Conheça a história da Casa Stark de Game of Thrones

Com certeza os Starks são a Casa de Game of Thrones que mais sofreu durante toda a série, mas sem dúvida isso só mostra o tanto que eles são resistentes (pelo menos os personagens que sobreviveram). Descubra um pouco mais sobre a história por trás dessa casa tão querida pelos fãs dessa série.

Significado do Brasão

brasao

O brasão da casa Stark é um lobo gigante cinzento em um fundo branco. O lobo é um animal típico das regiões nortenhas e representa a ferocidade dessa região de Westeros. Já o branco remete à neve que costuma cobrir a paisagem, além de ser uma referência ao inverno, estação que possui grande relevância na história dos Stark.

O lema desta casa é "O inverno está chegando", uma das poucas casas de Westeros cujas palavras são um aviso e não uma ostentação. Esse lema denota o aspecto terrível que o inverno possui no mundo de Game of Thrones, uma estação fria na qual muitas coisas morrem e que pode durar meses e até mesmo anos. Realmente o inverno é algo pelo qual os Starks precisam se preocupar e preparar para enfrentar. É sábio sempre ter essas palavras em mente quando se mora no norte. 

Origem lendária

fundacao

A Casa Stark é uma das mais antigas de Westeros, tendo sua genealogia iniciada ainda na Era dos Heróis, período misterioso e lendário que aconteceu há milhares de anos atrás. Os Starks são descendentes dos Primeiros Homens, o primeiro grupo de pessoas a habitar o continente de Westeros. Mais especificamente, a casa Stark foi fundada por Bran, o Construtor, figura lendária que teria construído a Muralha, junto dos Filhos da Floresta e dos gigantes, além dos castelos de Ponta Tempestade e Winterfell, a morada dos Starks.  

Os Reis do Inverno

reis_do_inverno

Com a construção de Winterfell, os Starks se tornaram uma das mais poderosas famílias do norte de Westeros e ao longo dos anos derrotaram outras casas rivais. Dessa forma se firmaram como a família governante do norte e tomaram para si o título de Reis do Inverno.

Claro que isso não foi tão bem aceito por todo mundo. Desde o princípio do reinado dos Starks eles sofreram oposições. Um de seus principais inimigos foi a Casa Bolton, quem eles batalharam, venceram e proibiram a prática do esfolamento, tortura sinistra praticada pelos Boltons. Também enfrentaram várias vezes os homens das Ilhas de Ferro, e protegeram o norte contra a tentativa de conquista dos Ândalos vindo outro lado do Mar Estreito.

O reinado dos reis do inverno durou cerca de oito mil anos e só terminou após a conquista de Aegon Targaryen e suas irmãs. O rei Torrhen Stark havia marcado ao sul com um exército de trinta mil soldados para expulsar os invasores. Entretanto, ao saber da Batalha do Campo de Fogo e da destruição de Harrenhall, Torrhen decidiu se ajoelhar perante Aegon sem travar uma batalha, pelo bem de seu povo. Devido a esse gesto, Aegon Taragryen permitiu que os Starks se mantivessem no norte, não mais como reis, mas sim como os Protetores do Norte.

Família tradicional

costumes

Como os Starks são descendentes diretos dos Primeiros Homens, muitos dos costumes dessa raça de homens continuam vivos nessa família. Entre eles está o culto aos deuses antigos, diferentes das outras casas tradicionais de Westeros que costumam venerar os Sete que são Um, os deuses trazidos pelos ândalos. Por causa disso, Winterfell possui um bosque sagrado com uma árvore ancestral que possui uma face entalhada, o lugar de veneração a esses deuses.

Outro costume próprio dos Starks é o fato de enterrarem seus familiares em catacumbas abaixo de Winterfell. Nos níveis mais profundos estão os reis do passado, e mais próximo à superfície estão os Starks mais recentes. Sobre cada túmulo se encontra uma estátua de seu ocupante, guardada pela estátua de um lobo.

Os Starks são também a Casa de Westeros que mais apoia a Patrulha da Noite. A crença de que a Patrulha é uma instituição que garante a segurança dos Sete Reinos ainda é forte em Winterfell. Uma evidência disso é que muitos Starks (não apenas seus bastardos) optam por se unir a essa ordem. 

Espada Valiriana

gelo

Um dos tesouros mais importantes dos Starks é a Gelo, uma espada enorme feita de aço valiriano escuro. Foi adquirida pela Casa Stark cerca de quatrocentos anos antes do começo do reino de Robert Baratheon, que a encomendaram de Valíria.

É utilizada por Eddard Stark para executar prisioneiros, uma vez que ele acredita que aquele que decide a morte de alguém também deve ser a pessoa a executar a sentença.

Características dos Starks

características

Os Starks costumam ter características físicas similares entre si.  Normalmente possuem rostos longos, cabelos castanhos e olhos de íris cinzenta. Os traços psicológicos recorrentes a essa família são a melancolia e a frieza, embora alguns também sejam acometidos por um certo lado selvagem.

Os Starks possuem parentes em outras casas do norte de Westeros. A Casa Karstark do castelo de Karhold, como o próprio nome sugere, são uma ramificação dos Starks. Assim como seus parentes de Winterfell, os Karstarks também apresentam algumas características em comum, como os cabelos e os olhos.