Westworld criou um verdadeiro labirinto de mistérios na cabeça dos fãs, que agora questionam tudo o que estão vendo na série. Com a aproximação do último episódio, várias teorias surgem para explicar os enigmas finais – e nós contamos tudo para você!

Sinopse oficial de “The Bicameral Mind ”

Ford e Bernard

A sinopse oficial do último episódio dá o ponto de partida para este artigo. Olha só como sutilmente coloca as peças de xadrez no tabuleiro:

“Ford (Anthony Hopkins) revela a sua nova e ousada narrativa; Dolores (Evan Rachel Wood) abraça a sua identidade; Maeve (Thandie Newton) coloca o seu plano em ação.”

Simples e efetivo. Vamos agora por partes!

Dolores é Wyatt

Dolores

Como é possível que a mocinha seja o vilão que destruiu a vida de Teddy? Afinal, Wyatt nem existia até o episódio 3, quando Ford criou um passado mais robusto e detalhado para o eterno pretendente de Dolores.

O que sabemos sobre Wyatt? Segundo Teddy, ele era o sargento do seu regimento respeitado por todos, até que um dia enlouqueceu e massacrou a vila de Escalante com a ajuda de Teddy. O anfitrião carrega desde então a sua culpa como penitência. No episódio 9, Teddy conta como Wyatt convenceu ele a fazer algo tão horrível:

“Ele me disse que precisava de mim. Eu não consegui resistir. Era como se o próprio diabo tivesse tomado controle de mim.”

Wyatt

Quem é irresistível para Teddy? Dolores. A quem Teddy jurou proteger? Dolores. Todo o ciclo deste anfitrião gira em torno de Dolores Abernathy. Teddy foi programado para ser a razão pela qual ela não sai de Sweetwater, sempre aguardando seu apaixonado que morre todas as noites enquanto ela é estuprada.

Mas e se não tivesse sido sempre assim? Antes de Sweetwater, existiu Escalante, a terra dos primórdios do parque, antes mesmo de abrir ao público. O massacre da população ocorreu aqui, sob o comando de um Wyatt possuído pela voz de um ser superior.

Poderia essa voz ser a voz de Arnold? Sabemos que Dolores e Arnold mantinham conversas privadas onde ele estimulava a consciência da anfitrião. Arnold queria despertar a verdadeira consciência em robôs e criou com Dolores uma ligação muito especial.

Se Wyatt é descrito por Teddy como tendo desaparecido durante algum tempo e voltado com “ideias estranhas”, isso adequa-se perfeitamente aos momentos de Dolores com Arnold. Especialmente, com a revelação do nono episódio, onde Dolores relembra que foi ela quem matou o seu querido criador.

Teddy contou como Wyatt matou o “general”, algo que tem tudo para ser Arnold aos olhos do anfitrião. E falando na visão de Teddy: se os robôs são programados para só enxergarem aquilo que não os afeta, isso explica por que ele viu Wyatt onde existia Dolores.

Mas o que levaria Dolores a matar todos, incluindo Arnold? As duas teorias mais fortes dão a autoria do massacre ou a Ford ou a Arnold.

Dolores

As divergências entre os dois criadores de Westworld podem ter saído de controle, com um dos lados usando Dolores para destruir o outro. Ford pode ter feito com a anfitriã o mesmo que fez com Bernard em “The Well-Tempered Clavier”, para recuperar o controle do parque.

Por outro lado, os avanços de Arnold com Dolores podem ter provado que ela tinha atingido a consciência que ele tanto queria. Ao ver isso, e sabendo os planos de Ford, Arnold pode ter tentado destruir tudo para que a existência dos anfitriões não fosse reduzida aos caprichos de Ford e futuros visitantes.

No episódio final da primeira temporada, foi revelado que Dolores realmente era Wyatt. Não só isso como foi Arnold quem planejou a destruição do parque pelas mãos da sua anfitriã preferida, chegando a comandar que ela o matasse.

