Black Mirror: Bandersnatch - Mas, afinal, o que é Bandersnatch?

Black Mirror: Bandersnatch foi disponibilizado hoje na Netflix e já está dando (muito!) o que falar. O principal motivo é o fato de o longa ser o primeiro conteúdo interativo adulto do serviço de streaming, o que significa que o espectador pode escolher os desdobramentos da trama enquanto assiste e chegar a diferentes finais.

O filme acompanha a história de um jovem programador que passa a questionar os limites entre o que é real ou não. Mas, afinal, o que é Bandersnatch?

O Bandersnatch de Lewis Carroll

bandersnatch
Bandersnatch no live-action Alice no País das Maravilhas

Um Bandersnatch é uma criatura ficcional criada por Lewis Carroll e apresentada em 1872, na obra Através do Espelho, e depois em 1874, no poema The Hunting of the Snark. Enquanto no livro a criatura pode ser encontrada depois do espelho; no poema, um grupo de aventureiros encontra a espécie após cruzar o oceano.

A descrição que Carroll dá do personagem, nas duas obras, é breve, apenas apontando que ele tem um longo pescoço e uma forte mandíbula, além de ser feroz e extraordinariamente rápido.

Já em adaptações de suas obras, a criatura ganhou uma nova imagem. No filme de 2010 de uma das mais famosas adaptações das obras de Carroll, Alice no País das Maravilhas, o Bandersnatch é um misto de bulldog, jaguar e urso, com longos pelos, pontos negros, um cauda comprida e dentes afiados.

O documentário do jogo Bandersnatch

Aqui, contudo, temos algo com maiores chances de ter sido a inspiração de Black Mirror: Bandersnatch! Em 1984 (mesmo ano em que se passa o filme), a British Company estava desenvolvendo um jogo com o título Bandersnatch, que chegou a ganhar o pôster abaixo.

bandersnatch

O jogo, porém, não chegou às lojas. Seus direitos foram vendidos e o game da British Company passou a se chamar Brataccas. Na época, foi produzido um documentário (acima) sobre o desenvolvimento do jogo.

As semelhanças do filme Black Mirror: Bandersnatch com o que é mostrado no documentário são inegáveis. Ambos trazem o que há por trás da rotina de criação de um game nos anos 1980, período em que o jogos estilo arcade faziam muito sucesso.

Enquanto o documentário traz os fatos por trás da tentativa de produção do game Bandersnatch, o novo filme Netflix acompanha a história de um jovem que apresenta a uma grande desenvolvedora de jogos um demo que criou: Bandersnatch.

No longa, o programador tem como base para sua criação o livro Bandersnatch, que é famoso por oferecer escolhas ao leitor, característica que ele traz para o game, em um intertexto com a interatividade que o serviço de streaming proporcionou com este evento Black Mirror.

Não há confirmações de que a franquia Black Mirror tenha se inspirado no documentário para a realização do longa, mas não será surpresa se a produção tiver sido pelo menos uma das inspirações para o novo sucesso da Netflix.

Black Mirror: Bandersnatch está disponível na Netflix.