A lenda que inspirou J.K. Rowling a criar Pukwudgie

J.K. Rowling buscou inspiração no folclore dos povos ameríndios para criar as Casas da escola mágica Ilvermorny. Entre as várias fontes ancestrais, a autora descobriu o mito do Pukwudgie e se baseou nessa lenda para criar o símbolo da Casa dos curandeiros de Ilvermorny.

Entre numa viagem pelo coração americano e conheça a lenda do Pukwudgie!

Origem no folclore dos povos indígenas da América do Norte

Tribo Wampanoag

O pequeno Pukwudgie é uma figura lendária do folclore ameríndio. Também conhecido como bagwajinini ou bokwijimen, esta criatura mágica é considerada uma entidade das florestas e dos pântanos.

O nome “pukwudgie” significa “pessoa das regiões selvagens”.

As tribos Wampanoag e Algonquian têm muitas lendas sobre este ser mítico. A sua reputação é polêmica e existem relatos de sequestro de crianças e sabotagem em vários aspectos da vida das tribos.

Outros contam histórias do Pukwudgie como um ser amigável mas que tem de ser respeitado para não o enfurecer (algo que acontece rapidamente segundo lendas).

Como é um Pukwudgie e suas habilidades

Pukwudgie

A descrição do Pukwudgie diz que ele tem entre 60 a 90 centímetros de altura. Suas feições são similares às dos humanos mas sua pele é de tom cinza. Outra diferença é o nariz largo, dedos longos e orelhas pontudas

No folclore americano, estas criaturas são conhecidas por terem as seguintes habilidades:

  • Podem aparecer e desaparecer num segundo
  • Podem se transformar em porco-espinhos (parece esse animal por trás, mas sua frente é meio-troll e meio-humano)
  • Atacam pessoas e as atraem para a morte
  • Sabem usar magia
  • Têm setas venenosas
  • Conseguem criar fogo do nada
  • Controlam os Tei-Pai-Wankas, as almas dos índios americanos que eles mataram

A principal lenda do Pukwudgie

Pukwudgie

A lenda mais antiga que existe sobre os Pukwudgies surge na mitologia do povo Wampanoag. A tribo era devota de Maushop, um gigante responsável pela criação das terras onde os Wampanoag habitavam.

A tribo demonstrava respeito e adoração por Maushop e sua mulher Granny Squanit. Toda esta atenção pelo gigante causou inveja nos Pukwudgies, seres menos poderosos.

Os pequenos Pukwudgies tentaram ajudar a tribo Wampanoag de todas as formas que sabiam. Mas os seus esforços não sairam como desejavam, pois suas ações foram vistas como incômodas e eles como um estorvo.

Irritados, os Pukwudgies decidiram então importunar abertamente os Wampanoag. Quando suas ações saíram de controle, a tribo pediu ajuda a Maushop.

Maushop e Granny Squanit ajudaram a tribo em vários momentos, destruindo o maior número possível das problemáticas criaturas. Mas toda a vez que os Pukwudgies eram mortos, dispersos ou jogados por toda a área da Nova Inglaterra, os sobreviventes retornavam para causar estragos.

Os 5 filhos dos gigantes acabaram mortos com setas mágicas pelos terríveis Pukwudgies. Maushop e Granny Squanit se vingaram com um massacre e os sobreviventes esconderam-se durante séculos até que a lenda de Maushop desaparecesse na mitologia.

Atos atribuídos aos Pukwudgies

Pukwudgie

Os relatos da aparição destes seres têm todos uma coisa em comum: tenha cuidado com os Pukwudgies. Mesmo em histórias de menor gravidade, eles são descritos como causadores de problemas e inquietações.

Os atos mais graves atribuídos a eles são realmente perigosos e letais. Diz-se que se divertem causando acidentes, empurrando pessoas de penhasco e até levando ao suicídio.

Locais famosos de atividade das criaturas

Floresta estadual Freetown-Fall River

Alguns locais são pontos famosos de atividade reportada das mágicas criaturas. No estado de Massachusetts, a floresta estadual Freetown-Fall River tem uma reserva da tribo Wattupa. Esta tribo pertence à Nação Wampanoag.

Vários suicídios inexplicáveis nesta área são atribuídos aos Pukwudgies. Muitos acreditam que são eles quem empurram as pessoas dos penhascos.

Outro local famoso é o Parque Estadual de Mounds em Anderson, no estado de Indiana. Neste caso, “mounds” significa túmulo. Esta área contém vários túmulos antigos construídos por nativos americanos.

No Texas, em Round Rock, muitas pessoas relatam encontros estranhos com pequenas criaturas. Estes incidentes ocorrem na estrada Hairy Man (uma referência local ao monstro Bigfoot).