Ninguém esperava este final para um personagem tão importante na história. The Walking Dead surpreendeu e chocou muitos fãs com o seu episódio “How It’s Gotta Be”, a midseason finale da oitava temporada. E essa surpresa, nem os fãs dos quadrinhos poderiam imaginar que pudesse acontecer.

Saiba agora tudo sobre essa despedida emocionante através das palavras do próprio ator!

Spoilers para The Walking Dead.

Um adeus definitivo?

Carl e Michonne

Quem poderia imaginar que Carl Grimes morreria em The Walking Dead? Um personagem presente na série desde o piloto, Carl parecia destinado a ser o herdeiro de Rick e se tornar um líder dos sobreviventes como seu pai. Mas agora foi confirmado que esse futuro nunca vai se tornar realidade.

O site The Hollywood Reporter teve uma entrevista com Chandler Riggs, o ator que interpreta Carl Grimes, e nela ficou claro o destino do filho de Rick. Riggs afirmou claramente que:

“Sim, Carl vai morrer. Não tem jeito dele sair dessa. Sua história definitivamente está chegando ao fim.”

O choque deste ser o final do personagem foi tremendo junto da comunidade de fãs de The Walking Dead. Muitos acreditam que esta pode ter sido até uma decisão de Chandler Riggs, mas o ator nega quando questionado pelo THR:

“Não foi minha decisão deixar The Walking Dead. Foi tudo relacionado à trama. Fez sentido na história acontecer isso para Rick, Michonne e todos os outros personagens.”

Uma surpresa para todos

Carl e Negan

Mas não foram só os fãs que ficaram incrédulos com o fato de Carl ter sido mordido. Na mesma entrevista, Riggs revela que não esperava ver seu personagem morrer:

“Eu estava pensando em ir para a faculdade até descobrir. Eu descobri quando estava fazendo ensaios para o episódio 6 em junho. Foi muito chocante para mim, Andy [Andrew Lincoln que interpreta Rick Grimes] e todos, porque não acho que ninguém estava pensando que isso fosse acontecer.”

O ator voltou a confirmar sua surpresa mais tarde e acrescentou que essa não seria a última vez que veríamos Carl:

“Eu não esperava que o Carl sequer fosse morrer em algum momento. Mas resultará em um bom propósito para a história. Há ainda um pouco mais a ser contado da história de Carl – no episódio nove – e isso impacta Rick, Michonne e todo mundo. Apesar da história de Carl estar próxima do fim, ela ainda não acabou.”

Quando a série retornar em fevereiro, veremos os momentos finais do filho de Rick e está também confirmado que ele vai aparecer ao longo da temporada em memórias e flashbacks de outros personagens. Sobre os últimos momentos de Carl, Chandler Riggs explicou como vão ser importantes para o futuro de Rick:

“O episódio 809 é realmente Carl tentando ensinar a Rick tanto quanto ele puder sobre o que aprendeu e tentando convencer Rick para não matar todo Salvador, porque ainda há pessoas boas no mundo. As pessoas de Alexandria, Hilltop e o Reino - todas essas pessoas provavelmente o veem como um vilão como os Salvadores. Há alguns aspectos humanitários que Carl vai tentar e ensinar Rick em seus momentos finais.”

Os motivos que levaram a esta morte

Carl Grimes

A morte de Carl é o maior desvio feito pela série em relação ao original, mostrando que mesmo os fãs da HQ ainda têm motivos para assistir a The Walking Dead. Nos quadrinhos, Carl Grimes ainda está vivo e seguindo os passos do seu pai, sendo dono do mesmo espírito de liderança e resistência de Rick.

Ao THR, Riggs explicou a decisão do showrunner Scott M. Gimple em eliminar Carl:

“Nos quadrinhos, Scott estava tentando descobrir por que havia um buraco entre Rick cortando a garganta de Negan no final do arco "Guerra Total" e então o tempo pula e Negan está vivo e na prisão e Rick não mata Negan. Scott estava tentando descobrir como superar a lacuna entre Rick não querendo matar Negan e Rick também querendo matar Negan, como ele está agora [na história da série]. O caminho de Scott para contornar isso foi fazer de Carl essa figura e pessoa realmente humanitária que pudesse enxergar o bem nas pessoas e ver que elas podem mudar e nem todo mundo é um vilão. Isso é o que significa a conversa de Carl com Rick neste episódio: não há como matar todos os Salvadores e nem todos são uma pessoa ruim e tem que haver algum caminho a seguir do que apenas matar pessoas.”

E nunca a nobreza de Carl Grimes foi tão grande como em “How It’s Gotta Be”. Assumindo a liderança de Alexandria, Carl conseguiu que todos fugissem em segurança enquanto ele ganhava tempo junto de Negan e, mais tarde, confundiu os Salvadores com suas granadas de fumaça. Ele conseguiu salvar todo mundo, mostrando que tipo de líder ele seria no futuro – se tivesse essa chance.

É uma despedida agridoce a um personagem que esteve conosco desde o primeiro episódio. Chandler Riggs deixou uma mensagem emocionada aos seus fãs, marcando assim o seu adeus a The Walking Dead:

“Obrigado a todos os fãs por me darem um emprego por oito anos e por me darem essa experiência incrível e me abençoarem com esta carreira e essa chance de ter tanta oportunidade.”