Para quem lê os quadrinhos da Marvel, Adam Warlock é um dos nomes mais conhecidos e com maior história na editora. Mas se você apenas descobriu o personagem graças a Ayesha em Guardiões da Galáxia Vol. 2, não se desespere: aqui você vai encontrar tudo o que precisa saber!

Se prepare para uma viagem intergaláctica que vai fazer você dizer “como assim, Adam Warlock ainda não está no Universo Cinematográfico Marvel?” Confira a história de um personagem verdadeiramente icônico!

Um início de vida traumático

Ele e o Enclave

Adam Warlock foi criado artificialmente por um grupo de cientistas com o nome de Enclave. Eles procuravam a criação de um protótipo que servisse de exemplo perfeito para um exército que os servisse.

Mas, o Enclave tinha desejos malignos para a criação deste ser perfeito a que chamaram simplesmente de “Ele”. Ainda dentro do seu casulo, Ele escutou o que os cientistas pretendiam fazer com ele e as coisas terríveis em que iria ser usado. Recusando esses planos malvados, Ele destruiu o laboratório do Enclave e abandonou os seus criadores.

O mentor e a Joia que mudariam a sua vida

Alto Evolucionário

Desorientado e buscando um rumo para a sua vida, foi em boa hora que Ele encontrou o Alto Evolucionário. Um cientista obcecado com a evolução, o Alto Evolucionário foi o responsável pela criação do Adam Warlock que conhecemos.

O ser com o nome de Ele foi renomeado pelo geneticista como Adam (forma inglesa do nome Adão) por ser o primeiro da sua espécie. Warlock (inglês para feiticeiro ou bruxo) foi escolhido porque todos se impressionariam – e temeriam – o seu poder.

Nesse renascimento, o Alto Evolucionário deu a Joia da Alma ao seu novo protegido. Isso permitiria a Warlock olhar para as almas de outros e as aprisionar em uma dimensão guardada dentro da Joia.

Ele foi o Jesus Cristo do Espaço

Adam Warlock

O Alto Evolucionário enviou Adam para uma sociedade utópica criada por si e chamada de Contra-Terra. Esta era uma Terra alternativa criada à imagem da original, mas com a diferença de ser considerada uma versão mais pura do planeta azul.

Mas este paraíso não tinha super-heróis e, recentemente, a corrupção tinha chegado pelas garras do Homem-Fera. Este vilão tinha sido uma criação fracassada do Alto Evolucionário, um lobo a quem ele tinha dado inteligência e poderes.

Durante o combate com o Homem-Fera, Warlock acaba por ser derrotado e tem uma escolha a fazer: juntar-se ao vilão ou morrer. Ele decide ser um herói até ao fim e morre crucificado como um mártir. Mas, este não seria o final de tudo: Warlock conseguiu ressuscitar e destruir o regime do vilão com a ajuda de Hulk.

Graças aos seus feitos, Adam Warlock se tornou o primeiro super-herói da Contra-Terra. A sua jornada aparentemente messiânica levou as pessoas do planeta a considerarem-no um deus e a criarem uma religião em seu nome.

Magus, o seu outro eu maligno

Adam Warlock e Magus

Após sua época na Contra-Terra, Adam Warlock viajou pela galáxia em busca de pessoas que precisassem da sua ajuda. Foi em uma dessas viagens que ele descobriu a Igreja da Verdade Universal e a sua adoração por um falso deus chamado Magus.

Mas, Magus era nem mais nem menos que o Adam Warlock de uma realidade alternativa (Terra-7528). Esta encarnação do herói era completamente insana e com um poder tremendo, dominando milhões de seres em todo o universo.

Sozinho, Warlock não conseguiu vencer o Magus; mas com a ajuda de uma equipe improvável, o vilão foi derrotado. Foi necessário que o herói se unisse a Pip, o Troll, Gamora e o próprio Thanos para conseguir fazer frente ao líder da Igreja da Verdade Universal.

Com o duelo de forças superpoderosas entre Magus e Thanos, Adam conseguiu viajar no tempo através de um portal do Titã Louco. Seguindo o seu caminho destinado, Adam viu o seu futuro próximo: moribundo e quase preparado para renascer como Magus. Perante essa visão, Adam Warlock pegou na alma do seu eu futuro e colocou em sua Joia do Infinito, absorvendo esta versão de si mesmo. E Magus desapareceu como se nunca tivesse existido.

O início da busca de Thanos pelas Joias do Infinito

Homem-Aranha, Adam Warlock e Thanos

O amor insano de Thanos pela Morte levou o vilão a planejar uma distorcida declaração apaixonada: a destruição das estrelas. Quando Gamora, sua filha adotada, descobriu o seu plano maligno, ela atacou o Titã. Mas Thanos respondeu com a maior das brutalidades e deixou Gamora às portas da morte.

