O segundo episódio de Deuses Americanos (no original, American Gods) apresentou um velho deus da cultura pagã: Czernobog. Mas quem é essa divindade e o que representa? Confira o que precisa saber sobre este personagem bizarro e conheça sua mitologia impressionante.

Quem é Czernobog na série?

Czernobog

Em Deuses Americanos, conhecemos o antigo deus Czernobog durante a viagem de Wednesday e Shadow pelo coração do país. O velho deus é originalmente do leste europeu e está relutante em entrar na guerra contra os novos deuses, desconfiando das motivações de Wednesday.

Quando veio para a América, Czernobog continuou a dar uso ao seu temível martelo. Ele trabalhou em um matadouro, usando sua arma para abater rapidamente as vacas com apenas um golpe.

Mas com a chegada de novas tecnologias, o seu poderoso martelo deixou de ter razão de existir no matadouro. Surgiram novas formas de abater o gado que reformaram toda a indústria e deixaram Czernobog sem trabalho. Um deus orgulhoso naquilo que fazia, tudo perdeu o sentido com esta mudança que destituía a sua atividade de qualquer talento ou habilidade.

Czernobog na mitologia eslava

Czernobog

Também chamado de Chernobog, Chernabog, Tchernobog ou simplesmente o Deus Negro, esta divindade eslava é a representação do mal. As únicas fontes históricas que existem remontam ao século 12 e são de origem cristã. Nessas fontes, Czernobog é o deus da morte, caos e azar, encarnando toda a maldade existente no mundo e considerado o responsável pelas tragédias e infortúnios.

Embora considerado o equivalente a Satanás na antiga cultura eslava, acredita-se que não tinha o mesmo significado de Lúcifer. Tal como outros cultos pagãos, a mitologia eslava respeitava o equilíbrio entre o bem e o mal, acreditando na necessidade da escuridão como parte da natureza mas tendo esperança que a luz irrompesse entre as sombras.

O outro lado de Czernobog: Bielobog

Chernobog e Bielobog

No livro Deuses Americanos, o irmão de Czernobog é o seu total oposto. Bielobog (também chamado de Belobog, Belbog ou Belun, entre outros nomes) é a divindade da luz, representando todo o contrário do seu irmão.

Bielobog é a a vida para a morte de Czernobog, a boa sorte, a felicidade e sucesso na vida dos crentes. Este deus eslavo é chamado de Deus Branco e imaginado como um velho com uma longa barba e irradiando luz.

As lendas antigas falam do conflito entre os dois irmãos que gerou os ciclos da noite e dia e das estações do ano, cada um governando a parte que lhe respeitava. Embora entidades individuais na mitologia, Neil Gaiman deixou a sugestão no livro de que Bielobog e Czernobog eram a mesma divindade, como dois lados da mesma moeda.

O martelo é uma referência macabra da história americana

Czernobog

Não se encontra na mitologia de Czernobog alguma referência a martelos, mas esta adição de Neil Gaiman tem suas raízes na história americana. No livro, Shadow Moon, Czernobog e Mr. Nancy visitam uma localidade perto de Cherryvale, Kansas.

Este local é considerado sagrado para a divindade das trevas graças a um dos capítulos mais sangrentos da história dos Estados Unidos da América. Foi em uma clareira perto de Cherryvale, no século 19, que a família Bender ficou conhecida graças aos seus assassinatos em série.

Chamados de os “Benders Sangrentos”, os assassinos montaram um cenário de terror dentro de sua própria casa. Na sua propriedade, a família tinha uma mercearia e uma hospedaria onde escolhiam friamente suas vítimas.

Se um viajante parecesse ser rico, eles o convidavam a se sentar em um lugar “de honra” com um alçapão por baixo da cadeira. O método de assassinato envolvia vários elementos da família, se especulando que a filha de 23 anos – Kate – começava por distrair o hóspede. Nesse momento, alguém surgia atrás do viajante e acertava com uma marreta em sua cabeça. Para assegurar que ele realmente morria, outra pessoa cortava a garganta da vítima e depois o seu corpo era jogado para o porão através do alçapão secreto.

Foram encontradas mais de uma dezena de vítimas mas especula-se que existiriam muitas mais por descobrir. No livro de Neil Gaiman, Czernobog visita este local para recarregar suas energias e recuperar parte do seu poder em um mundo onde o seu nome está progressivamente sendo esquecido.

O martelo poderoso de Czernobog é uma referência direta aos Bender que usavam uma marreta para atacar as vítimas. Embora o seu nome nunca seja referido no livro, é sugerido que a família de assassinos praticava estes atos macabros como sacrifícios humanos em honra do deus eslavo.

[LEITURA-RELACIONADA=1143 "Saiba mais sobre o Jinn de Deuses Americanos e a mitologia do Ifrit"]Entre no nosso grupo de Facebook de Deuses Americanos!