The Witcher | Diferenças entre as criaturas do livro e da série e suas inspirações

Com a chegada da adaptação televisiva de The Witcher à Netflix, aqueles que já acompanhavam as aventuras de Geralt de Rivia nos livros ou nos games perceberam algumas diferenças no que condiz à aparência das criaturas e monstros.

As diferença podem se acentuar ainda mais se compararmos as respectivas versões citadas acima com as inspirações usadas pelo autor Andrzej Sapkowski para criar os monstros de suas histórias. Então vem com a gente conferir as comparações entre as diferentes versões dos monstros apresentados na série The Wicher.

Kikimora

the witcher monstros kikimora
Inspiração / Jogos / Série

Episódio: 1

Este monstro insectoide é descrito nos livros de The Witcher como uma forma de aranha, com um pele negra e seca, patas ósseas, garras, um olho vítreo com uma pupila vertical e presas em formato de agulhas em suas mandíbulas geralmente ensanguentadas.

De acordo com informações encontradas pelo site Looper, a mitologia eslávica é a origem do nome Kikimora. Contudo, nesse folclore específico, a Kikimora mais se parece uma mistura de um pássaro com uma mulher de idade. Além disso, esta criatura costuma invadir casas entrando pela fechadura das portas, para trazer más notícias ou causar pesadelos e paralisia do sono.

Sylvan

the witcher monstros sylvan
Inspiração / Jogos / Série

Episódio: 2

Com uma aparência que parece misturar traços humanos com características de um bode, os Sylvans são criaturas herbívoras extremamente raras e inteligentes. Nos livros, a descrição de sua aparência destacou os chifres de cabra na cabeça e as pernas peludas e com cascos fendidos em um corpo relativamente humanoide.

Nos jogos da franquia, o personagem teve os traços animalescos misturados à aparência de um homem grande e corpulento. Já na série, o Sylvan parece um homem pequeno e magro, embora forte, que parece aproximar mais seu físico ao do animal.

Um nome relacionado a bosques e florestas, o Sylvan muito se assemelha a criaturas de diferentes mitologias, como o Puck, da Inglaterra; o deus grego dos bosques Pan; e os Sátiros, também da mitologia grega.

Striga

the witcher monstros striga
Inspiração / Jogos / Série

Episódio: 3

Uma menina que se transformou em um monstro após ser amaldiçoada, a Striga é descrita nos livros como um monstro imundo e musculoso, com uma grande mandíbula e perigosas garras. Apenas alguns traços de sua forma original se mantêm, como seus seios e cabelos.

A muito provável inspiração para o monstro tem origem no folclore polaco, tratando-se de uma pessoa que nasceu com duas almas. Ao separar-se do corpo, uma das almas se transforma no monstro de pele azul e penas negras, também capaz de se transformar em uma coruja para sugar sangue de suas vítimas.

Na série, a Striga ganhou uma nova aparência que parece misturar as duas descrições acima. Uma pele viscosa, preta e retorcia se destacam no corpo relativamente humanoide. Embora tenha grande força e agilidade, não parece tão musculosa quanto à versão dos games. Sua aparência se completa com uma espécie de cordão umbilical que arrasta.

Duny

the witcher monstros duny
Inspiração / Arte baseada no livro / Série

Episódio: 4

Também conhecido como o Ouriço de Erlenwald, Duny não é um monstro, mas sim um homem amaldiçoado. Entre a meia noite e o amanhecer, ele mantém sua aparência humana. No restante do dia, contudo, sua feição se transforma em um misto de porco-espinho e javali, com um focinho pontudo e espinhos onde deveria haver cabelos.

A aparência da versão descrita nos livros e da mostrada na série, portanto, são similares. A descrição da criatura, inclusive, motivou diversas fanarts que também se assemelham ao resultado final.

