Apresentando Ares, um dos maiores rivais da Mulher Maravilha

Este personagem da DC Comics não foi criado originalmente pela editora norte-americana, já que é uma interpretação quase literal do Deus da Guerra. Ares faz parte de toda a mitologia ligada à Grécia Antiga, então nunca nenhum autor foi creditado pela sua criação.

Apesar disso, o Ares da DC Comics tem uma diferença daquele que já existia para os gregos: a sua difícil relação com a Mulher-Maravilha.

A origem clássica de Ares

ares estatua

Ares, o Deus da Guerra, é um dos três filhos de Zeus e Hera. Este cara nunca toma partido de nenhum dos lados de uma guerra, ele apenas adora o massacre e a chacina por ela proporcionada. Apesar de ser filho de Zeus, ele nunca se juntou aos outros Deuses no Monte Olympus, criando o seu próprio reino, chamado Areopagus.

Ele é odiado por todos os Deuses, menos por Eris e Afrodite. Esta última tem uma paixão perversa por ele, da qual resultaram três filhos, Deimos, Phobos, e Harmonia.

Primeiro aparecimento na DC Comics

ares mars

A aparência de Ares foi mudando ao longo dos tempos e variando de escritor para escritor. Na sua primeira aparição, na Era Dourada da DC Comics, Ares era representado com a aparência de um Legionário Romano, sendo que o seu primeiro nome não foi Ares, mas sim Mars.

Surgimento da versão mais popular

ares-mulher-maravilha

Depois do arco da Crise nas Terras Infinitas, o escritor George Perez alterou a aparência do personagem, que agora respondia pelo nome Ares. Ele passou a usar uma armadura num tom de azul bem escuro e um capacete que tapava todo o seu rosto, só revelando os seus olhos que projetavam uma luz vermelha.

Mais alterações com os Novos-52

ares-Brian Azzarello

Mas foi com os Novos-52 que vieram as maiores alteração ao personagem de Ares. Neste novo arco, ele foi retratado de uma forma totalmente diferente, se parecendo muito com o escritor Brian Azzarello (mas um pouco mais velho), que por sinal era o responsável pela trama da HQ.

A ideia foi passar a mensagem de que a guerra além da sua antiguidade é um processo desgastante, representando Ares como um homem velho, careca e com uma longa barba. Nesta versão ele andava descalço e tinha os seus pés sempre cobertos de sangue.

A sua relação com a Mulher Maravilha não era apenas de ódio

ares-wonder-woman

Ares nem sempre odiou a Mulher Maravilha. Na verdade, depois do arco Ponto de Ignição, a relação entre os dois era quase como de Pai para Filha. Durante a infância de Diana, Ares apareceu para ela durante uma noite de lua cheia e se ofereceu para a treinar. Mas o Deus da Guerra só fez isso porque via nela a candidata ideal para se tornar sua sucessora.

Ambos se separaram, pois Diana se recusou a ser cruel como Ares pretendia. Durante 15 anos os dois não se falaram. Mais tarde ele faria as pazes com a Mulher Maravilha para manter Zola e o seu filho a salvo do personagem First Born.

No final, Ares se deixa morrer pelas mãos de First Born, permitindo desta forma que a Mulher Maravilha se tornasse na nova Deusa da Guerra.

Ares é um ser de poder inimaginável

ares-artigo

A lista de poderes de Ares é verdadeiramente incrível, fazendo dele um dos vilões mais perigosos do universo DC Comics. Alguns dos mais importantes são:

  • Necromancia: Poder de controle sobre os mortos;

  • Pirocinese: Capacidade de criar fogo de forma mágica;

  • Interdimensionalidade: Habilidade de viajar entre dimensões;

  • Alteração da dimensão corporal: Capacidade de aumentar ou diminuir o seu corpo para qualquer tamanho;

  • Metamorfose: Pode alterar a sua aparência física de qualquer forma;

  • Invulnerabilidade: O seu corpo não pode ser afetado por qualquer arma ou ataque;

  • Controlo da mente: Tem a capacidade de controlar a mente tanto de seres vivos como dos mortos;

  • Manipulação das trevas: Utiliza a energia criada pelas trevas para atacar os seus inimigos;

Outros poderes são mais comuns, como:

  • Superforça;

  • Supervelocidade

  • Voo;

  • Magia;