Game of Thrones: 7 detalhes imperdíveis em The Dragon and the Wolf

“The Dragon and the Wolf” chegou finalmente e com ele o finale da sétima temporada da série. Se você é um fã que não consegue ainda aceitar que acabou, então temos a solução. Confira vários detalhes que vão renovar sua vontade de assistir ao episódio!

Spoilers para a série.

1. Cão de Caça vs Montanha

Sandor e Gregor Clegane

Enquanto todos aguardavam a mais importante reunião política de Westeros, a atenção de Sandor Clegane estava toda na pessoa que ele mais odeia no mundo: o seu irmão. O Cão de Caça reencontra Gregor em seu atual estado zumbi, e tem a certeza que ele o reconhece.

Sandor diz então a Montanha que o seu fim está escrito e deixa a ameaça no ar de que será ele a matar o irmão. O Cão de Caça diz que Gregor “sempre soube” quem terminaria com sua vida e essa é uma ameaça que praticamente confirma a teoria “Cleganebowl”.

Há anos que os fãs querem ver “Cleganebowl” acontecer, o que é o mesmo que dizer que estamos falando do duelo mais intenso da história de Game of Thrones. Há muito tempo que o público quer ver esta teoria ser transformada em realidade, graças à história que ambos compartilham e o seu ódio mútuo.

2. Ossos de dragões?

Daenerys e Jon Snow

Depois de Cersei ter abandonado a reunião e Tyrion ter ido ao seu encontro, Jon Snow e Daenerys esperaram pelo seu retorno no Fosso dos Dragões. Enquanto aguardavam, Jon pegou e observou os ossos que estavam no chão e mais tarde dando um deles a Daenerys.

Enquanto os dois conversam, Dany mantém o osso na mão e depois o dá novamente a Jon. Um dos temas mais relevantes da sua conversa é o da suposta infertilidade de Daenerys, que aqui parece simbolizada pelos fragmentos de várias gerações de dragões.

Embora sem confirmações que esses ossos eram realmente de dragão, é uma ligação óbvia em um episódio tão focado na verdadeira linhagem de Jon Snow. São os vestígios do passado nas mãos do futuro da Casa Targaryen.

3. Stark e Greyjoy

Theon Greyjoy

Em uma das cenas mais emocionalmente poderosas do finale, Theon revelou a Jon o seu dilema interior em crescer como um Greyjoy refém na Casa Stark. Demonstrando uma vulnerabilidade e honestidade profunda, Theon explicou a Jon que sempre sentiu que tinha de escolher um dos lados e não sabia como fazer a escolha correta.

Jon Snow respondeu de uma forma que deixaria Ned Stark orgulhoso:

“Nosso pai era mais um pai para você do que o seu algum dia foi. Mas você nunca o perdeu. Ele é parte de você. Tal como ele é uma parte de mim. Você não precisa escolher. Você é um Greyjoy, e é um Stark.”

Com esta mensagem, Jon aconselha Theon de que ele não tem de escolher entre o sangue e a sua família de acolhimento. E esta é também uma mensagem para o futuro de Jon Snow que viverá um dilema semelhante a Theon. Esta será uma lição que o próprio Rei do Norte vai ter de aprender quando ele descobrir a sua verdadeira linhagem.

4. Rhaegar parecido com Viserys

casamento de Rhaegar Targaryen e Lyanna Stark

Ficou confuso quando viu a cena de casamento entre Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen? Não está sozinho. Não, aquele não era o mesmo ator que interpretou Viserys na primeira temporada mas as semelhanças são inegáveis.

É provável que isto se deva ao fato de Viserys idolatrar o irmão mais velho. Seguindo o modelo de Rhaegar, Viserys adotou um estilo semelhante desde a roupa ao cabelo, provavelmente em uma tentativa de se elevar ao estatuto que um dia tinha pertencido ao antigo herdeiro do trono.

5. Justiça poética na morte de Petyr Baelish

Petyr Baelish

Depois de tantos anos a subir na escada do poder, criando e manipulando o abismo de todos à sua volta, Petyr Baelish conheceu o seu fim. E a sua morte chegou justamente pelas mãos da família que ele tanto queria destruir.

A forma como ele cai na armadilha dos irmãos Stark e é desmascarado para todos os presentes no salão, tem várias semelhanças com dois dos momentos mais importantes da saga. Tal como Bran lembrou, foi Mindinho quem atraiçoou Ned Stark e orquestrou a sua captura em aliança com Cersei e Joffrey Baratheon.

