Descubra os heróis e vilões que já foram hospedeiros de Venom

É indiscutível que Venom é um dos maiores vilões do Homem-Aranha. Uma enorme gosma negra cheia de ódio e violência contra o Amigão da Vizinhança. Contudo, para ser esse grande inimigo, Venom sempre precisa estar conectado a um hospedeiro, geralmente alguém que compartilhe de sua antipatia pelo Homem-Aranha. Ao longo dos anos vários personagens serviram de hospedeiro para Venom, veja a seguir quem são essas pessoas.

Homem-Aranha

Peter Parker

O Homem-Aranha foi o responsável por trazer o simbionte Venom para a Terra. Claro que a princípio ele achou que se tratava apenas de uma roupa alienígena maneira, mas, após um certo tempo, descobriu que aquilo que o envolvia era um ser parasita e consciente que estava influenciando sua mente e se alimentando de sua adrenalina.

A união entre o simbionte e Peter Parker foi desfeita pelo som alto do sino de uma igreja (ataques sonoros são umas das fraquezas de Venom). Após essa separação, Venom se sentiu rejeitado, pois considerava o Homem-Aranha o seu hospedeiro perfeito. Seu sentimento de rejeição combinou muito bem com a raiva que outro personagem sentia pelo Aranha, e dessa forma Venom encontrou seu próximo hospedeiro.

Eddie Brock

Eddie Brock

Foi em Eddie Brock, um ex-repórter que perdeu o emprego por causa de uma matéria sua ter sido desmascarada pelo Homem-Aranha. Por conta disso Brock nutria um ódio pelo herói, ódio esse que chamou a atenção do simbionte. Somente após a união com Eddie Brock que o simbionte passou realmente a ser chamado de Venom. Juntos se tornaram a encarnação mais famosa desse vilão.

Parecia a união perfeita. Brock havia encontrado um "parceiro" que lhe concedia todos os poderes necessários para executar sua vingança contra o Homem-Aranha. Contudo, o simbionte possuía planos diferentes. Estava simplesmente usando Brock para poder se aproximar novamente de Parker, pois ainda tinha esperanças de ser aceito novamente pelo herói. Ao perceber que isso não aconteceria, decidiu que o Homem-Aranha deveria morrer.

Anne Weying

Anne Weying

Anne Weying era a ex-esposa de Eddie Brock, mas ainda possuía bastante consideração pelo ex-marido. Após ter sido gravemente ferida por um tiro, Brock pediu ao simbionte para que se unisse a ela e usasse seus poderes para curá-la. Assim foi feito. Entretanto, durante o período em que esteve unida a Venom, Weying ficou fora de controle e matou dois criminosos armados. Anne se arrependeu imediatamente e passou a culpar Brock pelo incidente.

Ela ainda se uniu a Venom uma segunda vez em outro momento. Precisou da ajuda do simbionte para pudesse fugir da prisão. Mais uma vez sua experiência como hospedeira de Venom foram traumáticas, levando-a a loucura e ao suicídio.

Angelo Fortunato

Angelo Fortunato

Ao perceber que um câncer o estava matando lentamente, Eddie Brock resolveu utilizar seu tempo de vida de uma boa forma. Como sabia que o simbionte em breve o largaria para conseguir outro hospedeiro, Brock o leiloou no submundo do crime e doou todo o dinheiro para a caridade.

O comprador foi um poderoso criminoso chamado Don Fortunato que queria usar o simbionte em seu filho, Angelo Fortunato, para transformá-lo num homem uma vez por todas. Angelo em pouco tempo descobriu como utilizar os poderes de Venom e logo arrumou confusão contra o Homem-Aranha.

Apesar de poderoso, Angelo não foi páreo para o Homem-Aranha e fugiu do combate. Essa decisão covarde decepcionou o simbionte, que declarou Angelo um hospedeiro indigno. Enquanto estava se balançando entre os prédios, Venom abandonou o corpo de Angelo, deixando que o rapaz caísse das alturas.

Escorpião

Mac Gargan

Após Angelo, o simbionte estava novamente sozinho e em busca de um hospedeiro novo. Queria alguém que tivesse ódio pelo Homem-Aranha e fosse um criminoso experiente. Encaixando-se perfeitamente nesses requisitos, o simbionte encontrou Mac Gargan, o Escorpião, que estava trabalhando como um capanga para Norman Osborn. Gargan aceitou de prontidão a aliança com a gosma alienígena e juntos se tornaram Venom.

Essa versão do Venom era muito mais agressiva que violenta que as anteriores. O simbionte estava tão poderoso que estava influenciando Mac Gargan a cometer canibalismo enquanto na forma de Venom. Gargan, por sua vez, sentia-se dependente dos poderes à sua disposição, como se fosse um vício em drogas.

Ainda como Venom, e a mando de Osborn, Gargan foi membro dos Thunderbolts e dos Vingadores Sombrios (se passando pelo Homem-Aranha). Após os Vingadores Sombrios falharem ao atacar Asgard, Mac Gargan foi capturado e enviado para uma prisão para super-poderosos, a Balsa. Foi nesse momento que os militares acabaram com Venom e removeram o simbionte de Gargan.

