Novos Titãs: Detalhes da trama revelam série sombria e violenta

Uma suposta primeira crítica sobre o episódio piloto de Novos Titãs chegou à internet e, pelo visto, a série não é nada do que aquelas primeiras fotos vazadas do set poderiam levar os fãs a pensar!

Se as imagens mostravam os personagens com tons coloridos e um pouco infantilizados, os detalhes da trama publicados pelo site Splash Report apontam uma série extremamente sombria com violência gráfica do nível "ossos quebrando, tiros, pessoas queimadas e mutiladas".

As informações abaixo contêm alguns possíveis spoilers do primeiro episódio de Novos Titãs, embora as informações mais importantes sejam mantidas em segredo.

Série de fantasia, mas para maiores!

Novos Titãs

A violência gráfica parece indicar que a série deva ser categorizada como "Para maiores de 18 anos". O tom sombrio da produção, contudo, não impede a abordagem da fantasia característica dos quadrinhos.

De acordo com a crítica, o programa não seria tão adulto quanto Jessica Jones, por exemplo, mas poderia ser considerado a produção mais sombria que a DC Entertainment já fez para televisão (!), mesmo que "nunca tente realmente ser realista", uma vez que também abraça suas raízes das HQs.

O passado obscuro dos nossos heróis

novos titãs

Pelo visto, a série apresentará um grupo de heróis com sérios traumas em seus passados. E devemos conhecer as histórias de cada um. O primeiro episódio, contudo, parece focar inicialmente nos dramas individuais de Dick Grayson (Brenton Thwaites), Estelar (Anna Diop) e Ravena (Teegan Croft).

Vamos começar por Robin. Ele odeia o Batman! Segundo a crítica, a série apresenta um Dick Grayson adulto e amargurado (a apresentação do personagem também incluiria um flashback para a noite em que seus pais foram assassinados).

Atualmente morando em São Francisco, o jovem trabalha como detetive policial, mas demonstra uma personalidade fechada. O período em que lutou ao lado do Cavaleiro das Trevas parece ter sido traumático e, por razões não reveladas no primeiro episódio, Grayson parece não querer se tornar semelhante a Bruce Wayne.

Ravena, por sua vez, parece ter "um indivíduo demoníaco e profundamente perturbado dentro de si", conforme aponta a crítica. Seu passado mostra momentos de bullying na escola e o trauma de ter perdido sua família para um misterioso assassino de aluguel. Seu presente deixa no ar sua "psique instável e seu poder inexplorado."

Diferente dos dois anteriores, Estelar não tem seu passado revelado no primeiro episódio, mas é apresentada já em uma situação de perigo. Ao sair de uma festa com tema disco (o que explica o visual anos 1970 das fotos do set!), ela é perseguida por homens armados.

A crítica não deixou claro se o motivo da perseguição foi explicado, mas destacou que a personagem é uma mulher que fala vários idiomas e tem inúmeros passaportes. Já seus poderes seriam bem similares aos mostrados nos quadrinhos.

E os vilões?

novos titãs

A crítica faz referência apenas ao primeiro episódio, mas, pelo visto, já teremos informações sobre os possíveis vilões, algumas delas seriam, inclusive, bem chocantes!

Uma primeira aparição acontece durante a apresentação de Ravena. Um misterioso homem chamado Acólito (!) faria grandes mudanças na vida da personagem. Nas HQs, Acólito é um humano que se faz passar por um inumano de pele azul e chifres. 

O personagem tem uma fixação religiosa e quer "tirar Deus do poder". Entre seus terríveis atos nos quadrinhos, destaca-se o momento em que hipnotizou várias crianças e as levou a assassinar os próprios pais.

A crítica conta ainda que o episódio termina com "um momento de cair o queixo" que teria sido a melhor parte dos 50 min assistidos. Seria a revelação de outro vilão?

De autoria de Greg Berlanti (produtor de Arrow, The Flash, Supergirl e Legends of Tomorrow) e com Akiva Goldsman (Uma Mente Brilhante, Star Trek: Discovery) e Geoff Johns na equipe de roteiristas, a série tem previsão de estreia ainda para este ano no DC Universe.