15 séries incríveis para ver na Amazon Prime Vídeo em 2019

Em terra de streaming, quanto mais conteúdo exclusivo, mais chances de conquistar e fidelizar novos usuários. E é esse caminho que a Amazon Prime Video vem seguindo também.

O que pode ter começado como um streaming tímido (se comparado ao acervo gigantesco da Netflix hoje) rapidamente se transformou num catálogo de séries originais premiadas. E ali, fazendo companhia a elas, estão também outras aclamadas produções televisivas, de cujos direitos de transmissão a Amazon conseguiu exclusividade.

E esta lista é para você, que quer saber mais do que estamos falando. Confira 15 séries incríveis disponíveis apenas na Amazon Prime Vídeo em 2019.

1. The Boys

Baseada nas HQs de mesmo nome de Garth Ennis e Darick Robertson, The Boys aborda um mundo com super heróis de um modo mais real. Abuso de poder, comercialização dos super heróis, corrupção e falta de limites são alguns dos temas levantados.

A série se passa sob o ponto de vista de Hughie e Annie. Ele viu sua namorada ser morta acidentalmente por um super herói. Já Annie passou a vida sonhando fazer parte d'Os Sete (os maiores heróis do país), mas teve seu sonho completamente despedaçado ao conseguir entrar no grupo e passar por abusos dos mais diversos.

Desenvolvida por Eric Kripke, Evan Goldberg e Seth Rogen, esta série original Amazon estreou este ano no serviço de streaming e já tem segunda temporada confirmada.

2. This is Us

Venho por meio deste dizer: Assistam a This is Us! Atualmente em sua quarta temporada, This is Us pegou de surpresa os fãs de séries em geral. A produção chegou de mansinho, mas desde os primeiros episódios conquistou milhões de fãs por todo o mundo, esteve entre os assuntos mais comentados do Twitter e foi renovada para mais duas temporadas quando ainda estava em meio às gravações do primeiro ano.

E os motivos são claros. This is Us fala sobre família, abordando temas com os quais todos nós nos identificamos. Com personagens complexas e que vão fazer você lembrar da sua família e pensar na sua infância, a série é um abraço que vai te fazer rir e se emocionar em um mesmo episódio (às vezes em uma mesma cena!).

Não à toa, a produção já conquistou reconhecimentos como: Prêmio do Sindicato de Atores: Melhor Elenco de Série Dramática, Globo de Ouro de Melhor Ator em Série Dramática, People's Choice Award: Melhor Novo Drama de TV, Critics' Choice Television Award de Melhor Ator em Série Dramática, Prêmio GLAAD Media: Melhor Série Dramática, TCA Award - Melhor Programa Novo, entre outros.

3. Mr. Robot

Uma dessas séries de deixar o espectador grudado à tela, Mr. Robot nos apresenta a Elliot, interpretado por Rami Malek. Um engenheiro de segurança com fobia social, Elliot trabalha como técnico de segurança informática durante o dia, mas, na verdade, é um vigilante hacker capaz de destruir aqueles que estão no poder.

No Brasil, a série chegou a ser transmitida pelo canal fechado Space e pela emissora aberta RecordTV. Quando o assunto é plataforma de streaming, contudo, a transmissão no país é da Amazon Prime Video.

Ah, vale lembrar que Malek ganhou Emmy de Melhor Ator em Série Dramática e o Critics' Choice Television Award de Melhor Ator em Série Dramática por Mr. Robot. Além disso, o ator também deu vida a Freddie Mercury no filme Bohemian Rhapsody, trabalho pelo qual ganhou o Oscar de Melhor Ator, o Globo de Ouro, o Prêmio do Sindicato dos Atores, o BAFTA, entre outros reconhecimentos.

4. The Marvelous Mrs. Maisel

Três prêmios Globos de Ouro, cinco Primetime Emmy Awards e outras premiações são provas de que esta série original Amazon Prime Video veio para fazer história.

Criada por Amy Sherman-Palladino (Gilmore Girls, Bunheads), a série acompanha Miriam Midge Maisel, interpretada pela premiada Rachel Brosnahan. Em meio às normas sociais de uma Nova York dos anos 1950, Miriam se vê separada e enfrentando os machismos do dia a dia, enquanto tenta sustentar seus filhos. Uma nova carreira como comediante stand-up, contudo, vai transformar sua vida.

