Descubra 10 gadgets de Star Trek que se tornaram realidade!

A ficção-científica tem a capacidade de nos fazer sonhar mais alto e inspirar o futuro de todos. Star Trek é um exemplo disso mesmo, sendo uma das obras mais influentes em vários aspectos da tecnologia e da sociedade.

Conheça agora as invenções inspiradas ou popularizadas pela série que se tornaram reais em nossas vidas.

1. Celular

Comunicador

Em 1966 poder fazer uma ligação com telefones portáteis era coisa do outro mundo. E assistir na televisão o Capitão Kirk comunicando de um planeta para a nave era algo realmente extraordinário.

E isso influenciou os espectadores em vários níveis. Você sabia que o inventor do celular, Martin Cooper, afirmou ter se inspirado nas comunicações móveis de Star Trek? A ficção influenciou definitivamente a vida real e hoje em dia todos nos beneficiamos com isso.

À medida que a tecnologia foi evoluindo, os fabricantes de celulares criaram seus produtos tendo por base o modelo flip phone que Kirk usava. É fácil lembrar os celulares antes da era smartphone e do quão legal era ter um desses!

2. Replicador

Replicador

Na série era possível assistir ao uso de replicadores que podiam produzir uma cópia de algo em poucos segundos. Embora ainda não tenhamos a versão de replicador para comida, a impressora 3D já não é um objeto novo nas nossas vidas.

Os preços dessas impressoras têm baixado nos últimos anos e isso vai fazer com que a tecnologia seja mais acessível a todos.

3. Tradutor universal

Capitão Kirk

Em Star Trek era frequente assistir à utilização do tradutor universal. Esse aparelho traduzia tudo o que os alienígenas diziam em tempo real e servia também para explicar porque todos os personagens falavam inglês.

Hoje em dia temos diversos aplicativos para nos auxiliar a traduzir algo no momento. Embora certamente não seja tão perfeito como o tradutor universal da série, esses apps são um avanço enorme se pensarmos no quanto tornam nossa vida mais fácil.

4. Assistentes virtuais

Star Trek

Na série estelar, os tripulantes conversavam com computadores que entendiam perfeitamente o discurso humano e respondiam de igual pra igual. Hoje em dia temos a Siri em nossos iPhones e a Cortana no sistema operacional Windows.

Embora ainda existam muitas melhorias a fazer nesses serviços e outros similares, estes são passos importantes na evolução da tecnologia.

Sabia que Majel Rodenberry, mulher do criador da série, era a voz do computador em Star Trek? A Google fez a ela uma pequena homenagem em 2011, quando deu o codinome “Majel” ao produto Google Voice Search.

5. Tablets

PADD

Os tripulantes da nave utilizavam frequentemente os PADDs (Personal Access Data Devices), ou seja computadores portáteis com sensibilidade ao toque.

Fosse para colocar as coordenadas do próximo destino ou assistir a vídeos, os tripulantes tinham seus próprios PADDs pessoais. Algo muito semelhante aos tablets dos nossos dias, que são também computadores com interface touchscreen que permitem realizar uma série de coisas.

6. Videochamadas

Star Trek

A ideia de poder ver a pessoa com quem estamos comunicando através de um telefone não surgiu com Star Trek, mas a série certamente ajudou a impulsionar a invenção. Nos anos 60, tal conceito estava longe de ser viável comercialmente.

Atualmente, com a baixa dos preços de smartphones e a melhoria dos serviços de internet, as videochamadas são uma realidade do cotidiano tanto em celular como computador.

7. Bluetooth

Uhura

Na série original, era comum assistir a oficial de telecomunicações Uhura tocar em seu ouvido para escutar as ligações. Há vários anos que essa é uma visão típica na nossa sociedade, com o desenvolvimento da tecnologia Bluetooth liberando nossas mãos.

8. Feisers

Capitão Kirk

Como mocinhos exemplares que eram, Capitão Kirk e sua tripulação colocavam seus feisers no modo que só deixava o inimigo atordoado. Assim ele ficava imobilizado, sem chance de fugir.

Embora não existam feisers exatamente iguais aos da série, é muito popular o uso de armas de eletrochoque em vários países. Essas armas funcionam com o mesmo princípio dos feisers, fazendo uma descarga elétrica de alta pressão para imobilizar a pessoa sem machucar de verdade.

9. Pistola de vacinação pressurizada

Leonard McCoy

O bom doutor Leonard McCoy usava o hipospray para aplicar medicamentos em pacientes. O dispositivo não possui agulha e existe no mundo real.

A pistola de vacinação pressurizada é perfeita para quem tem medo de agulhas. O dispositivo funciona através da pressão do ar muito elevada que atira o líquido da vacina fundo o suficiente na pele.

Star Trek não foi pioneiro na introdução destas vacinas no imaginário popular mas, tal como aconteceu com as videochamadas, a sua influência disseminou a ideia.

10. Computadores pessoais

Star Trek

Na época em que Star Trek foi inicialmente transmitido, a possibilidade de cada um de nós ter seu computador pessoal era uma fantasia. Os computador dos anos 60 eram aparelhos gigantescos que enchiam várias salas e com preços insanos.

Não existia o conceito de um computador pessoal, algo que parece absurdo nos dias de hoje. Se houve algo que a série acertou na caracterização do futuro foi na criação de computadores pequenos e baratos o suficiente para poderem ser usados por todos.