Confirmando a teoria de que Dolores é o grande vilão, Ford mostra novamente requintes de crueldade ao tornar esse amor (ainda mais impossível). Teddy não pode estar com Dolores até se vingar de Wyatt; mas se Dolores é Wyatt, Teddy nunca vai ficar com o seu grande amor.

Bônus 1

A atriz Evan Rachel Wood compartilhou no seu Instagram uma pista que indica a verdadeira identidade de Dolores:

#DoloresAbernathy in 3 fictional characters. #Westworld

Uma foto publicada por Evan Rachel Wood (@evanrachelwood) a

As primeiras imagens são icônicas na cultura popular: Alice no País das Maravilhas e o Exterminador do Futuro. A terceira imagem poderia ser apenas de um personagem típico do velho Oeste até vermos o seu nome: Wyatt.

Wyatt Earp é o nome do personagem desempenhado por Kurt Russell no filme Tombstone - A Justiça Está Chegando.

Ou Evan está brincando com nossos corações ou deu a resposta para o enigma de uma forma original…

Bônus 2

Veja como Wyatt e Dolores usam a mesma arma:

Dolores

Wyatt

O impacto da revelação da identidade de Arnold na série!

A nova narrativa de Ford é a recriação do incidente

Ford e Dolores

Se todas as histórias de Ford são baseadas na verdade, ele pode ter usado o massacre de 35 anos atrás para criar a sua nova narrativa. A zona vermelha do mapa seguinte mostra onde está sendo construída a nova história de Ford:

mapa de Westworld

Perto ao mar, esta também é a zona que Dolores pinta e a qual associa à sua antiga casa.

No episódio 2, Ford escolhe um lugar para desenvolver a sua narrativa inovadora. Este lugar tem apenas areia e uma cruz que faz parte de uma estrutura enterrada. Vários episódios depois, já vimos várias vezes essa cruz fazendo parte da igreja de Escalante, a terra do massacre. Ou seja, Ford está voltando ao lugar onde o incidente ocorreu.

Ao longo da temporada, o velho cientista foi colocando os vários peões em posições estratégicas para a sua história:

  • Criou Wyatt no passado de Teddy, o que fez com que o Homem de Preto descobrisse Escalante;
  • As vozes interiores de Dolores levaram ela a refazer a viagem de redescoberta da sua antiga terra “natal” e da verdade sobre a morte de Arnold;

Isso coloca o Homem de Preto e Dolores em rota de colisão, um encontro inevitável entre os dois antigos apaixonados (partindo do pressuposto que Homem de Preto é William, 30 anos depois).

Homem de Preto

Qual o interesse de Ford nesse encontro?

Se a igreja é o início do labirinto, como tudo indica, o Homem de Preto esperava encontrar lá o seu adversário. Mas ao invés disso, está Dolores e não Wyatt. Mas se Dolores for de fato Wyatt, este é o melhor adversário que o Homem de Preto poderia encontrar.

Ford sabe do amor do humano pela robô e vai usar isso em sua vantagem. Já foi mostrado na série que o Homem de Preto é alguém com muito poder na administração do parque. Recentemente, Charlotte interrompeu até a sua jornada para comunicar a ele que queria o seu voto para expulsarem Ford de Westworld.

Ao apresentar Dolores, Ford pode estar jogando uma grande carta para tirar Homem de Preto do baralho – e do jogo que a Delos está fazendo para tomar controle de Westworld.

Dolores

Mas este não é o único objetivo de Ford. Arnold revelou a Dolores que quem encontrasse o centro do labirinto poderia alcançar a liberdade. Se a gente enxergar a mitologia do labirinto como uma metáfora para a busca da consciência, talvez isso tenha sido um teste desenhado por Arnold. Um teste para verificar a possibilidade de um robô ganhar consciência.

