Curiosidades sobre Pennywise, o palhaço macabro de It: A Coisa

It: A Coisa (1986) é uma das obras mais aclamadas do mestre das histórias de horror Stephen King. O autor criou uma das criaturas mais assustadoras de todos os tempos: Pennywise!

Na realidade, Pennywise (ou Parcimonioso, em português) é apenas uma das várias manifestações de A Coisa. Essa entidade côsmica que acorda a cada 27 anos para se alimentar dos medos e fobias das crianças da cidade de Derry, nos Estados Unidos.

Se você ainda está por fora da origem do terrível palhaço Pennywise, confira algumas curiosidades sobre o monstro que não pode deixar de saber!

Atenção: artigo contém spoilers para a obra It: A Coisa.

Baseado em um serial killer

john wayne gacy

Stephen King nunca afirmou, mas acredita-se que o autor tenha se inspirado (mesmo que indiretamente) em um notório serial killer que espalhou o terror pela América entre as décadas de 1970 e 1980: John Wayne Gacy.

Conhecido como "Palhaço Assassino", Gacy foi acusado de ter torturado e assassinado mais de 30 garotos. A brutalidade com que o serial killer atacava as suas vítimas chocou o mundo na época.

John Wayne costumava assumir a identidade do palhaço Pogo e ir para festas infantis, onde conseguia atrair a atenção de jovens crianças. Além disso, quando finalmente foi capturado pela polícia, Gacy também passava horas fazendo desenhos de palhaços macabros em sua cela.

John Wayne Gacy foi condenado a 21 condenações de prisão perpétua e 12 sentenças de morte pelos crimes que cometeu.

No entanto, King diz que a verdadeira ideia para a criação do Pennywise surgiu enquanto caminhava por uma velha ponte feita de madeira. O autor lembrou imediatamente das histórias dos trolls que ficam escondidos embaixo das pontes para atacar e comer crianças.

Com essa ideia na cabeça, Stephen trocou as pontes de madeira por bueiros e a figura dos trolls por um palhaço medonho. O motivo? Para o autor os palhaços são personagens muito estranhas e assustadores. Além disso precisamos levar em consideração que na época que o romance foi escrito, a figura dos "palhaços assassinos" estava na moda.

Pennywise não é deste Universo

pennywise

It: A Coisa surpreende ao revelar um desfecho totalmente lovecraftiano sobre a verdadeira origem do terrível Pennywise: a criatura veio do espaço, de uma outra dimensão conhecida por "Macroverso".

A história contada no livro diz que A Coisa não é uma entidade demoníaca, como muitos pensam, mas sim uma criatura antiga que caiu na Terra há milênios.

Originalmente essa entidade habitava um lugar chamado Macroverso. Quem conhece a série A Torre Negra (The Dark Towers) provavelmente vai associar o nome ao lugar. Esse é o mesmo espaço em que a outra história de King se passa e, sutilmente, temos várias referência à Coisa ao longo dessa trama que tem como protagonista o Homem de Preto e o pistoleiro Roland Deschain.

Mas voltando à It: A Coisa, é dito que a entidade esteve adormecida por séculos em nosso planeta, esperando que os seres humanos surgissem para poder se alimentar de seus medos. O primeiro registro que se tem de A Coisa é do século XVIII. Aliás, acredita-se que a cidade de Derry teria sido criada pela Coisa para que seus habitantes pudessem lhe oferecer crianças como sacrifício.

Essa teoria é comprovada pelo comportamento bizarro dos habitantes da cidade, que aparentam ignorar totalmente o desaparecimento e desespero das crianças durante o ciclo de atividades de Pennywise.

Porque gosta de assustar?

pennywise ataque

Afinal de contas, porque Pennywise gosta tanto de aterrorizar as suas vítimas antes de as matar? Não seria mais fácil pegá-las desprevenidas e comê-las de uma vez?

A resposta foi dada pela própria criatura. De acordo com A Coisa, as crianças ficam com um melhor sabor quando estão com medo. Então, quando Pennywise tortura psicologicamente as suas presas ele está na realidade "temperando" as suas vítimas.

A verdadeira forma de Pennywise

aranha it

Pennywise é o nome dado a manifestação de A Coisa em forma de palhaço. Essa é a sua transformação favorita, mas vale lembrar que ele tem o poder de personificar os maiores medos de suas vítimas, ou seja, pode assumir diferentes identidades.

