Mulan | Boicote ao longa ganha força na Coreia

Parece que o filme Mulan está se metendo cada vez mais em uma grande enrascada. Após a protagonista do longa, Liu Yifei, declarar seu apoio as autoridades chinesas, diversos manifestantes de Hong Kong apelaram para um boicote ao novo live-action da Disney. E esse boicote está ganhando cada vez mais força, inclusive na Coreia.

De acordo com o The Korean Times, a hastag criada para o movimento contra o filme ganhou força no país. A tag nas redes sociais vem acompanhada de críticas dos internautas a postura de Yifei, que deixou claro sua opinião a favor das autoridades na plataforma Weibo.

Liu Yifei como Fa Mulan

Durante essa semana, diversos manifestantes tomaram as ruas de Hong Kong contra a lei de extradição em Hong Kong. Os protestos começaram em março, porém agora com as declarações da protagonista de Mulan é que tomaram mais força ainda.

Mesmo com as denúncias dos protestantes contra a polícia de Hong Kong, que estariam usando força bruta e excessiva contra eles, Yifei tomou posição a favor das autoridades. Isso deixou muitos internautas e os próprios manifestantes irritados.

Mulan já vem sofrendo ataques na internet há algum tempo, uma vez que elementos da história foram modificados. Para muitos, a ausência do dragão Mushu, por exemplo, é algo imperdoável na nova versão feita pela Disney.

Qual é sua opinião sobre o que o que vem sendo apresentado sobre o filme?

Mulan chega aos cinemas no dia 26 de março de 2020.

FIQUE LIGADO:

Mulan | Manifestantes de Hong Kong promovem boicote ao filme

Por que o live-action de Mulan não será parecido com a animação?

Mulan | Live-action pode não ter Mushu e músicas cantadas pelos atores