Segunda temporada de Westworld vai ser 'definida pelo caos'

O episódio final da primeira temporada de Westworld foi algo realmente arrebatador. Durante uma hora e meia, assistimos aos anfitriões e humanos praticarem atos revolucionários, o sangue correu e a busca pela redenção e autoconsciência foi atingida.

Saiba agora qual vai ser o tema da segunda temporada pelas palavras dos próprios criadores de Westworld!

O caos de Ford

Ford

Durante “The Big Moment”, um segmento oficial da HBO, criadores e atores falaram sobre a segunda temporada. Jonathan Nolan deixou bem claro o tema para a próxima fase:

“Se a primeira temporada foi definida por controle, a segunda temporada será definida pelo caos. É parte da compreensão do que Ford estava planejando desde o início.”

As verdadeiras motivações de Ford vão ser exploradas em detalhe na temporada 2. Nolan afirmou que isso seria mesmo o foco da nova temporada e explicou:

“Ford colocou em andamento o que ele pensa ser um plano. A natureza desse plano é algo que vamos explorar na segunda temporada. Quais são as suas intenções? É deixar Dolores ou os outros anfitriões escaparem? É simplesmente ensinar uma lição aos visitantes humanos?”

Aurora da consciência

Armistice, Felix, Hector e Maeve

O último episódio foi centrado na descoberta de autoconsciência, a questão do livre arbítrio e o que significava alcançar o centro do labirinto. O produtor executivo J.J. Abrams deixou no ar perguntas para a próxima temporada:

“O que acontece no despertar da consciência? O que acontece quando você começa a acordar para valer?”

A showrunner Lisa Joy Nolan questionou se estaríamos realmente assistindo à autoconsciência dos anfitriões:

“Será que é a consciência? É programação? É conscientização?”

O ator Jeffrey Wright (Arnold / Bernard) abordou o tema sob a perspetiva da empatia e humanidade:

“Um dos elementos mais curiosos da série é a empatia pelos robôs, em muitos aspectos se torna uma metáfora para o despertar, para a consciência, para a espiritualidade… e o que nós descobrimos é que os criadores são bem menos humanos que as suas criações.”

Os limites de Dolores

Homem de Preto e Dolores

Com o fim da primeira temporada, Dolores é uma personagem completamente diferente do que era no início. Como será agora o seu futuro? A atriz Evan Rachel Wood dá uma ideia do que pode estar reservado à Dolores:

“Se Dolores é a mais velha de todos, essa garota já viu três ciclos de vida, de dor e trauma. Eu acho que há um limite para o que se pode aguentar, seja você humano ou não.”