TWD: o criador das HQs está chateado com a morte de Carl Grimes?

Com a morte de Carl Grimes sendo potencialmente um dos acontecimentos mais chocantes de The Walking Dead e uma das maiores mudanças em relação aos quadrinhos que baseiam a série, os fãs estão curiosos para saber: como Robert Kirkman, autor das HQs, se sente em relação à morte do personagem?

"É algo com o qual já estou acostumado"

robert kirkman
Após o episódio que marcou a volta da oitava temporada de The Walking Dead e a saída de Carl Grimes da série, Robert Kirkman, autor das HQs nas quais a produção se baseia, esteve presente no programa Talking Dead. Na ocasião, o autor foi questionado se estaria chateado com a morte do personagem, ao que respondeu:

"De forma alguma. É algo com o qual já estou acostumado, acontece de tempos em tempos na série."

Para o escritor, a emoção, na verdade, é oposta, é de excitação quanto ao que pode vir pela frente para a série.

"Apenas me deixa mais empolgado. Eu acho que qualquer momento em que o caminho não está traçado, qualquer momento em que você não pode olhar os quadrinhos e pensar 'Oh, eu sei exatamente o que vai acontecer', deixa as coisas um pouco mais excitantes."

Para Kirkman, lidar com essas grandes mudanças, ainda mais quando já estão trabalhando na nona temporada, faz da série uma produção ainda melhor.

Nos quadrinhos, Carl não apenas segue vivo como tem importante papel na trama, algo que deixa os fãs curiosos para saberem que rumo a série deve tomar com a ausência do personagem.

As mudanças têm um propósito

TWD

Em 2017, a produtora executiva da série, Gale Anne Hurd, afirmou, em entrevista ao site ComicBook.com, que Kirkman sempre esteve ciente de que mudanças grandes poderiam acontecer no processo de adaptação da história.

"Desde o início, Robert dizia 'Olha, são dois tipos diferentes de mídia'. Nós temos esses personagens que nunca estiveram nos quadrinhos, como Daryl Dixon, que automaticamente alteram a dinâmica. Ele [Kirkman] basicamente disse 'Se isso foi uma adaptação quadro-por-quadro, seria algo diferente'."

Na ocasião, a produtora destacou ainda que as mudanças que ocorrem ao longo das temporadas e as que possam vir a ocorrer ainda são feitas sempre com propósitos definidos.

"Há um pouco de 'Sim, nós não queremos que as pessoas saibam exatamente o que vai acontecer'? Com certeza. Ajuda a termos um drama melhor. Mas não há uma decisão consciente de dizer 'Ok, eles fizeram assim nas HQs, como podemos especificamente fazer diferente?'"

The Walking Dead segue com a segunda parte de sua oitava temporada. No Brasil, a série é transmitida pelo canal por assinatura Fox.