Detalhes sobre os cancelamentos Marvel-Netflix foram revelados!

O Justiceiro e Jessica Jones eram os únicos nomes que haviam sobrado na lista de produções não-canceladas da Marvel na Netflix. Até esta última segunda, quando foi anunciado o cancelamento das duas.

Especulações diziam que os cancelamentos teriam ocorrido porque as séries migrariam para a nova plataforma de streaming da Disney, mas isso foi desmentido pela empresa. Agora, parece que há um fato REAL para a decisão: a participação nos lucros!

Os últimos da lista!

O Justiceiro

O cancelamento das séries era algo que os fãs já esperavam por conta de outras produções da parceria Marvel-Netflix terem seguido o mesmo caminho. Mas de acordo com o The Hollywood Reporter, as coisas foram além das especulações sobre o Disney +.

A Netflix não tinha nenhuma participação acionária nas séries dos heróis. Ao invés disso, a empresa tinha que pagar uma alta taxa de licenciamento para cada série em questão, o que demandava mais dinheiro do que lucro para a empresa de streaming.

Com a queda da audiência, não havia mais sentido nenhum investir tanto dinheiro para manter os heróis. Os conflitos entre as empresas se tornaram mais frequentes, já que a Netflix queria reduzir o números de episódios das séries de 13 para 10 e a Disney não concordou.

Apesar de existir uma cláusula no contrato da Netflix que impede a Disney de usar os personagens em menos de um ano, esperamos ver os heróis novamente nas telinhas.

Jessica Jones e O Justiceiro seguem no catálogo da Netflix.