Rodeado pelos Guardas Reais, os homens de Ned foram mortos pelo exército Lannister quando Ned menos esperava. Tal como Baelish esperava ver o julgamento de Arya Stark e acabou por ser ele o acusado, terminando com os homens do Vale ignorando o seu pedido de auxílio.

No final, Mindinho morre com a garganta cortada por Arya. Este detalhe lembra a morte de Catelyn Stark, o grande amor de Baelish, que foi traída pelos Frey e acabou também com a garganta cortada no Casamento Vermelho.

A morte de Petyr Baelish foi assim profundamente satisfatória, com o grande manipulador de Westeros morrendo do mesmo jeito que viveu e perdendo sua vida em Winterfell, a casa da família que ele tanto traiu.

6. Os irmãos Stark têm um lugar preferido para simbolizar a sua confiança uns nos outros

Arya e Sansa

Depois de Sansa e Arya terem desmascarado e executado Lorde Baelish, as irmãs conversam sobre a importância da família em um lugar já conhecido do público. Depois da Batalha dos Bastardos, Sansa e Jon conversaram nesse mesmo local sobre a necessidade de confiarem um no outro.

Sansa e Jon

A conversa das irmãs levou à recordação de umas melhores lições de Ned Stark. Na primeira temporada, Arya confessa a Ned que odeia Sansa por ter apoiado Joffrey e tudo ter terminado com o assassinato do seu amigo Mycah.

Ned responde que eles têm de se proteger mutuamente, tomarem conta uns dos outros. Agora no finale da sétima temporada, Arya repete as mesmas palavras do pai à irmã, simbolizando a união das duas. Sansa responde com outra frase de Ned, mas que apenas existiu nos livros:

“Quando as neves caem e os ventos brancos sopram, o lobo solitário morre, mas a alcateia sobrevive.”

Ambas sentem saudades do pai e juntas respeitaram a sua memória mostrando que nada, nem mesmo Mindinho, poderia afastar os Stark.

7. O estranho olhar de Tyrion

Tyrion Lannister

Enquanto os fãs de Jonerys pulavam de alegria por finalmente verem Jon e Dany juntos, uma figura espiava nas sombras. Estranhamente, não foi Jorah Mormont, o eterno apaixonado pela Khaleesi, mas sim Tyrion Lannister.

O olhar de Tyrion parece demonstrar preocupação, confusão e… ciúme? Será possível que a Mão da Rainha esteja apaixonado pela sua soberana? Cersei parece ter entendido exatamente isso quando comparou Daenerys a Shae, o antigo amor de Tyrion, chamando a Khaleesi de “outra prostituta estrangeira que não sabe o seu lugar”.

Podemos ver isso apenas como Cersei sendo igual a si mesma, cuspindo acusações e insultos somente para magoar. Mas esta não é a primeira vez que existiram sinais de um sentimento maior de Tyrion pela sua rainha.

Na última temporada, Tyrion aconselha Dany a deixar Daario Naharis em Mereen dizendo que “ele não foi o primeiro a amá-la, e não será o último.” No episódio “Beyond the Wall”, o anão pede à Mãe dos Dragões que não vá em auxílio de Jon Snow e diz que ela é “a pessoa mais importante do mundo”.

Fora da série, temos outras informações que podem mostrar que Jon Snow e Tyrion Lannister iriam ser rivais românticos. Recentemente foi descoberto o plano original de George R.R. Martin para As Crônicas de Gelo e Fogo, no qual estava detalhado um triângulo amoroso entre Jon, Tyrion e… Arya. Por muito estranho que pareça hoje em dia, Martin planejava um Tyrion apaixonado por Arya mas não sendo correspondido, já que ela e Jon viveriam atormentados por um amor que não podiam cumprir. Segundo o autor, isto levaria a uma “rivalidade mortal” entre Tyrion e Jon Snow.

Essa rivalidade poderá estar agora a ser criada com Daenerys no centro do drama em vez de Arya. Desde que Tyrion matou Shae que ele se tornou em um homem muito mais amargurado, sem demonstrar a paixão por mulheres e libertinagem pelas quais era famoso.

Inicialmente poderíamos pensar que ele estava ainda de luto pelo amor e se recompondo da traição, mas até hoje o pequeno leão não demonstrou sentimentos por mais ninguém ou retomou seus velhos hábitos com prostitutas. Tyrion parece totalmente dedicado a Daenerys, mas será que chega ao ponto de a amar? Infelizmente as respostas só chegarão na oitava temporada prevista para finais de 2018 ou início de 2019.

Valar Morghulis, caros Aficionados.