Ms. Marvel

Carol Danvers

Durante o cerco a Asgard, Homem-Aranha e Ms. Marvel estavam presentes para impedir as ações de Mac Gargan. A super-heroína conseguiu arrancar o simbionte do vilão, porém, por um breve momento, ela se tornou Venom. A situação foi revertida quando Homem-Aranha a arremessou em alguns cabos de energia, forçando o simbionte a voltar para Gargan.

Flash Thompson

Flash Thompson

Sim, o antigo colega de classe e bully de Peter Parker. Flash Thompson mudou muito ao longo do tempo, deixando de lado seus problemas com Parker e se tornando amigos. Outro ponto que mudaria a vida de Flash para sempre é o seu alistamento no exército americano, pelo qual perderia suas pernas em ação.

Após remover o simbionte de Mac Gargan, o Exército iniciou um novo Projeto Renascimento (o mesmo do Capitão América), com o objetivo de utilizar o simbionte em benefício próprio. Flash Thompson se voluntariou para o experimento e, com a ajuda de drogas que suprimiam o controle do simbionte, se tornou o Agente Venom.

Apesar da união com o simbionte lhe dar super-poderes e lhe restituir as pernas, Flash só poderia ser Venom por um período máximo de 48 horas ou o simbionte se vincularia totalmente ao seu hospedeiro. Portanto, Flash só poderia utilizar os poderes de Venom durante o período de suas missões.

Durante um período, Venom se tornou um membro dos Guardiões da Galáxia. Foi nessa época que o simbionte entrou novamente em contato com os membros de sua raça e foi purificado de seu vício por violência. o resultado disso foi um simbionte (e, por consequência, um Venom) muito mais amigável e dócil.  

Hulk Vermelho

Thaddeus Ross

Em uma das histórias de Flash como Venom, ele juntou forças à nova Motoqueira Fantasma, X-23 e ao Hulk Vermelho para impedir o demoníaco Coração Negro de abrir um portal para o Inferno em Las Vegas.

Em função de derrotar o vilão, Flash passou o simbionte para o Hulk Vermelho, que também estava em posse do Espírito da Vingança. Sendo assim, por um curto período de tempo, Thaddeus Ross foi o Hulk Vermelho, o Motoqueiro Fantasma e o Venom. Uma solução digna dos Power Rangers. 

Guardiões da Galáxia

Guardiões da Galáxia

Durante as aventuras de Flash Thompson com os Guardiões da Galáxia, o simbionte simplesmente não poderia ficar fora de confusão. Em certo momento, o simbionte escapou do jarro que estava aprisionado e fez de Groot seu novo hospedeiro (o que limitou seu vocabulário para apenas "Eu sou Venom"). De Groot, passou para o corpo de Rocket Raccoon e depois assumiu o controle de Drax. Só se separou de Drax para poder retornar para seu planeta natal e ser purificado de todo o ódio.

Lee Price

Lee Price

Tempo depois, de volta à Terra e separado de Flash Thompson, o simbionte estava desesperado em busca de um hospedeiro. Deparou-se com Lee Price, um ex-ranger do exército americano que estava no meio de um tiroteio entre as gangues do Lápide e da Gata Negra. Venom protegeu Price dos disparos, porém, contra sua vontade, foi utilizado pelo rapaz para matar todos presentes no tiroteio.

Por mais que não conseguisse assumir o controle sobre a mente de Lee Price, o simbionte fazia o que fosse possível para frustrar os objetivos do rapaz. Por exemplo, fez com que Price vomitasse quando esse tentava conquistar uma vaga na gangue da Gata Negra.

Seu fim como Venom aconteceu quando Homem-Aranha, ajudando o FBI, enganou o simbionte dizendo que queria ser seu hospedeiro mais uma vez. Sem pestanejar, o simbionte abandonou Price e foi, então, capturado pela equipe do FBI.

Em outros universos

Outros universos

Até agora, todos os hospedeiros mencionados são aqueles presentes na Terra-616, o universo principal da Marvel. Contudo, em outras realidades, Venom já teve muitos outros hospedeiros. Entre os personagens que já se uniu estão o Justiceiro, Thor, Hulk, Wilson Fisk, Wolverine, Tocha Humana, Norman Osborn, Capitão América e Gavião Arqueiro.

Deadpool

Deadpool

Cronologicamente falando, Deadpool foi o primeiro a se unir com o simbionte, antes mesmo que Peter Parker. Ele também estava presente no Mundo de Batalhas e também teve seu uniforme danificado (a mesma história do Homem-Aranha) e também usou o simbionte para reparar sua roupa.

Contudo, logo percebeu que aquela gosma preta possuía consciência e estava mexendo com sua mente. Achando que sua loucura faria mal para aquela criatura, Deadpool retornou o simbionte para o ligar onde o encontrou.

Em outras realidades Deadpool e Venom já se uniram outras vezes.

Animais

Animais

Nem sempre Venom consegue se unir a um super-herói ou mesmo a um humano digno. O simbionte faz parte de uma raça alienígena que precisa estar conectado a um hospedeiro para poder sobreviver. Por isso algumas vezes se viu forçado a se conectar a animais, entre eles estão um gorila, uma cachorro e um tiranossauro.

Esses foram os principais hospedeiros de Venom. Contudo, trata-se de um personagem muito popular e querido pelas pessoas, o que provavelmente fará com que viva ainda muitas histórias e se una outros personagens, aumentando cada vez mais esta lista.