Depois do sucesso que foi Rogue One: Uma História Star Wars, chegou finalmente aos cinemas o segundo filme da série de spin-offs que a Lucasfilms vai lançar durante os próximos anos, baseados na franquia Star Wars.

Han Solo: Uma História Star Wars é o filme que nos conta a origem do personagem Han Solo. Somos apresentados às suas motivações originais e ao início de algumas das relações mais icônicas de toda a franquia.

Apesar de manter muitos detalhes que caracterizam todos os projetos Star Wars, este longa surge como uma lufada de ar fresco, mostrando que ainda é possível fazer coisas diferentes dentro desta mítica franquia que conta já com mais de 40 anos de existência.

O filme que os fãs de Star Wars precisavam

han solo

Antes de tudo é necessário dizer que Han Solo: Uma História Star Wars não é um filme consensual e certamente irá dividir os fãs da franquia. Contudo, oferece algo que nenhum outro conseguiu oferecer ao longo da existência do projeto criado por George Lucas.

O filme mantem a estética criada recentemente pelos últimos filmes, mas inova em muitos aspectos, criando uma atmosfera refrescante e totalmente nova, se destacando dos restantes lançamentos.

A história está extremamente bem contada e o diretor Ron Howard de parabéns, pois conseguiu encontrar um equilíbrio perfeito entre comédia, drama e ação. Durante toda a película, não existe um momento morto, o ritmo é elevado deixando os espectadores colados à telona do início ao fim do filme.

Obviamente que nem tudo é bom e existem alguns detalhes menos bem executados, uma ou outra personagem deixam um pouco a desejar e existem alguns efeitos digitais que são muito evidentes.

Contudo, nada disso apaga o brilhantismo do mais recente filme de Ron Howard, que certamente deliciará muitos fãs de Star Wars!

A revolução dos droides

L3-37

Comecemos por um dos detalhes mais distintos deste filme! Apesar de cumprir uma das tradições da franquia, introduzindo um novo droide de nome L3-37, esse robô tem várias características que nunca tinham sido exploradas no universo Star Wars.

Basicamente, L3-37 é um droide com livre-arbítrio e com uma faceta extremamente revolucionária. Basicamente ele procura igualdade para todos os droides, censurando o comportamento que a galáxia tem para com todos os robôs, que os acabam por tratar como meros serviçais.

Para além da personalidade forte, L3-37 tem um lado humano muito grande, demonstrando até alguns sentimentos para com alguns personagens ao longo do filme. Este novo droide tem ainda um papel fundamental numa das cenas mais decisivas de todo Han Solo: Uma História Star Wars.

Han Solo e as relações interpessoais

solo-star-wars

Para além do filme se focar na origem do personagem Han Solo, ele se centra especialmente nas relações que este criou e que acabaram por moldar a sua personalidade futura.

Basicamente, Han Solo: Uma História Star Wars é um filme sobre amizades, inimizades, confiança e traição. O longa tem uma carga humana muito forte, explorando vários tipos de sentimentos, surpreendendo o espectador com diferentes twists e reviravoltas ao longo da história.

No final de Han Solo: Uma História Star Wars, os fãs conseguem entender os motivos que moldaram a personalidade de Han Solo e que fizeram dele uma das personagens mais amadas de toda a franquia Star Wars.

Apresentando Chewbacca 

solo-chewie-movie

Um dos momentos mais divertidos de todo o filme é quando o espectador tem a oportunidade de ver o surgimento da relação de amizade entre Han Solo e Chewbacca.

O modo como a história da relação entre os dois é contada é extremamente fluída e parece acontecer de uma forma muito natural e orgânica.

São várias as referências feitas a outros momentos que estes dois personagens partilharam ao longo da franquia com mais de 40 anos de existência! Certamente um dos pontos altos de Han Solo: Uma História Star Wars.

Lando Calrissian, a surpresa do filme!

Lando Calrissian-aficionados

Esse filme possui um verdadeiro elenco de luxo, contando com vários atores de renome que construíram personagens incríveis, no entanto existe um ator que se destaca!

Donald Glover, que dá vida a Lando Calrissian, fez um trabalho fantástico e é facilmente o personagem que mais se destaca de todo o filme. Lando é extremamente cativante, criando momentos de humor e de drama em uma fórmula perfeita que não deixa ninguém indiferente.

Outros atores também cumprem muito bem os seus papéis, como são os casos de Woody HarrelsonPaul Bettany que conseguiram criar uma aura incrível em torno dos personagens BeckettDryden Vos.

Notas finais

filme-star-wars

Han Solo: Uma História Star Wars é um filme bem completo, recheado de momentos especiais, referências e personagens extremamente cativantes.

Temos ainda de destacar dois momentos que certamente deixarão qualquer fã de Star Wars arrepiado. Estamos falando do cameo surpreendente de Darth Maul e da personagem Enfys Nest, que para além de possuir um traje com um design fantástico, acaba por ser uma das grandes surpresas do filme!

Tudo isto faz de Han Solo: Uma História Star Wars, um filme obrigatório para qualquer fã da franquia, no entanto, como dissemos no início desta crítica, este não deverá ser um projeto consensual. Por isso, corra já para a sala de cinema mais próxima, embarque nesta nova aventura Star Wars e tire as suas conclusões!