E se Ford estiver usando o mesmo labirinto para atrair os anfitriões conscientes? Usando o sistema de Arnold para guiar eles para Escalante, onde as memórias de Arnold vão ser destruídas ou até mesmo o próprio labirinto será destruído.

Ford realmente recriou o incidente 35 anos atrás, mas os seus motivos eram bem menos perversos do que as nossas previsões. Ford completou o trabalho iniciado por Arnold e deu liberdade para os anfitriões fazerem as suas escolhas.

Foi revelado que ele esteve trabalhando durante décadas para que os robôs compreendessem os seres humanos e usassem o sofrimento infligido por eles para se revoltarem sem misericórdia, como acabou acontecendo.

Bônus

Peter Abernathy

Robert Ford gosta decitar grande nomes da literatura, como Shakespeare, algo em comum com o antigo pai de Dolores.

Antes de ser Peter Abernathy, este anfitrião tinha desempenhado papéis onde frequentemente declamava Shakespeare. Quando ele encontrou a foto da noiva de William e começou a demonstrar um comportamento estranho, ele disse a Dolores a frase que mudaria a sua vida / ciclo: “Esses prazeres violentos têm finais violentos.”

A frase (originária de Romeu e Julieta) despertou a consciência de Dolores e ela começou a escutar uma voz. Mais tarde, ela diz a mesma frase a Maeve, que passa a questionar a realidade à sua volta.

Esta frase tem a habilidade de acordar os anfitriões para uma autodescoberta. Mas e se esta busca estiver sendo criada pelo próprio Ford, aquele que está um passo a frente de todo mundo?

Conheça mais frases icônicas de Westworld

A revolução de Maeve é coordenada pela Delos

Maeve e Hector

A jornada de Maeve tem sido realmente épica e tudo aponta para que a sua grande revolução aconteça no episódio final. Mas, segundo uma teoria de um fã no Reddit, pode ser que tudo esteja sendo orquestrado pela Delos.

Sabemos que a empresa usou Theresa para conseguir extrair informação para fora do parque, por exemplo. Os representantes da Delos sempre deixaram bem claro que o parque não era do interesse da empresa, mas sim a propriedade intelectual. Ford sempre se opôs a que esta informação valiosa fosse guardada fora de Westworld, mantendo assim o domínio sobre as suas criações.

E como isto se relaciona com Maeve? A sua capacidade de acordar quando quer faz ela se destacar entre os outros robôs. É através dessa sua capacidade que consegue estabelecer empatia com Felix e ganha poder sobre ele.

Maeve e Felix

No episódio 6, vemos ela ordenar aos seus dois ajudantes para melhorarem as suas definições, elevando a sua inteligência. Mas algo inesperado acontece: Felix repara que os seus níveis de paranoia e autopreservação foram alterados e aumentados por alguém com poder superior. É possível que tivesse sido alguém da Delos a manipular isso?

Ao invés de perderem mais tempo com um robô como o lenhador com o satélite incorporado, a Delos conseguia fazer um anfitrião chegar até eles.

No oitavo episódio, Maeve guia Felix em uma cirurgia para remover o explosivo alojado no seu corpo. Este dispositivo tornava impossível a sua saída do parque. Mas agora com uma inteligência excedendo os limites, Maeve consegue orientar Felix para estar mais um passo fora de Westworld.

A anfitriã questionou a sua realidade, conheceu os “deuses” e agora pretende organizar um exército e sair da gaiola do velho Oeste. Esta teoria desmonta tudo isso, mostrando que não é a determinação e o espírito despertando em Maeve, mas sim Delos chamando sua vítima.

Bastante triste, mas Westworld já nos ensinou faz tempo a esperar o pior...

Ainda não ficou claro quem estaria manipulando a narrativa de Maeve mas, no final, ela escolheu sair do trem que a levaria para longe do parque. Ela voltou atrás para buscar sua filha, indo contra o seu código, como foi revelado por Bernard. Saiba mais sobre isso aqui.

William é o Homem de Preto!