Capitã Marvel: Brie Larson levou meses para aceitar o papel

A primeira vez em que a Marvel abordou Brie Larson sobre o papel de Capitã Marvel foi há vários anos. Desde então, a atriz se demonstrou resistente a aceitar o personagem. Já a proposta definitiva para assumir a primeira protagonista feminina de um filme da Marvel levou meses para ser assinada por Larson.

Em entrevista à próxima edição da Entertainment Weekly, a atriz contou porque resistiu tanto a aceitar dar vida a Carol Danvers e destacou a representatividade da heroína como o motivo para ter mudado de ideia. Kevin Feige e Samuel L. Jackson também opinaram sobre a escolha de Larson para o papel.

"Ela já é uma inspiração"

capitã marvel

Brie Larson gosta de ser anônima. Este é o motivo de ter demorado tanto a aceitar o papel de Capitã Marvel. Embora a atriz não seja desconhecida no universo do cinema - tendo, inclusive, ganho um Oscar de Melhor Atriz por O Quarto de Jack - é compreensível que todos os holofotes que um filme de super herói pode atrair a deixassem com receio.

"Eu nunca me vi fazendo algo como isso, basicamente porque eu gosto de ser anônima. Eu gosto de desaparecer em meus personagens, e eu sempre sinto que se eu estiver muito sob o olhar do público, isso pode me limitar no futuro."

O que a convenceu, então? A representatividade que Carol Danvers tem nos quadrinhos e pode ter no cinema. Larson é membro ativa do movimento #MeToo e uma grande defensora da luta feminista, característica que compartilha com a Capitã Marvel.

"Apenas de ver uma personagem que fala sobre como se sente e diz o que lhe vem à mente e não deixa que as pessoas fiquem em seu caminho é incrivelmente empoderador."

E o posicionamento da atriz foi um dos motivos que fez com que a Marvel visse nela sua Capitã Marvel. Na matéria publicada pela EW, o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, afirmou:

"Ela já é uma inspiração para muitos em seu trabalho no mundo real, e agora nós vamos colocá-la em um uniforme icônico e dar a ela esses poderes na tela grande."

O ator Samuel L. Jackson, que volta ao papel de Nick Fury no filme e já havia trabalhado com Larson em Kong: A Ilha da Caveira, também elogiou a performance da intérprete.

"Ela tem um senso de determinação que encaixa nesse personagem muito bem. É muito trabalho se preparar para algo desse tipo, e ela fez tudo. Ela tem o talento e a habilidade de fazer desse filme algo que será muito especial."

Capitã Marvel estreia no dia 8 de março.