Crítica 5ª temporada Arrow: O Arqueiro Verde está vivo!

Após duas temporadas decepcionantes, todo mundo estava olhando para a 5ª temporada de Arrow com alguma desconfiança.

A série que iniciou o Arrowverso tinha perdido alguma força nos últimos tempos, mas felizmente a 5ª temporada veio mostrar que o Arqueiro Verde está bem vivo. Para além disso, Oliver Queen enfrentou um novo vilão que se tornou um dos melhores que já passou pela série.

Felizmente a CW conseguiu recuperar a qualidade que a série nos tinha habituado, mas falemos um pouco mais sobre a 5ª temporada de Arrow.

O tom ficou um pouco mais sombrio

arrow

Finalmente Arrow voltou a ter um tom mais semelhante aquele utilizado nas primeiras duas temporadas, e se focou naquilo que era realmente importante: o papel de Oliver Queen como herói.

Apesar de existirem milhões de fãs que adoram o Olicity (o ship entre Oliver e Felicity), foi uma boa decisão por parte dos produtores da série colocar a relação de lado, não lhe dando tanta importância.

A temporada no geral foi bem sombria. Inicialmente Oliver voltou a matar e mostrou ser um vigilante mais semelhante ao das primeiras duas temporadas. Uma nota ainda para o vilão Prometheus... esse cara foi totalmente insano!

Prometheus, esse cara é fera!

prometheus

Como dissemos mais acima, Prometheus demonstrou ser um vilão completamente insano. Inicialmente existiu um grande secretismo em relação a sua real identidade, e quando foi revelado que afinal era Adrian Chase que estava usando o misterioso traje os fãs tiveram reações distintas. Mas, isso só demonstra que ninguém estava esperando esse desfecho, o que acaba por ser um ponto positivo para a série!

O ator Josh Segarra, que interpretou o papel do vilão está de parabéns, pois conseguiu passar uma intensidade feroz do personagem para os fãs. Até nos arriscamos a dizer que Prometheus foi o melhor vilão que Arrow já teve juntamente com o Exterminador de Slade Wilson.

Os flashbacks foram interessantes

arrow

Uma das coisas negativas das últimas duas temporadas foi o fato dos flashbacks terem sido aborrecidos e desinteressantes. Mas nesta temporada eles valeram a pena, ajudaram a introduzir novos personagens e fecharam com chave de ouro a história de Oliver em Lian Yu.

A passagem de Oliver Queen pela Rússia e a forma como tudo voltou a terminar na ilha recorrendo às primeiras imagens que foram exibidas em Arrow (de Oliver abandonando a ilha) acabou sendo uma verdadeira homenagem aos fãs que seguiram Arrow ao longo das últimas cinco temporadas.

O novo time Arrow funciona

arrow

Uma das coisas que mais estavam assustando os fãs em relação a esta temporada de Arrow, era a inclusão de novos personagens no Time Arrow. Contudo e com a exceção de uma personagem podemos dizer que a nova equipe do Arqueiro Verde foi uma boa surpresa.

A adição do Retalho, Cão Raivoso, Senhor Incrível e até da nova Canário Negro, mostraram ser bastante efetivas e adicionaram uma nova dinâmica à série. A única personagem que mostrou não adicionar nenhuma profundidade ao elenco foi a de Evelyn Sharp, a atriz nunca conseguiu consolidar o seu papel na série e nem mesmo o twist no meio da temporada a salvou.

Que bom que foi ver esses caras de novo

arrow

Melhor do que ver novos personagens chegando à série, só mesmo recuperar alguns dos atores favoritos dos fãs que não fazem parte de Arrow com tanta frequência. Nyssa al-Ghul (Katrina Law), Malcolm Merlyn (John Barrowman), Capitão Bumerangue (Nick E. Tarabay), Sirene Negra (Katie Cassidy) regressaram para a quinta temporada de Arrow, mas o destaque vai mesmo para o retorno de Slade Wilson (Manu Bennett) no último episódio da temporada.

Com a exceção de Malcolm Merlyn, ficou em aberto a possibilidade de todos estes personagens regressarem à série nas próximas temporadas. Esta foi uma jogada bem inteligente por parte dos produtores de Arrow que ao recuperar estas personagens, mostraram que estão atentos aos pedidos dos fãs.

Provavelmente o melhor final de temporada de todos os tempos!

arrow

Como dissemos no inicio, uma das principais críticas que os fãs de Arrow fizeram à série, foi o fato desta ter perdido o tom que caracterizou as primeiras duas temporadas. Contudo, durante a quinta temporada vimos que a série conseguiu recuperar grande parte da sua essência, quase que como uma homenagem aos primeiros anos da produção.

Tudo culminou com o último episódio da temporada, onde Arrow confirmou que está de regresso ao que era, com a inserção de algumas personagens que já não víamos há algum tempo, num episódio verdadeiramente épico. E finalmente, a temporada acabou com algum suspense deixando tudo em aberto para o futuro da série.

As coisas menos boas

arrow

Apesar de ter sido uma temporada excelente, Arrow continua tendo alguns problemas. A série por vezes abusa do humor através das personagens de Felicity e Curtis, algo que acaba sendo um pouco estranho tendo em conta o tom geral da série.

Para além disso, existiram dois misteriosos desaparecimentos durante esta temporada. O Retalho foi um dos personagens que melhores críticas estava recebendo, mas ele acabou sendo afastado de uma forma quase surpreendente. Também o Vigilante desapareceu misteriosamente da série, mas enquanto que o afastamento do Retalho teve uma explicação, o Vigilante apenas deixou de aparecer e de ser mencionado.

O super crossover também não vai deixar saudades, parece que o tom de Arrow tem algumas dificuldades em encaixar com as restantes séries do Arrowverso.

Só esperamos que a 6ª temporada seja tão boa quanto esta!

arrow

A 5ª temporada de Arrow serviu para demonstrar que a série ainda está bem viva e que os produtores estão atentos à voz dos fãs. Esta foi quase como que uma temporada de redenção para a série, homenageando os fãs que têm seguido a Arrow ao longo dos últimos cinco anos.

Curiosamente a temporada acabou de uma forma bem simbólica, com o personagem Adrian Chase/Prometheus se suicidando com um tiro na cabeça dentro de um barco, uma clara referência ao suicídio do pai de Oliver que iniciou toda a história do Arqueiro Verde na telinha.

Esperemos que Arrow mantenha o nível de qualidade, conseguindo construir uma 6ª temporada forte, com um vilão igualmente interessante e com uma trama densa e bem construída.

A tarefa não vai ser fácil!