5. Good Omens

Baseada no romance Good Omens: The Nice and Accurate Prophecies of Agnes Nutter, Witch (1990) de Terry Pratchett e Neil Gaiman, essa série tem dado o que falar. A trama acompanha o anjo Aziraphale (Michael Sheen) e o demônio Crowley (David Tennant) em sua tentativa de impedir a vinda do anticristo e o Armagedon.

Com apenas seis episódios, a minissérie também contou com Gaiman como roteirista e showrunner. E o autor tem uma forte relação com o projeto. Após a morte de Pratchett, Gaiman se recusou a seguir trabalhando em uma possível adaptação de Good Omens na qual os dois autores investiam já há algum tempo.

Contudo, Pratchett deixou uma carta para o amigo, a ser enviada apenas após sua morte. Na mensagem, o escritor pedia para Gaiman continuar o projeto, e foi o que ele fez.

6. Transparent

Com certeza uma das melhores séries originais da Amazon Prime Video, Transparent acompanha a história de Mort, patriarca de uma família, que já na terceira idade se assume como transgênero para os três filhos adultos.

Em meio a esse contexto, os episódios mostram problemas familiares, debates sobre gênero, sexualidade, relacionamentos e comportamentos. E tudo com uma abordagem que mexe com o espectador, mas sem deixar de lado a leveza de cenas trabalhadas com comicidade e emoção.

Com personagens complexos, a série segue com excelente recepção do público e da crítica, e já garantiu para o streaming uma coleção de prêmios, entre eles dois Globos de Ouro e seis Emmys em diferentes categorias.

7. American Gods

Baseado no aclamado romance homônimo de Neil Gaiman, American Gods acompanha a história do humano Shadow Moon e da encarnação do deus Odin, que agora se identifica como Wednesday (Quarta-feira).

Após a fé dos homens nos deuses e entidades antigos diminuir, novos deuses que refletem as obsessões dos americanos começaram a se manisfestar, como mídia, celebridades, tecnologia e drogas. O objetivo de Shadow e Wednesday é reunir os antigos deuses para travar uma batalha contra os novos.

A série é transmitida nos Estados Unidos pelo canal Starz. A transmissão mundial, contudo, ficou exclusiva para a Amazon Prime Video.

8. Downton Abbey

Uma das séries mais aclamadas da televisão britânica, Downton Abbey acompanha a vida que se passa na casa que dá o nome ao programa. Lá, vemos o cotidiano da família nobre Crawley e de seus muitos criados, durante o reinado de Jorge V, início do século XX.

Em meio a temas familiares - como casamento, posição social, filhos e saúde -, a série ainda aborda acontecimentos históricos e seus impactos na sociedade da época. O naufrágio do Titanic, a Primeira Guerra Mundial, o crescimento da independência das mulheres e a Gripe Espanhola são exemplos.

O elenco da série inclui grandes nomes, como Maggie Smith, Hugh Bonneville, Elizabeth McGovern, Dan Stevens e Jim Carter. Entre os prêmios, estão quatro Emmys e um Globo de Ouro.

No Brasil, a série já foi transmitida pela Globosat HD e pela TV Cultura. Em termos de serviços de streaming, contudo, a exclusividade é da Amazon Prime Video.

9. Jack Ryan

Para quem curte séries de ação com temáticas políticas, Jack Ryan é uma ótima pedida. Produção original do streaming, o programa tem produção de nomes como Michael Bay e John Krasinsky. Krasinsky, inclusive, protagoniza a série, sendo o quinto ator a interpretar o personagem, já vivido por Alec Baldwin, Harrison Ford, Ben Affleck e Chris Pine.

A trama acompanha o analista da CIA Jack Ryan, que acaba sendo colocado em campo de batalha após descobrir informações sigilosas. A busca por respostas pela Europa e pelo Oriente Médio o coloca em meio a uma ameaça terrorista aos Estados Unidos.

Quatro meses antes da estreia da primeira temporada, a Amazon Prime Video encomendou a segunda temporada do programa, que segue com grande sucesso entre o público e a crítica.

10. The Office

Falando em John Krasinsky, o primeiro trabalho de destaque do ator e até hoje uma das séries de comédia mais queridas do público também é um conteúdo presente no streaming: The Office.

