Conheça quais as armas mais poderosas de Asgard, o mundo de Thor!

Como é bem conhecido pelos aficionados dos quadrinhos de Thor, é habitual que Asgard esteja constantemente em guerra ou fazendo frente a ameaças de proporções cósmicas. Por isso, todo seu armamento evoluiu bastante, com Odin possuindo várias armas incríveis e poderosas, as quais ele exibe quando a ocasião assim o requer.

As armas dos asgardianos ficam normalmente melhoradas com a própria força vital de seu usuário e a maioria dos guerreiros fica fortemente associado a suas armas pessoais, tal como Thor com seu famoso martelo.

Vamos então apresentar as armas que nos parecem mais poderosas e perigosas de todo o reino de Asgard!

Hofund

Hofund

  • Primeira aparição: Journey into Mystery vol. 1 #101 (1966)
  • Criadores: Stan Lee e Jack Kirby

Hofund é a espada mágica de Heimdall forjada pelos anões de Nidavellir com o metal uru e encantada pelo próprio Odin.

Essa espada de grandes dimensões brilha quando desencadeia seu poder, que consiste em absorver a energia cósmica das estrelas e dotar, assim, seu portador de grande força e resistência. A espada também permite que Heimdall altere sua aparência e a de outros para ficar parecido com um simples humano.

Heimdall usou essa espada inúmeras vezes para proteger a Bifrost, a ponte de Arco-Íris que dá acesso a Asgard. Em várias ocasiões, ele teve de usar Hofund para impedir a entrada de Thor, tendo até de conter os golpes de Mjölnir com sua espada.

O mortal que segure Hofund será imbuído também com grande força e resistência. Porém, a energia mística que a espada absorve através dos impactos que recebe e que transfere a seu portador não é possível de ser contida por um ser humano normal.

Em uma ocasião, Heimdall perdeu sua espada quando esta caiu desde Bifrost até a nação de Sharzhard, em Midgard. Um islamista radical chamado Abu Mussan pegou Hofund e a usou para consolidar seu poder na região. Porém, foi incapaz de controlar o poder que a espada concedeu para ele e morreu, sendo Hofund devolvida a seu legitimo proprietário.

Hofund

No UCM, Hofund, conhecida também como a Espada de Bifrost, foi utilizada por Heimdall em todos os filmes em que o personagem apareceu. Além de a usar para se defender contra seus inimigos, esta era a chave que abria e fechava a Ponte Bifrost.

Em Thor: Ragnarok (2017) a espada foi roubada por Skurge, que a utilizou durante o exílio de Heimdall. A morte do personagem em Vingadores: Guerra Infinita (2018) deixa dúvidas sobre quem ficará encarregado do poderoso artefato a partir de agora.

A Espada de Odin

odin

  • Primeira aparição: Journey into Mystery vol. 1 #117 (1965)
  • Criadores: Stan Lee e Jack Kirby

A Espada de Odin, ou Espada de Asgard, é conhecida também como Odinsword. A lenda diz que esta foi criada a partir de um anel de ouro nibelungo sobre o qual pesava uma maldição que acabaria provocando o fim de Asgard. As lendas dizem também que ao desembainhar a espada, o fim do universo estaria próximo.

Odinsword foi criada para proteger Asgard contra a ameaça da quarta hoste das poderosas entidades cósmicas conhecidas como os Celestiais. Apenas alguém com o poder de Odin consegue lutar com a espada sem rasgar o próprio tecido do universo, já que esta consegue cortar através do tempo e espaço.

Embora tenha, aparentemente, sido destruída, a Espada regressou novamente a Asgard durante o arco Fear Itself (2011). Aí, Thor a utilizou para destruir Cul, o irmão de Odin e Deus do Terror asgardiano.

O verdadeiro nome da espada, segundo revelou o próprio Odin, seria Ragnarok, ou “o fim de todas as coisas”.

odin

Ao longo dos anos, muitos inimigos de Asgard tentaram roubar a Odinsword para destruir o reino dos deuses nórdicos. Um deles foi Mangog, um monstro feroz alienígena composto pela soma total do ódio de bilhões de membros da raça dos Vanir, que haviam sido exterminados por Odin. Embora ele apenas tenha conseguido desembainhar um pouco da espada, só isso causou ondas de choque cósmicas de incrível capacidade destruidora.

A Odinsword é muito mais poderosa que Gungnir e Mjolnir, tendo a capacidade de aumentar seu tamanho tal como o do seu portador, assim como de canalizar o poder e força vital de quem a pega. 

Ela é também capaz de resistir a qualquer impacto e de cortar através de todo o tipo de materiais conhecidos, incluindo até a armadura de um Celestial.

Gungnir

gungnir

  • Primeira aparição: Thor vol. 1 #275 (1978)
  • Criadores: Roy Thomas e John Buscema

Gungnir, conhecida como A Lança dos Céus, é uma lança indestrutível que tem acompanhado Odin em toda sua vida, tanto em batalha como enquanto governava como rei de Asgard, se convertendo em uma arma e um símbolo de poder.

