U.S.Avengers: Nova equipe de Vingadores é liderada por Brasileiro

Não olhe mais para a S.H.I.E.L.D. em busca de segurança, cidadão. Receba de braços abertos A.I.M. – a renovada agência que irá combater as ameaças aos Estados Unidos da América!

A A.I.M. é agora o quartel-general dos novos vingadores. Conheça os U.S.Avengers – a nova força patriótica em defesa do solo americano!

O estilo desses quadrinhos: Patriotismo e sátira

Patriota de Ferro

É bem evidente que o tom da nova HQ pretende ser irreverente e satírico, explorando o conceito do patriotismo de forma divertida.

O comunicado de imprensa oficial demonstra isso mesmo, com frases como:

“Os U.S.Avengers irão desafiar qualquer perigo – não importa o quão incrivelmente impressionante esse perigo possa ser – para defender a liberdade, a democracia, a torta de maçã, as águias-carecas e a guitarra elétrica!”

A ação patriótica está em curso, cidadão! Com muita diversão e ousadia de quem sabe rir de si mesmo.

A renovação da organização criminosa A.I.M.

M.O.D.O.K.

 A.I.M. era conhecida como Advanced Idea Mechanics. Mas tudo mudou com a chegada de Roberto Da Costa. O multibilionário brasileiro comprou a organização e alterou seu nome para Advanced Intelligence Mechanics, mantendo assim o acrônimo A.I.M.

Roberto da Costa, o nosso Mancha Solar

Roberto Da Costa

O garoto brasileiro cresceu nos Estados Unidos na famosa escola para jovens mutantes do professor Xavier. Roberto foi durante muitos anos o Mancha Solar mas nem por isso deixou de se tornar um grande empresário de sucesso como seu pai.

Dono da megaempresa Ideias Mecânicas Avançadas, Da Costa comprou a A.I.M. e a reformulou com a aprovação do governo americano. O objetivo? Substituir A S.H.I.E.L.D. e proteger o país com uma nova equipe.

O escritor da HQ, Al Ewing, falou sobre as motivações de Da Costa e como sua experiência será importante na liderança dos U.S. Avengers:

“E o lance sobre Roberto é que ele veio adolescente para a América e, sendo duplamente de uma minoria real e ficcional, um mutante sulamericano, ele já experimentou o lado feio da vida. Mas ele também viu o melhor lado da América. Ele tem um amor absoluto pelo seu país adotivo e irá lutar até o fim para salvar vidas e ajudar as pessoas.”

U.S.Avengers – o novo supertime ultra patriótico

U.S.Avengers

Roberto da Costa é o líder do mais recente supergrupo de Vingadores, os U.S.Avengers. A restante equipe é formada por:

  • Míssil
  • Hulk Vermelho
  • Pod
  • Garota-Esquilo
  • Capitã América do futuro (Danielle Cage, filha de Jessica Jones e Luke Cage)
  • Patriota de Ferro (Toni Yensen, filha de Ho Yensen)

O primeiro vilão

Golden Skull

Um inimigo vindo do futuro será a primeira ameaça que o novo time de super-heróis irá enfrentar. Seu nome? Golden Skull. O vilão deseja instalar uma “cleptocracia” global no seu passado para garantir as maldades no futuro.

É devido a Golden Skull que a Capitã América se encontra nos U.S.Avengers para ajudar no primeiro arco narrativo da série.

As motivações do escritor na criação dos U.S.Avengers

Garota-Esquilo

Al Ewing é do Reino Unido e sua viagem de descoberta pelos Estados Unidos é explorada nas páginas da nova HQ:

“Estou interessado na América, em explorar as razões por que gosto do país e adoro seus cidadãos. Não penso que patriotismo deva deixar de criticar ou refletir – nós estamos vendo na Grã-Bretanha onde isso está levando, e é horrível. Tenho medo por nós.”

O escritor prossegue:

“Mas aquele impulso para amar e cuidar do lar que você construiu, tenha nascido lá ou escolhido ou fugido para lá, isso vale algo. As pessoas usam isso como uma arma, mas também é um mecanismo capaz de gerar mudança positiva nas nossas comunidades.

Hulk Vermelho

U.S.Avengers irá ter seu primeiro número publicado no final do ano, com desenhos do artista Paco Medina e escrita de Al Ewing.

Será que os U.S.Avengers vão ser uma equipe capaz de fazer frente a outros times de heróis?