Capitã Marvel: Revelado como encontraremos Nick Fury no filme

Até o momento, a única informação que tínhamos sobre em que situação encontraremos um jovem Nick Fury em Capitã Marvel é a de que ele estará iniciando sua carreira na S.H.I.E.L.D..

Agora, contudo, o ator Samuel L. Jackson, intérprete do personagem, e o produtor Jonathan Schwartz revelaram mais detalhes do jovem Fury.

Um ex-militar cético

Nick Fury

Em entrevista à última edição da revista Empire, que teve Capitã Marvel como capa, Samuel L. Jackson revelou que encontraremos Nick Fury algum tempo depois de ele ter deixado o exército.

Segundo o ator, o relacionamento do novo agente com a S.H.I.E.L.D, neste ponto, é bem menos complexo do que a vemos nos filmes dos Vingadores.

"E ele não está basicamente sentado a uma mesa na recém-criada S.H.I.E.L.D., fazendo avaliação de ameaças, tentando descobrir de onde a próxima guerra vai aparecer ou de onde virá nossa próxima ameaça. [...] Ele tem um trabalho chato no qual você envia pessoas à campo para ver se o governo está fazendo isso ou aquilo."

Além disso, o jovem Fury não acreditava na possibilidade de existirem alienígenas. Em seu primeiro encontro com Carol Danvers, inclusive, ele deve demorar a acreditar na história da híbrida de humano com Kree (nada que um canhão de fótons nas mãos não dê jeito, né!).

Segundo Jackson, o que Fury vive em Capitã Marvel o faz perceber que:

"Ele precisa achar outras pessoas ou seres que estejam dispostos a serem nossos aliados."

Alô, iniciativa Vingadores!

Outro detalhe revelado sobre o personagem é que sua versão mais nova foi o maior processo de rejuvenescimento digital que a Marvel já fez em seus filmes. A tecnologia, chamada Lola VFX, foi a mesma usada nos processos com Michael Douglas, Robert Downey Jr. e Kurt Russell.

Segundo o produtor Jonathan Schwartz:

"Nick Fury se tornou uma parte tão importante deste filme. E eu não consigo imaginar sequer pedir para que outro ator substitua Sam [Samuel L. Jackson]."

Capitã Marvel chega aos cinemas no dia 8 de março (7 de março no Brasil).