World of Warcraft: fãs indignados com a destruição de Teldrassil!

World of Warcraft está prestes a receber sua nova expansão Batalha por Azeroth, que se vai focar novamente no conflito tradicional Horda vs. Aliança. E como de costume, os jogadores estão tendo acesso a uma campanha de preparação para os novos desenvolvimentos na trama.

Embora não fosse segredo desde a BlizzCon 2007 que essas missões culminariam com a destruição de Teldrassil por parte da Horda e na reconquista de Undercity pela Aliança, as últimas revelações estão deixando os fãs loucos nas redes sociais.

Confira a animação da destruição de Teldrassil e Darnassus e o porquê do descontentamento dos fãs!

Guerra ou Ódio?

Com a animação Warbringers: Sylvana, a Blizzard finalmente revelou quem destruiu a Árvore do Mundo. Em um momento angustiante especialmente para os membros da Aliança que passaram centenas de horas se aventurando em terras dos Elfos Noturnos, o vídeo mostra como a líder dos  Mortos-Vivos ordena a queima de Teldrassil após um flashback de como ela própria foi tomada pelo Flagelo.

Este evento é fulcral no universo de Warcraft, uma vez que as Árvores do Mundo não são apenas a casa dos Elfos Noturnos, mas também as conexões entre Azeroth e o Sonho Esmeralda.

Logo, a destruição de Teldrassil e consequentemente de Darnassus, a capital dos Elfos Noturnos construída em seus ramos, foi o primeiro momento de uma guerra mortífera entre a Horda e a Aliança.

Porque estão os fãs desapontados?

As redes sociais se incendiaram com a indignação dos fãs que apresentam maioritariamente duas razões para seu descontentamento pela forma como tudo se desenrolou.

Esperança na redenção de Sylvana

sylvanas

Sylvana Correventos é, sem dúvida, uma das personagens mais sombrias e trágicas da Horda. Após a corrupção e eventual derrota de Garrosh Grito Infernal em Pandaria e a morte de Vol’jin em Legião, a Morta-Viva chega na liderança da Horda. É aí que muitos fãs da personagem acreditam que começaria uma nova era de estabilidade e prosperidade para a Horda e que Sylvana, finalmente, se tornaria na grande heroína que todos esperavam.

Porém, com a verdadeira razão do Genocídio dos Elfos Noturnos sendo revelada como apenas puro ódio e rancor, Sylvana é levada por um caminho de vileza que os aficionados da personagem não querem aceitar.

O papel do jogador no Genocídio

genocídio

Durante as missões da campanha Guerra dos Espinhos, a versão da Aliança vai fazer os jogadores encontrar uma vila com todo mundo morto, incluindo civis.

Já na versão da Horda, os jogadores podem ou não assassinar os civis, mas são sempre obrigados a atacar as florestas de Darnassus, matando soldados, animais locais e até tentando assassinar Malfurion Tempesfúria.

A maior parte do descontentamento dos fãs do game vem precisamente da obrigatoriedade dos jogadores de participarem nas tentativas de assassinato de um personagem neutro para ambas as fações e do Genocídio dos restantes Elfos Noturnos.

Embora seja verdade que a violência sempre fez parte de Warcraft, muitos dos jogadores da Horda não estão contentes por serem obrigados a ser cúmplices de Sylvana para poderem progredir no game.

Além disso, muita da indignação vem também do facto de os jogadores sentirem que a Blizzard está forçando a Horda a se tornar na facção do mal e a Aliança na do bem. Na verdade, os dois lados sempre foram diversos e ambíguos, tendo cometido crimes uns contra os outros mas também participado juntos na destruição de agentes do mal externos.

Batalha por Azeroth tem lançamento marcado para dia 14 de Agosto e até lá você pode participar no evento Guerra dos Espinhos para ganhar uma montaria única.