A versão americana da série de sucesso britânica deu destaque a nomes como Krasinsky, mas também contou com Steve Carell, Rainn Wilson, Jenna Fischer e B.J. Novak.

Em formato de pseudodocumentário, o programa acompanha o dia a dia de uma filial de uma empresa de papel, mostrando os bizarros e cômicos acontecimentos da rotina do escritório. Teve nove temporadas e prêmios como Globo de Ouro de Melhor Ator em série de Comédia para Steve Carell.

11. The Man in the High Castle

E se a Alemanha nazista e o Império Japonês tivessem vencido a Segunda Guerra Mundial? Com base na obra de Philip K. Dick, The Man in the High Castle mostra uma distopia de como seria um mundo no qual o Eixo, e não os Aliados, ganharam o conflito.

O mundo, 20 anos após a guerra, está dividido entre as potências alemã e japonesa, e conflitos de interesse começam a desenhar a Guerra Fria entre os dois países. Nesse contexto, a série ainda aborda realidades alternativas, e traz uma ambientação e uma fotografia que simulam a bizarra realidade de um jeito incrível.

12. Homecoming

Uma das mais recentes produções originais da Amazon Prime Video, Homecoming é estrelada pela brilhante Julia Roberts. A atriz vive a assistente social Heidi Bergman nesse thriller psicológico baseado no podcast de Eli Horowitz e Micah Bloomberg.

Heide trabalhou por muitos anos numa instituição que auxilia soldados a reingressarem na vida civil. Mas a série nos apresenta à personagem anos depois, quando ela começou uma nova vida como garçonete e parece ter dificuldades de lembrar o que aconteceu enquanto trabalhava no centro Homecoming.

É quando um auditor do Departamento de Defesa dos Estados Unidos questiona Heide sobre o motivo de ela ter deixado Homecoming, que a agente social começa a perceber que há mais por trás do verdadeiro propósito da instituição. A segunda temporada já está confirmada.

13. Fleabag

Essa série de televisão britânica merece ser maratonada ou apreciada vagarosamente, como o espectador preferir, o importante é colocá-la na sua lista. Phoebe Waller-Bridge - que criou, produz e estrela a série - brilha ao retratar os cômicos acontecimentos do cotidiano da jovem Fleabag.

Além de Waller-Bridge, o elenco conta com Sian Clifford, Olivia Colman, Bill Paterson, Brett Gelman e outras estrelas. Ah, parte da comicidade da série está no fato de ela "quebrar a quarta parede". Ou seja, a protagonista conversa com o espectador fazendo contato visual com a câmera, deixando tudo mais pessoal (o que nos faz, inevitavelmente lembrar da maravilhosa série britânica Miranda).

Fleabag teve não apenas uma excelente recepção do público, mas também uma excepcional recepção da crítica. No Rotten Tomatoes, a série teve 100% de aprovação. No Metacritic, a segunda temporada já conta com nota 96 de 100 pontos.

14. Community

Quando um bem sucedido advogado volta à faculdade após seu diploma ser considerado inválido, ele vai conhecer um grupo de estudantes para lá de excêntrico, mas com quem vai aprender verdadeiras lições de vida em meio a momentos para lá de cômicos.

A série conta com nomes de peso, como Donald Glover, Joel McHale, Alison Brie, Yvette Nicole Brown e Chevy Chase. Já entre os produtores executivos estão os Irmãos Anthony e Joe Russo, mais conhecidos pela direção de filmes como Capitão América: Soldado Invernal, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato.

No Brasil, a série já foi exibida pelos canais fechados Sony e Comedy Central. No que condiz a serviço de streaming, a Amazon Prime Video tem exclusividade sobre o programa.

15. Modern Love

Com estreia marcada para o dia 18 de outubro deste ano, Modern Love é uma produção original Amazon Prime Video que vai trazer diferentes histórias de amor em formato de antologia.

A série tem como base uma coluna semanal publicada no jornal The New York Times. E sua proposta é explorar "o amor em sua multitude de formas - incluindo sexual, romântica, familiar, platônica e amor próprio."

O elenco por si só já nos vende a série. Anne Hathaway, Tina Fey, Dev Patel, Andy García, John Slattery, Catherine Keener, Cristin Milioti e Olivia Cooke são alguns dos nomes.

------------------

Mais alguma sugestão que deixamos passar?