“eXodus”, o terceiro episódio de The Gifted, começou com uma recordação do passado de Lorna / Polaris e Marcos / Eclipse. A cena foi uma das mais belas da série até o momento e serviu para mostrar a química dos dois e a combinação única dos seus poderes.

Spoilers para o episódio 3 da série.

Ser mutante: duas visões diferentes

Polaris e Eclipse

No início de “eXodus”, Lorna mostra a Marcos o lar dos mutantes refugiados e tenta saber mais sobre o novo membro da equipe. Isto leva a uma conversa sobre a aceitação ou recusa dos poderes, com Polaris se mostrando orgulhosa de ser mutante e com Eclipse renegando a sua natureza diferente.

Tal como seu pai Magneto, Lorna tem um domínio total sobre os campos magnéticos, algo que a torna especialista na manipulação de metais. Ela explica a Marcos que é por isso que usa acessórios de metal e coturnos com bico de aço, e assim consegue levitar e levar seus poderes mais longe. Nesse momento, Eclipse cede e mostra os seus poderes, emitindo luz através de um vidro e fazendo assim um padrão que encanta Polaris.

Os poderes de Marcos são a absorção e manipulação de fótons, que depois ele pode usar como rajadas de luz, calor ou energia. O seu próprio sangue brilha e jorra como luz, não como o vermelho comum que conhecemos. A conjugação da energia magnética verde de Polaris com a luz brilhante de Eclipse cria algo nunca antes visto no universo X-Men: uma aurora boreal.

Como surge esta aurora boreal?

Polaris e Eclipse

Estamos habituados a ver mutantes lutando uns contra os outros, se adaptando aos poderes de cada para ganharem vantagem. O que torna ainda mais especial esta cena em The Gifted, onde dois mutantes se descobrem mutuamente e criam algo belo apenas por estarem juntos. Este momento serve para ser usado pela série para mostrar que eles estão destinados a estar um com o outro.

O contato dos poderes magnéticos de Polaris com a luz de Eclipse cria uma aurora boreal, como explica a mutante:

Acho que é a aurora boreal. Isso acontece no Ártico, quando a energia solar atinge a magnetosfera. Eles dizem que é a coisa mais bonita da Terra.

A aurora boreal do nosso planeta acontece quando as partículas dos ventos solares interagem com o campo magnético terrestre. Este fenômeno natural é recriado assim na série, na sua inesperada – mas bem-vinda – versão mutante.

Eclipse foi criado especificamente para The Gifted, mas os seus poderes e a sua ligação com Polaris já o tornam um dos mutantes favoritos. O futuro de ambos pode estar em perigo, mas a compatibilidade destes dois personagens é inegável, não acha?