5 adaptações de games para os cinemas que deram bem errado!

Mortal Kombat terá mais uma adaptação cinematográfica. Com produção de James Wan (Aquaman) e roteiro de George Russo, a nova tentativa de levar o clássico game de luta para as telonas será para maiores de 18 anos e terá os clássicos fatalities.

Mas quando pensamos em videogames adaptados para o cinema a expectativa nunca é das melhores: o histórico de péssimas produções faz qualquer gamer tremer ao ouvir que seu jogo predileto pode virar filme. Nós juntamos 5 longas duros de engolir que até hoje dão calafrios nos fãs.

Super Mario Bros. - 1993

Tudo começou lá em 1993, com o que prometia ser a entrada de luxo dos games no cinema. Mas as coisas deram errado. BEM errado! Com uma história completamente maluca e nada parecida com os jogos, Super Mario Bros. traumatizou a criançada no começo dos anos 90.

Vamos lá: o filme se passa numa realidade paralela, onde os dinossauros sobreviveram à extinção. O terrível rei Koopa sequestra o rei Cogumelo e sua filha Peach e os leva para Dinohattan. De lá, com seu exército de goombas, Koopa pretende invadir a Terra. Mas ele não contava com os irmãos Mario Mario e Luigi Mario, dois encanadores que farão de tudo para impedir o vilão.

Com um visual steampunk, super escuro e até meio macabro, o filme não tem nada do espírito dos jogos. Acabou sendo um flop gigante, com um orçamento de US$ 48 milhões e uma arrecadação de apenas US$ 20 milhões. O longa tem sofríveis 21% de aprovação no site Rotten Tomatoes, o que traduz um pouco da decepção que o filme causou.

Double Dragon - 1993

O ano definitivamente não foi bom para os gamers: se Super Mario Bros. tinha decepcionado, Double Dragon veio acabar de vez com a esperança de vermos boas adaptações de jogos nas telonas naquele começo de anos 90.

Inspirado no clássico da Sega, Double Dragon mostrava a aventura dos irmãos Lee para recuperar a parte faltante de um poderoso talismã chinês e impedir que uma gangue ganhasse seus poderes.

Apesar da plot genérica, as falas risíveis e as lutas muito mal coreografadas, a cereja desse bolo de fracasso é a adaptação do vilão Abobo. O que era para parecer um sujeito muito forte acaba se tornando só um cara com uma fantasia cheia de almofadas. É medonho.

Street Fighter: A Última Batalha - 1994

Agora não tinha como dar errado: com uma galeria de personagens com histórias iradas, Street Fighter: A Última Batalha iria redimir a má sorte das adaptações de games feitas até então. Além disso, o filme traria grandes nomes, como Raul Julia e Jean-Claude Van Damme para os papéis de M. Bison e Guile! O que poderia fracassar?

O longa se passa no sudeste asiático, quando o terrível ditador M. Bison sequestra representantes de 63 países da ONU. Para resgatá-los, o Coronel Guile precisa liderar as tropas e enfrentar o poderoso vilão.

O enredo até que não é dos piores, mas a execução foi completamente bizarra: Ryu e Ken são muito caricatos, os demais personagens são só jogados no meio da história e as cenas de luta, que deveriam ser a melhor parte, são bem fraquinhas.

Mortal Kombat 2: A Aniquilação - 1997

A primeira vez que Mortal Kombat foi parar nas telonas, o resultado até chegou a agradar. Apesar de não ser tão sangrento quanto o game, o filme conseguiu traduzir o espírito do jogo. Mas aí alguém veio com a ideia de fazer uma sequência e as coisas saíram do trilho.

Invalidando praticamente tudo o que ocorreu no primeiro filme, o Imperador Shao Kahn quebra sua promessa e invade a Terra. Os lutadores precisam se reunir novamente para tentar deter os guerreiros de Kahn, que dessa vez conta com o poderoso ciborgue Smoke.

Além da trama ser confusa e pouco explorar os personagens, os efeitos especiais toscos e um elenco genérico não ajudam em nada o longa.

Assassin's Creed - 2016

Depois de uma boa safra de filmes baseados em jogos, como Terror em Silent Hill, Resident Evil e Need for Speed, a Ubisoft tentou levar um de seus maiores sucessos para as telonas: Assassin's Creed! No elenco, grandes nomes como Michael Fassbender, Marion Cotillard e Jeremy Irons não foram o suficiente para salvar o longa.

O filme acompanha Callum Lynch, descendente de um membro da Ordem dos Assassinos. Por meio da tecnologia, ele revive as aventuras de Aguilar, seu ancestral do século XV. Ligando o passado e o presente, ele precisa impedir os Templários de colocarem em ação seu plano maligno.

O filme não é de todo ruim, mas abre mão de muito material dos jogos para criar algo completamente novo. Desrespeita boa parte do que foi construído ao longo dos anos no videogame para se transformar apenas em um filme de aventura genérico.

E você? Que filme de jogo colocaria nessa lista?

A nova versão de Mortal Kombat ainda não tem data de estreia.

FIQUE POR DENTRO:

Mortal Kombat | Roteirista revela que filme será para maiores de 18 e terá Fatalities!

Mortal Kombat 11 | Revelado primeiro visual de Sindel

Mortal Kombat 11 | Jax ganha novo brutality!