantes. Seus métodos eram controversos e funcionavam como o lado mais negro dos X-Men (e desconhecido por muitos).

Durante a sua segunda participação na X-Force, Dominó e Wolverine se envolveram romanticamente durante um breve período.