Filmes japoneses mais viajados que você precisa assistir!

O Japão é conhecido por exportar muita coisa boa como tecnologia, mangá, anime e também coisas estranhas. Muitas coisas estranhas mesmo. Se você curte assistir filmes fora do comum, confira a nossa escolha de dez dos filmes japoneses mais viajados que não podem mesmo perder.

10. House (1977)

house

Nessa viagem psicodélica, uma estudante e suas colegas viajam para a casa de campo de uma tia. Tudo parece legal até que eventos sobrenaturais começam a surgir e as garotas são devoradas uma a uma pela casa.

Em House, os efeitos especiais foram feitos propositadamente para parecerem irrealistas, dando um ar ainda mais absurdo aos espíritos malignos e à cabeça decepada que vive mordendo bundas.

9. Tetsuo, o Homem de Ferro (1989)

Tetsuo

Tetsuo é um filme cyberpunk escrito, produzido e dirigido por Shinya Tsukamoto. Filmado com poucos recursos e com um estilo underground, se transformou num fenômeno cult internacional numa época em que o cinema japonês andava mal das pernas.

Esse filme gráfico gira em torno da transformação de pessoas em híbridos de carne e metal. Um homem, identificado como o "Fetichista", abre sua própria perna e insere uma barra de metal, saindo logo depois de casa correndo pela cidade até ser atropelado. No dia seguinte, o homem que dirigia o carro que o atropelou acorda e vê pedaços de metal saírem da pele, começando assim a sua transformação num monstro de metal.

Tetsuo é uma visão infernal de pessoas envolvidas em cabos, arames e outras partes mecânicas. Nos primeiros cinco minutos somos logo expostos a automutilação, larvas e rock industrial numa experiência visual única a preto e branco.

8. A Felicidade dos Katakuris (2001)

katakuris

Takashi Miike nos traz esta comédia musical mórbida em que uma família compra um hotel num local remoto e vê seus escassos hóspedes perder a vida em eventos bizarros. Com medo de ganhar má fama, a família resolve esconder os corpos no quintal, criando um problema de infestação zumbi.

Miike, conhecido pelo seu humor negro, nos mostra o choque e o desespero dos Katakuris em vários números de dança e canto espontâneos, transformando esse filme numa experiência de diversão e animação.

7. Visitor Q (2001)

visitor q

Takashi Miike, conhecido por filmes como Audition e Ichi, o Assassino, nos traz a história de uma família bizarra e de um estranho que os ajuda a atingir a felicidade familiar.

Nesta família disfuncional, o pai paga à filha para ter relações sexuais, filmando o ato para um documentário sobre “os jovens de hoje”. O filho que sofre bullying na escola, bate na mãe viciada em heroína. Q, um visitante misterioso, toma então como sua missão ajudar a recriar laços dentro da família, começando por atingir o pai com uma pedra na cabeça.

6. O Pacto (2002)

suicide circle

Dois detetives investigam um culto associado ao suicídio em massa de 54 estudantes. De mãos dadas, as garotas se atiraram na frente de um trem, criando um tsunami de sangue. Apenas tendo como pistas um website que prevê suicídios, os telefonemas enigmáticos de uma criança sofrendo de tosse e um puzzle feito de pele humana enrolada, os detetives tem dificuldade em entender o que aconteceu.

Em O Pacto temos sempre a sensação de não saber se estamos assistindo a um filme de terror, um thriller policial ou um drama, e a ação e os personagens misturam-se aleatoriamente nos deixando confusos.

Dirigido também por Sion Sono, em 2006, foi lançada a prequela Noriko’s Dinner Table que mostra alguns eventos antes e depois de O Pacto, mas que na realidade não traz respostas às perguntas deixadas pelo original.

5. Gozu (2003)

gozu

Takashi Miike novamente nos traz mais uma obra do bizarro, desta vez contando a história de Minami, um cara da Yakuza que procura seu “irmão” Ozaki numa pequena vila.

Ao inicio o que parece ser uma simples história de Yakuza, se transforma rapidamente numa sucessão de cenas surreais. Na verdade, nem nós nem o protagonista entendem o que está acontecendo.

Minami aguenta uma infinidade de aventuras confusas e conhece um grupo de personagens insanas. Esses personagens inclui uma mulher de meia idade que vende seu leite materno, um minotauro usando calcinha, um grupo de travestis gerindo um café e um guia com uma estranha doença de pele.

4. Funky Forest: The First Contact (2005)

funky forest

Composto por várias histórias, Funky Forest inclui um trio de irmãos impopulares com as mulheres, um professor de inglês apaixonado por uma aluna e uma escola onde crescem criaturas chupadoras de sangue. Algumas dessas histórias se encontram interligadas, mas outras não.

Nada faz realmente sentido nessas histórias, mas o que importa realmente são os números de dança, as garotas que disparam lasers da testa e a televisão que na realidade é uma bunda.

3. Love Exposure (2009)

love exposure

Originalmente com a duração de 6 horas, o diretor Sion Sono cortou 2 horas deste filme que toca em temas como o amor, a família, a religião e a arte de tirar fotografias a calcinhas de garotas colegiais.

Yu Honda, o filho de um padre católico, começa a procurar pecados para fazer a vontade de se confessar a seu pai, obcecado pela salvação do filho. Ao seguir este caminho duvidoso, Honda descobre não só a sua vocação, mas também o amor de sua vida.

Ultraviolência e perversão misturados com dogma religioso, são esses os temas que o vão entreter durante 4 horas, numa história de amor pouco convencional.

2. Robô Geisha (2009)

robogeisha

Noboru Iguchi já nos tinha demonstrado sua paixão por garotas metálicas em The Machine Girl, trazendo-nos agora a história de duas irmãs geishas transformadas em ciborgues assassinos.

Não há como não gostar desse filme. Armas, muita ação, ninjas, robôs e geishas se transformando em tanques de guerra vão animá-lo enquanto assiste a Robô Geisha. E como se isso já não fosse bom o suficiente, há serras saindo de todo o lado!

1. Zombie Ass: Toilet of the Dead (2011)

zombie ass

Sim, tem mesmo um filme com esse nome no Japão e sim o título é literal.

Megumi é uma garota colegial que acompanha seus quatro amigos num passeio pela floresta. As coisas começam a ficar estranhas quando Maki, uma das amigas, encontra um verme parasita e resolve o comer numa tentativa de emagrecer. Aí, o verme deposita ovos no seu estômago causando uma diarreia criadora de zumbis feitos desse mesmo material biológico.

Se você não ficou ainda convencido com o negócio desses zumbis surgindo de uma privada prontos para atacar os cinco amigos, Zombie Ass tem também meninas estudantes que lutam karatê, muito sangue e monstros com tentáculos.