O futuro de Elektra em Defensores foi revelado por Harold Meachum

O que têm Elektra Natchios e Harold Meachum em comum? Após assistir a Punho de Ferro (no original Marvel's Iron Fist), algo absolutamente vital conecta os dois personagens de uma forma inesperada. E o caminho de Harold na série parece adivinhar o futuro da implacável assassina.

Artigo com spoilers para as séries Demolidor e Punho de Ferro.

Uma esperança negra para Elektra

Elektra Natchios

No final da segunda temporada de Demolidor, Elektra é assassinada por Nobu e um grupo de ninjas assassinos do Tentáculo. Uma das revelações da temporada foi que Elektra era o misterioso “Céu Negro”, entidade venerada pelo culto de assassinos.

A importância do Céu Negro nunca é devidamente explicada, apenas se sabe que é considerado uma arma viva, como o Punho de Ferro. Mas o seu valor é incalculável para a organização, que está determinada a não deixar Elektra escapar novamente ao seu destino.

Morta pelo Tentáculo, Elektra será também ressuscitada pela organização criminosa. O seu ato de heroísmo é assim manchado quando eles roubam seu corpo e o colocam em um sarcófago. Após termos assistido a Nobu ser morto e ressuscitado com nesse sarcófago, sabemos que o mesmo acontecerá com Elektra.

O que descobrimos com Harold Meachum

Harold Meachum

Após o seu papel em Demolidor, o Tentáculo volta a ter um grande destaque em Punho de Ferro, especialmente na figura de Harold Meachum. É explicado que Meachum lutou muito tempo contra um câncer, até ser oferecido um pacto com o Tentáculo: a sua vida em troca da infiltração da organização na Corporação Rand.

Mas o dom da vida parece ser infinito, quando Harold é morto novamente, e retorna após alguns dias. Mas a sua imortalidade é rapidamente desafiada pela mão de Bakuto, líder de uma facção do Tentáculo.

Bakuto explica que existe apenas uma forma de matar definitivamente alguém que tenha sido ressuscitado pelo Tentáculo: decapitação. Curiosamente, os fãs do filme dos anos 80 Highlander: O Guerreiro Imortal, encontrarão aqui uma referência clara.

Os efeitos secundários da imortalidade pelo Tentáculo

Harold Meachum

Quando conhecemos Harold Meachum, ele é alguém extremamente manipulador e agressivo. Seu filho Ward é o principal alvo dos seus ataques físicos e abusos verbais constantes. Inicialmente, não temos razões para duvidar que ele sempre tenha sido assim, mas é Ward quem revela o quanto o seu pai mudou na sua segunda vida.

Descrevendo como “faltando um pedaço da alma” do pai de ambos, Ward explica a Joy que o novo Harold não é o pai que ambos conheceram. Na sua terceira vida, Harold demonstra um comportamento errático e uma facilidade assustadora em ceder à raiva. A sua filha, Joy, é o maior amor da sua vida e até com ela, ele dá sinais de descontrole e ira incontida.

Mas o maior presságio sobre os efeitos nefastos da imortalidade aconteceu quando Ward buscou ajuda do líder do clã Yang. É contada uma lenda sobre um pastor que fez um acordo com o Tentáculo, em troca de imortalidade. Sempre que ele voltava novamente do mundo dos mortos, ele vinha pior.

Uma noite, ele queimou vivos dois dos seus filhos, e a lenda termina com o aviso “Eles destroem primeiro aqueles que estão mais próximos deles.”

O que tudo isso significa para Elektra

Elektra Natchios

Nada de bom poderia vir de Elektra ser ressuscitada pelo Tentáculo. Mas após assistir a Harold Meachum em Punho de Ferro, o futuro da anti-heroína parece ser ainda mais negro do que o antecipado.

Se Harold transitou para um psicopata sem consciência, como será a nova Elektra? O amor de Matt Murdock sempre teve um fogo de raiva pura dentro dela, o que significa que sua versão ressuscitada vai ampliar essa característica a dimensões assustadoras.

Com presença confirmada em Os Defensores, tudo indica que Elektra será uma das grandes vilãs da série. O seu estatuto como Céu Negro, aliado à manipulação pelo Tentáculo e sua agressividade drasticamente aumentada, fazem da assassina uma oponente formidável.

Matt pode ter chorado a sua morte, mas como ela sussurrou no seu último suspiro “isto não é o fim”. Se ela se transformar, o Demolidor poderá ser a primeira pessoa que ela atacará – algo na linha tradicional do romance trágico dos quadrinhos.

E se Elektra é a “arma viva” do Tentáculo, isso significa que ela enfrentará diretamente Punho de Ferro, a Arma Imortal de K’un-Lun? Isso é particularmente preocupante se pensarmos que Danny Rand sabe como colocar um ponto final na vida imortal dos seguidores do Tentáculo.

Com as pistas lançadas para o futuro de Elektra, resta agora aguardar ansiosamente pelos Defensores!