O personagem parece ter sido inspirado no conto Hans My Hedgehog, dos irmãos Grimm, no qual o protagonista tem pernas humanas, mas corpo e cabeça de ouriço. Semelhante à história de Duny, Hans foi banido por sua família, mas acaba ganhando a mão de uma princesa em casamento.

Djinn

the witcher monstros djinn
Jogos / Série

Episódio: 5

Um gênio elementar do ar, o Djinn aparece pela primeira vez no conto The Last Wish. Se capturados, eles precisam cumprir três desejos do seu captor para conseguirem sua liberdade.

No jogo, ele aparece como uma luz esbranquiçada. Já na série, ele parece ser formado de fumaça preta e sombras.

De acordo com a página Looper, essa entidade mágica tem origem na mitologia árabe e em histórias islâmicas. Mas a crença original conta que os Djinn eram espíritos de fogo. Seu poder como "realizador de desejos" foi adicionado às histórias modernas da antologia As Mil e Uma Noites.

Doppler

the witcher monstros doppler
Jogos / Série

Episódio: 5 e 6

Um Doppler é uma criatura capaz de assumir a aparência de qualquer pessoa. Sua aparência original, conforme descrita nos livros e vista nos jogos, é a de um anão, com nariz cumprido, olhos amarelos, orelhas pontudas e pele com calombos.

Na série, o Doppler também ganhou novas características físicas Um corpo humanoide e alto, a criatura em sua forma original parece um cadáver humano, com a pele esbranquiça e com veias aparentes, olhos brancos e dentes amarelados. Assim como apresentado nos livros e nos games, ele é capaz de copiar não apenas o físico, mas também características como voz, habilidades e até pensamentos.

Esse perigoso metamorfo tem origem no folclore alemão. Nessa crença, contudo, os chamados doppelgänger não podem mudar de forma, mas são associados a uma pessoa específica, sendo uma cópia quase perfeita.

Villentretenmerth

the witcher monstros villentretenmerth dragão
Inspiração livros / Jogos / Série

Episódio: 6

Um dos únicos dois dragões dourados de que se tem registro, esta criatura magnífica é também um habilidoso metaformo, assumindo inclusive uma forma humana, que passou a se identificar como Borch Three Jackdaws.

As diferentes versões do personagem trazem características já conhecidas dos mitos dos dragões, como a pele encouraçada, grandes asas e tamanho avantajado. No livro e no game, porém, Villentretenmerth parece mais encorpado, como os dragões que vemos mais comumente nos filmes. Na série, ele ganhou uma versão mais esbelta, mas não menos imponente.

A inspiração para a criatura vem, claro, das mitologias que são passadas de gerações em gerações há séculos e praticamente em todos os continentes.

Ghoul

the witcher monstros ghoul
Inspiração / Jogos / Série

Episódio: 8

Geralmente encontrados em cemitérios, criptas abandonadas ou em campos de batalha, os Ghouls, segundo a descrição dos livros, era "humanos que foram forçados ao canibalismo e, depois de muitos anos em criptas escuras, sofreram uma transformação horrível."

Originária no folclore árabe, os Ghouls têm as mesmas características vistas nos livros e na série nessa mitologia. Contudo, a crença original aponta ainda que eles podem se transformar em belas mulheres para atrair suas próximas vítimas.

Nos jogos da franquia The Witcher, eles ganharam um físico que lembra um corpo carbonizado, com a pele mais escura em vários pontos. O semblante violento, contudo, se mantém tanto nos games quanto na série, cuja versão se aproxima mais de um esqueleto com restos de pele, uma língua pontuda e olhos luminosos.

E aí, qual criatura de The Witcher você achou mais aterrorizante até agora?

A primeira temporada de The Witcher já está disponível na Netflix.

FIQUE POR DENTRO

Qual é a ordem de leitura dos livros de The Witcher?

The Witcher | Vukodlak ou Striga? Entenda a diferença entre os monstros

The Witcher | Conheça Yennefer, a feiticeira de Vengerberg!