Adam Warlock encontrou a jovem e levou sua alma para dentro da sua Joia, onde estaria protegida até um dia poder retornar. Nesse momento, o herói descobriu as intenções de Thanos e buscou imediatamente o auxílio de aliados contra o Titã Louco.

Foi na mansão dos Vingadores que ele revelou os planos e encontrou apoio junto da equipe, assim como do Capitão Marvel e de Serpente da Lua. Mas durante a batalha, o vilão derrotou Warlock e feriu o herói mortalmente. Nos seus últimos momentos de vida, uma versão de Adam vinda do passado chegou através do portal temporal de Thanos.

Adam do passado absorveu a alma do Adam do presente para dentro da Soulworld, o reino onde viviam todos os espíritos captados pela Joia da Alma. Finalmente cansado de todas as lutas, Warlock abraçou o paraíso.

O corpo do herói foi teletransportado por Thanos e sua Joia da Alma foi roubada pelo vilão. Mas através de uma intervenção do Coisa e do Homem-Aranha, Warlock sentiu que ainda tinha uma última missão a cumprir. Emergindo como energia pura, Adam Warlock se atirou contra Thanos e transformou o corpo do Titã em granito.

Reinando a paz, o super-herói retornou a Soulworld onde permaneceu anos em estado de contentamento puro com Gamora e Pip.

Adam Warlock e a saga da Manopla do Infinito

Adam Warlock com a Manopla do Infinito

Quando você é apaixonado pela Morte, é quase certo que não vai permanecer morto para sempre. Vários anos passaram e Morte buscou um campeão para a sua causa – e quem melhor que Thanos? Ela ressuscitou o Titã Louco e o vilão retornou à vida com a missão de coletar todas as Joias do Infinito. O Surfista Prateado presenciou este momento terrível e sua alma foi capturada pelo Titã.

Adam Warlock tinha sentido que algo de muito errado tinha acontecido e suas suspeitas foram confirmadas quando o Surfista Prateado chegou a Soulworld. Juntamente com Gamora e Pip, Warlock retornou à Terra e os 3 habitaram novos corpos que foram melhorados pelo herói.

Entretanto, Thanos tinha coletado todas as Joias em uma manopla a que chamou de Manopla do Infinito. Esta arma poderosa permitia ao Titã segurar todas as Joias do Infinito ao mesmo tempo, e usar todo o seu poder como desejasse. E foi com este artefato sem paralelo que Thanos eliminou metade da população de todo o Universo.

Adam Warlock encontrou o apoio dos heróis da Terra e liderou a equipe contra Thanos – mas não foram eles quem conseguiram a Manopla do Infinito. Foi Nebulosa quem conseguiu agarrar a Manopla do Infinito, aproveitando a distração de Thanos que cometeu o erro de estar muito confiante.

Nebulosa reverteu tudo o que o vilão (e seu suposto avô) tinha feito ao Universo. Mas após esse ato nobre, o poder do artefato foi demasiado para ela e a posse da Manopla passou para Adam Warlock. Nunca esteve o super-herói tão próximo da divindade e isso provou ser algo perigoso.

O Tribunal Vivo decretou que Adam era indigno de usar a Manopla do Infinito por ser de criação artificial. Convencido, Warlock dividiu as Joias do Infinito entre os seus companheiros: Gamora (Tempo), Pip, o Troll (Espaço), Drax, o Destruidor (Poder), Serpente da Lua (Mente). Warlock manteve a sua Joia da Alma e, secretamente, deu a Thanos a Joia da Realidade.

E assim nasceu a Guarda Infinita, uma equipe criada por Warlock para guardar e vigiar as Joias do Infinito. Era esperado de todos que não usassem as suas Joias, e Thanos nunca pertenceu a este grupo embora tivesse a Joia da Realidade. Mas ao fim de algum tempo, a Guarda Infinita evoluiu para uma equipe defensora do planeta Terra.

A divisão de Warlock que deu origem ao novo Magus

Adam Warlock vs Magus

A onipotência divina concedido pela Manopla do Infinito provou ter graves consequências para Adam Warlock. Embora a tenha usado durante pouco tempo, foi o suficiente para destabilizar mentalmente o herói.

Buscando novamente o equilíbrio mental, Warlock se livrou dos seus pensamentos emocionais que se dividiam entre o bem e o mal. Isso foi algo feito de forma inconsciente pelo herói, que se tornou um ser de lógica pura ao tentar praticar o bem maior para todos.

Sem que Warlock soubesse, nesse momento de separação nasceram duas entidades diferentes: Magus e Deusa. O velho inimigo de Adam renascia agora como manifestação do lado maligno do herói, e Deusa era o seu lado luminoso.

A nova reencarnação do Magus coletou 5 Cubos Cósmicos para criar um universo tão maligno quanto ele. O vilão planejou substituir os super-heróis da Terra com suas versões distorcidas, como um exército de “clones” malignos. Mas isso não era suficiente para Magus: ele quer as Joias do Infinito para obter onipotência.