Como vimos no livro e no filme, A Coisa já foi um leproso, um lobisomem, uma múmia, o Drácula, o Monstro de Frankenstein, um tubarão (do filme de Spielberg), etc.

Estamos lidando com uma criatura côsmica que veio de um lugar onde as formas são totalmente diferentes das que existem na Terra. O seu "corpo" original é tão perturbador para a mente humana que somos incapazes de assimilá-lo.

Assim, a imagem mais aproximada do que A Coisa verdadeiramente seria é representada como uma aranha muito bizarra.

Seu maior inimigo é uma tartaruga!

Maturin

O grande inimigo de A Coisa é uma tartaruga chamada de Maturin. Trata-se de uma entidade côsmica responsável pela criação de todas as coisas, enquanto que Pennywise é o "senhor" da destruição.

Tanto Maturin como A Coisa são criações de uma outra entidade superior, conhecida por O Outro. A história dessa tartaruga é melhor desenvolvida na série A Torre Negra que, como dissemos, se passa no Macroverso.

Em It, Maturin ajuda as crianças enquanto preparam o ritual de Chud, que supostamente seria capaz de derrotar (ou aprisionar) a "criatura da destruição".

King e as drogas

Quem começa a ler It: A Coisa não faz ideia de como a história caminha para uma bizarra viagem côsmica conforme vai chegando ao fim.

A explicação para esse espetáculo nonsense do autor foi dada por ele próprio. Em suas biografias King diz que durante uma fase da sua vida consumiu muitas drogas alucinógenas, principalmente enquanto escrevia.

As últimas página de It: A Coisa foram escritas sob influência dessas substâncias, explicando, assim, toda a "loucura" que resume a origem de Pennywise entre outros "detalhes".

Ele é Ela?

pennywise

Ao longo de toda a história acreditamos que A Coisa (Pennywise) é do gênero masculino. Porém, no livro descobrimos que a criatura botou vários ovos de onde sairiam os seus descendentes, responsáveis por destruir toda a humanidade.

Não significa que A Coisa seja do gênero feminino, muito menos masculino, mas sim um ser híbrido e extremamente complexo. Ao que tudo indica, a entidade da destruição é capaz de se auto-reproduzir, dependendo da necessidade.

A suposta relação entre Pennywise e Harry Potter

bicho papao

Muita gente associa a natureza de Pennywise (ou A Coisa) com uma das criaturas mais memoráveis da franquia Harry Potter: o bicho-papão.

A obra de J. K. Rowling conta que o bicho-papão é uma criatura metaforma, ou seja, capaz de mudar de forma, assumindo a imagem daquilo que as pessoas mais temem.

E, assim como A Coisa, o bicho-papão somente pode ser derrotado se a pessoa não tiver medo dele, pois o monstro se alimenta das fobias de suas vítimas.

Será o bicho-papão uma criatura côsmica que caiu no mundo mágico de Harry Potter, assim como Pennywise "despencou" em Derry? Muito improvável, mas convenhamos que as semelhanças entre ambos são bem interessantes, não concorda?

Quais são os poderes de Pennywise?

pennywise

A Coisa tem uma lista muito grande de poderes. Entre alguns dos que foram listados no livro e no filme, estão:

  • Telepatia;
  • Projeção astral;
  • Transformação (metamorfo);
  • Longevidade (praticamente eterno);
  • Regeneração;
  • Teletransporte;
  • Invisibilidade;
  • Super-velocidade;
  • Super-força;
  • Resistência sobre-humana;
  • Telecinese (capacidade de fazer as coisas levitarem);
  • Manipulação mental;
  • Manipulação da realidade, etc.

Quem leu o livro e viu ao filme notou várias diferenças entre os roteiros. A adaptação cinematográfica tentou "suavizar" algumas situações perturbadoras que a obra original apresenta.

Seguindo essa premissa, será que a segunda parte do longa (previsto para 2019) contará a origem do palhaço Parcimonioso? Se sim, será como na obra original de King ou veremos uma outra explicação para a sua existência?

Deixe nos comentários a sua opinião e o que espera do desfecho da história de Pennywise nos cinemas!