Foi forjada pelos anões Eitri, Brok e Buri, os mesmos que forjaram Mjölnir, o martelo mágico de Thor. Para a sagrada lança do monarca de Asgard, os mestres ferreiros usaram o místico e indestrutível metal asgardiano uru.

Existem várias histórias diferentes sobre a sua origem, mas no que todas coincidem é em que Gungnir é incrivelmente antiga.

A lenda mais conhecida é que a lança foi um presente dos irmãos a Odin. Segundo outra versão, esta havia sido criada em uma competição organizada por Loki, filho de Odin e irmão de Thor. Uma terceira versão conta que Gungnir data de uma Asgard anterior de tempos pré-históricos, que foi destruída pelo Ragnarok.

Durante o assalto a Asgard narrado durante o arco Siege (2009-2010), Gungnir foi roubada pelos Thunderbolts sob ordens de Norman Osborn, que queria a utilizar em seus planos de dominação mundial. Felizmente, a lança regressou a Asgard e voltou a ser empunhada por Odin após sua ressurreição.

Gungnir jamais falha seu alvo, e tal como Mjölnir regressa sempre ás mãos de Odin. O patriarca asgardiano canaliza seu próprio poder através da lança, o expulsando com ataques poderosos ou canalizando feitiços letais através desta.

gungnir

No UCM, Gungnir acompanha todas as aparições de Odin, que a usa para representar seu poder e como arma em outras ocasiões.

Em Thor: Ragnarok (2017), quando Odin morreu, ela é utilizada por Thor para combater Hela. Porém, sua irmã malvada acabe por ser uma inimiga muito difícil de derrotar mesmo com a poderosa arma.

Na maior parte das aparições de Odin nas diferentes séries animadas da Marvel, também vemos o imenso poder de Gungnir, capaz de até subjugar todos os Vingadores juntos.

A Espada do Crepúsculo

crepúsculo

  • Primeira aparição: Journey into Mystery vol. 1 #104 (1964)
  • Criadores: Stan Lee e Jack Kirby

A Espada do Crepúsculo, também conhecida como a Espada do Destino, foi criada pelo demônio Surtur, governante de Muspelheim, um dos nove reinos da mitologia asgardiana.

Surtur é um enorme demônio ardente e uma das principais forças elementais do mal temidas pelos asgardianos. Possuindo uma inteligência malvada e um vasto poder, este é um ser místico cuja existência é anterior à do próprio Odin. Com mais de 300 metros de altura, é o mais poderoso dos inimigos nativos de Asgard, junto com o Gigante do Céu Ymir e a serpente de Midgard.

A Espada do Crepúsculo é a segunda espada do demônio de fogo, já que no inicio dos tempos ele possuía uma espada similar e de igual poder. Segundo as lendas, se o demônio colocasse a espada na Chama Eterna, o Universo morreria. Porém, graças à intervenção de Odin e seus irmãos Villy e Ve, a espada foi destruída e Surtur ficou confinado em seu reino.

Surtur não desistiu de cumpriu seu destino e forjou uma segunda espada, destruindo a Galáxia de Fogo para obter a energia que necessitava para sua criação.

A Espada do Crepúsculo foi forjada para arrasar tudo até ao final dos tempos e nas mãos do poder correto poderá destruir toda a criação, além de ser capaz também de cortar entre dimensões inteiras.

Composta de um metal desconhecido e forjada nos fogos do Reino de Surtur, pesa cerca de 50 mil toneladas e está feita á medida do demônio, e por isso mede centenas de metros. Altamente resistente, a espada é capaz de defender um ataque de Mjölnir e pode canalizar raios de fogo e de gelo.

crepúsculo

Em uma ocasião, a espada caiu nas mãos de Loki. Este utilizou sua energia para alimentar uma máquina que conseguiu converter Thor em um sapo, a fim de evitar que esse se tornasse o novo monarca de Asgard em seu lugar.

A espada também esteve por breves momentos em poder de Hela, conferindo para ela poderes absolutos, o que chegou a ser uma ameaça para o equilíbrio dos Nove Mundos. Graças à intervenção de Thor, a espada foi recuperada da rainha dos mortos.

A Espada do Crepúsculo é um catalizador para as energias mágicas, aumenta o poder de seus usuários e atua como um escudo para evitar que seu portador se veja amaldiçoado por outros objetos mágicos.

Quando está nas mãos de Surtur, a sua principal habilidade é cortar tudo o que deseje, sejam objetos físicos ou barreiras entre realidades. A Chama Eterna lhe concede outras capacidades, como canalizar uma qualidade tremenda de energia e cortar quase todas as formas de metais e barreiras mágicas.

Temos visto quase sempre Sutur acompanhado de sua espada flamejante em várias séries animadas na telinha e, dentro do UCM, em Thor: Ragnarok (2017), causando grande destruição.