No episódio “Head Full of Snow”, a série Deuses Americanos apresentou uma nova entidade da mitologia árabe. Se você ficou intrigado pelo taxista de olhos de fogo, não pode deixar de conferir as lendas dos jinn e dos ifrit.

Um espírito de fogo em Deuses Americanos

Salim e o Ifrit

A decadência das divindades de antigamente é um tema comum em Deuses Americanos. Mas não são somente os velhos deuses que estão lutando pela sobrevivência neste estranho mundo moderno.

Uma criatura das lendas árabes, o jinn é imaginado no Ocidente como o gênio do Aladdin, um ser aprisionado em uma lâmpada mágica e vivendo para conceder desejos. Mas o gênio de Deuses Americanos está longe dessa imagem disneyficada.

Esse jinn (ou ifrit) é um taxista em Nova York, trabalhando durante longas horas e sendo mal tratado a toda a hora pelos passageiros. E graças aos seus olhos flamejantes, ele tem de usar óculos de sol dia e noite.

É através de Salim, um jovem vendedor do Omã, que conhecemos melhor a entidade sobrenatural. Tal como o jinn, Salim está lutando pela sua sobrevivência longe de casa e trabalhando em algo que odeia para viver de acordo com as expectativas da família. O encontro entre ambos é uma revolução nas suas vidas que começa com uma troca de experiências como emigrantes. A conexão entre os dois é imediata (spoilers):

Salim repara mais tarde que os olhos do taxista têm chamas e reconhece a entidade sobrenatural. Ele dá o seu número de hotel ao jinn e os dois passam a noite juntos, em um ambiente de aceitação plena e se envolvendo intimamente e espiritualmente.
De manhã, Salim acorda sozinho e sem os seus documentos, mas o jinn deixou as chaves do táxi e a sua identificação.Eles trocam de lugares na vida, com Salim finalmente se libertando da repressão interna da sua homossexualidade e da opressão familiar. Em entrevista à revista Out, o ator Mousa Kraish que interpreta o jinn, explicou a mensagem da cena: “O jinn entra na vida de Salim para dizer ‘Não há problema em ser quem você é’.”
No livro, é deixada no ar a ideia que Salim se teria transformado no jinn porque o taxista abandona seus óculos no hotel. Mas na série, foi decidido dar um rumo mais positivo à história de Salim e após o encontro, seus olhos permanecem sem chamas.

Conheça a lenda de Anansi, o Mr. Nancy de Deuses Americanos

Quem são os jinn e ifrit na mitologia?

Ifrit

Na verdade, um ifrit é uma classe de jinn, um tipo específico destas entidades sobrenaturais. Segundo a tradição islâmica, existem 3 classes de seres: os anjos, os humanos (criados a partir da lama) e os jinn (nascidos do fogo).

O Alcorão refere especificamente os jinn e a sua criação no versículo 15:27 como tendo sido criados a partir de “fogo escaldante”. Estes espíritos sobrenaturais são vistos como demônios, mas é também claro na sua mitologia que eles possuem livre arbítrio, o que significa que se poderia encontrar bons ou maus jinn.

Os Ifrit são a classe infernal dos jinn e considerados os mais poderosos entre estes seres. Um ifrit pode ser do gênero masculino ou feminino, reconhecidos pela sua força, astúcia e possuem uma dimensão corpórea. Eles podem assumir a forma que desejarem, seja humano, animal, ou qualquer possibilidade física do mundo.

Na sua essência, eles são criaturas de fumaça com asas enormes, tradicionalmente habitando ruínas ou locais subterrâneos. Embora sejam entidades sobrenaturais, os ifrit podem ter relações com humanos e até existem lendas de casamentos entre os dois seres.

Armas comuns ou força bruta não têm nenhum efeito contra um jinn, mas são vulneráveis à magia. O temperamento de um ifrit é instável, sendo tradicionalmente criaturas perigosas conhecidas pelas suas ilusões e malícia.

Descubra a mitologia terrível de Czernobog

A ligação entre o Jinn e Bilquis

Salim e o Ifrit

Embora nada aponte para uma relação entre o ifrit taxista e Bilquis na série Deuses Americanos, existe uma ligação inscrita no Alcorão. Bilquis é um dos nomes da lendária Rainha do Sabá e a sua história está inscrita nas principais religiões mundiais.

O Rei Salomão foi o único líder humano a quem os jinn obedeceram e o único com um exército composto destas criaturas. O Alcorão cita o Rei Salomão pedindo que alguém traga o trono da Rainha do Sabá até ele, e um ifrit responde à ordem:

38. (Salomão) disse: “Quem de vós pode me trazer o seu trono antes que eles venham até mim em submissão?”

39. Um audacioso entre os jinn disse: “Eu o trarei a você antes que você se levante de seu lugar; Tenho força para isso e sou fiel”

Saiba mais sobre Bilquis, a Rainha do Sabá

Entre no nosso grupo de Facebook da série