Através da manipulação e uma estratégia brilhante, o vilão consegue obter a Manopla do Infinito. Para isso ele colocou a entidade Eternidade em estado catatônico e enganou o Tribunal Vivo para que permitisse que as Joias funcionassem em conjunto. Mas todos os planos perfeitos têm sempre uma falha, e o de Magus não foi exceção.

Surpreendentemente, é Thanos quem contacta Adam Warlock e a Guarda Infinita para que juntos impeçam Magus. E juntos eles enganam o vilão, fazendo ele acreditar que conquistou todas as Joias quando, na verdade, Warlock e Thanos tinham substituído a Joia da Realidade por uma falsa.

Graças à sua experiência anterior com a Manopla, Warlock conseguiu derrotar Magus. Eternidade e Infinito ajudaram o herói a enviar o seu “gêmeo” maligno para dentro da Joia da Alma.

Depois de Magus, o lado bom de Warlock mostrou ser igualmente perigoso

Adam Warlock, Professor X e Thanos lutando contra a Deusa

Após a investida fracassada de Magus, o lado bom de Warlock – Deusa – recuperou os Cubos Cósmicos do vilão. Mas ela conseguiria obter muitos mais e com dezenas desses artefatos, Deusa fundiu tudo em um só: o Ovo Cósmico.

A entidade buscava a purificação universal, algo que só seria possível atingir com a eliminação de toda a vida. Mas este objetivo final foi escondido pela Deusa quando ela buscou seguidores na Terra, incluindo líderes religiosos e indivíduos de moral elevada. Ela conquistou legiões de fiéis que queriam a paz universal e os transportou para o Paraíso Ômega, um novo planeta criado por si.

Quando Adam Warlock descobriu as verdadeiras intenções da Deusa, ele se uniu a Thanos para dar um fim na Cruzada Infinita. Warlock confiou no Titã Louco para guardar a Joia da Alma enquanto ele ia pedir auxílio a Magus. O seu lado maligno recusou e ainda tentou invadir o corpo de Warlock para escapar de Soulworld. Mas o herói derrotou facilmente Magus e retornou com um novo plano.

Novamente com a ajuda de Thanos, Adam Warlock conseguiu se fundir com a subconsciência de Deusa. Nesse momento, Adam usou a sua influência para criar a ilusão de que o objetivo final da Deusa tinha sido conquistado. Quando os seguidores da entidade falsamente divina viram que ela queria destruir toda a vida, todos a abandonaram.

Sem fiéis, mas ainda com o Ovo Cósmico, Deusa batalhou contra Adam Warlock no plano astral. Com a ajuda de Thanos e do Professor Xavier, a vilã foi derrotada e banida para dentro da Joia da Alma. E mostrando mais uma vez a sua capacidade para surpreender, Thanos destruiu o Ovo Cósmico como tinha prometido a Warlock.

Membro dos Guardiões da Galáxia

Guardiões da Galáxia

Após vários anos de aventuras espaciais, Adam Warlock estava estranhamente ausente durante o evento Aniquilação. Com a primeira guerra somando milhões de vítimas, as almas dos caídos contataram incessantemente pelo herói. Warlock estava em seu casulo, se regenerando, e estava enlouquecendo com a quantidade de mortes que a guerra clamava.

Acordado cedo demais por Phyla-Vell e Serpente da Lua, Warlock se juntou aos esforços para derrotar a Falange. Ultron tinha se fundido com este novo vilão, mas não seria por muito tempo. Warlock, Senhor das Estrelas, Phyla-Vell, Serpente da Lua e Nova colocaram um ponto final na época da Aniquilação e ditaram o fim da Falange.

Com estes eventos terríveis, Senhor das Estrelas convenceu Adam Warlock de que era necessário criar uma equipe intergaláctica que protegesse o Universo. O herói apoiou totalmente a ideia e assim nasceriam os Guardiões da Galáxia.

Devido à Onda da Aniquilação, o Universo tinha sofrido duras agressões que comprometiam a existência da própria realidade. Os Guardiões se uniram para lidar com este problema e ainda com o retorno de Magus e da sua Igreja da Verdade Universal.

Os superpoderes de Adam Warlock

Adam Warlock

Se há super-herói da Marvel com uma longa lista de poderes, esse personagem é Adam Warlock. Sua estrutura óssea e músculo são mais densos que um humano, dando a ele superforça e super-resistência.

Uma das adaptações especiais do seu corpo é a capacidade de se conectar, agregar e transformar energia cósmica. Ele consegue usar esse tipo de energia para aprimorar suas capacidades e recuperar física e energeticamente. Mas a energia cósmica tem ainda outras utilidades, desde permitir que Warlock voe, localizar e viajar por fendas no espaço, e ainda projetar fortes rajadas energéticas das suas mãos.

Adam tem a habilidade de criar um casulo em segundos onde pode recuperar e se proteger dos perigos. Atualmente, Warlock é capaz de lançar feitiços e controlar elevadas quantidades de energia mística.