Nintendo Labo: entenda a proposta e a polêmica da novidade

Quando pensamos em qual será a próxima novidade de uma das maiores empresas de games e consoles do mundo, as mais avançadas formas de tecnologia passam por nossa mente. Contudo, a proposta do Nintendo Labo, recém anunciado pela companhia, foi na contramão dessa tendência e buscou proporcionar um regresso ao mundo lúdico mais manual e experimental.

Como a gigante nipônica fez isso? Por meio dos chamados Toy-Con. Brinquedos de papelão que o usuário deve montar para interagir com os games.

Os Toy-Con

"Cria, joga, descobre". É esse o convite que o Nintendo Labo faz ao usuário. Por meio de dobras e encaixes de cartões modulares de papelão, o gamer pode construir diferentes objetos, como um piano, uma casa, uma mochila, um robô, entre outros. São os chamados Toy-Con, onde o usuário poderá encaixar o Nintendo Switch

Cada kit vem com um conjunto de cartões com peças destacáveis e um jogo Switch, que traz instruções gráficas detalhadas para a construção dos objetos. São muitos os acessórios que podem ser construídos e customizados pelo próprio usuário, e há diferentes níveis de complexidade entre os kits.

A ideia é proporcionar uma experiência interativa, que vá além da realidade virtual e envolva o gamer na construção do jogo. Um momento de interação familiar para a montagem dos kits também seria um grande ganho se comparado com o isolamento que alguns jogos virtuais podem proporcionar. Além disso, o trabalho da habilidade manual é inquestionável na atividade, algo também inovador para o mundo dos games.

Durante a apresentação do Nintendo Labo, o presidente da Nintendo of Europe, Satoru Shibata afirmou que:

"O Nintendo Labo convida todos os que tenham uma mente criativa e um espírito divertido a criar, jogar e descobrir novas formas de interagir com o Nintendo Switch. Estou desejoso de ver famílias se divertindo criando os kits, com grandes sorrisos nos rostos."

Como assim, Nintendo?

Nintendo Labo

A novidade, entretanto, tem obtido opiniões diversas. Se para alguns os Toy-Con são revolucionários, para outros a escolha do material não colabora para a vida útil do produto e não justifica o preço (os primeiros kits chegarão aos Estados Unidos com valores entre US$69,99 e US$79,99). 

Quem já testou e construiu os brinquedos destaca, entretanto, que a complexidade e a solidez do produto final é algo a se admirar. Além disso, o produto é, inicialmente, voltado para crianças o que teria motivado a escolha do material, por ser fácil de manejar e personalizar. 

O preço, por sua vez, pode ser menos salgado do que parece. O Variety Kit, por exemplo, que será vendido nos Estados Unidos por US$69,99, inclui ao todo cinco jogos e cinco Toy-Con: o carro, a vara de pesca, a casa, a moto e o piano.

O Nintendo Labo estará disponível nos Estados Unidos a partir do dia 20 de abril. Não se sabe ainda, porém, a data de chegada ao Brasil e o preço que terá no país.