Aggretsuko: 5 Motivos para você assistir ao anime na Netflix!

Aggretsuko é um perfeito exemplo de como não devemos julgar um livro pela capa. 

Quem espera por um desenho de bichinhos fofinhos para assistir com as crianças, vai ficar bastante surpreso com o conteúdo desse anime. Aggretsuko, definitivamente, não foi feito para quem tem menos de 20 anos de idade!

A série é de autoria da Sanrio, empresa responsável pela criação da icônica Hello Kitty, o que ajuda a explicar o ar carismático do desenho. Mas o anime é tudo, menos infantil! 

Essa pérola está disponível na Netflix em 10 deliciosos episódios de 15 minutos cada. Se você ainda não assistiu, confira alguns motivos para te convencer a investir o seu tempo em Aggretsuko:

1. Retsuko é gente como a gente

retsuko_aggretsuko

Retsuko é a protagonista da série. Uma jovem panda vermelha de 25 anos que trabalha no setor de contabilidade de uma grande empresa em Tóquio.

Assim como muitas pessoas, a jovem sofre todas as manhãs para levantar da cama e ter que encarar a sua rotina estressante. Desde pegar transportes públicos lotados, ter que aturar colegas de trabalho fofoqueiros, até conviver diariamente com um chefe abusivo e machista. 

Não apenas no ambiente de trabalho conseguimos nos identificar com Retsuko, mas também com seus pequenos dilemas diários, como a vendedora insistente na loja de roupas, a indecisão sobre o valor ideal para dar de presente de casamento, as desilusões amorosas, etc.

2. Representação do machismo e trabalho abusivo

ton_aggretsuko

Entre todos os problemas que Retsuko têm na sua vida, Ton é o pior deles. O chefe da jovem é (literalmente) um porco machista, misógino e agressivo que faz dos dias da jovem um verdadeiro inferno no trabalho.

Ton é a representação do assédio moral no trabalho (que também está presente na personalidade de outros personagens), um tema sério e polêmico que é exemplificado no anime de um modo bastante claro.

Mas, ao longo dos episódios, percebemos que mesmo esse "porco chauvinista" tem o seu próprio ecossistema de problemas pessoais. Ton também vive os seus conflitos, desafios e frustrações, assim como todos os outros personagens. 

Mas, obviamente, isso não é desculpa para a atitude extremamente incorreta que mantém com os seus funcionários, em especial com Retsuko. Fica claro em vários momentos que ele despreza a jovem pelo simples fato dela ser mulher.

3. Colegas de trabalho que todos já encontramos

colegas de trabalho_aggretsuko

Ton não é a única dor de cabeça de Retsuko na empresa. Os seus colegas de trabalho são representações dos diversos tipos de pessoas tóxicas que esbarramos uma hora ou outra na vida. 

Kabae, por exemplo, é a hipopótamo rosa que adora espalhar fofocas; Tsunoda é uma gazela que passa o dia puxando o saco do chefe; Tsubone é a cobra que tem um prazer enorme em ver Retsuko sofrer no trabalho; etc. 

No entanto, um dos personagens mais interessantes de acompanhar é Haida, a hiena que tem um forte crush por Retsuko. É muito legal ver a maturidade e sensibilidade que ele tem ao lidar com o seu principal "problema". 

Conforme vamos consumindo os episódios, percebemos que todos têm os seus dilemas, inclusive aquelas pessoas que aparentemente são "perfeitas". Um exemplo disso é o caso de Gori e Washimi, funcionárias de alto cargo na empresa e que se mostram grandes amigas de Retsuko.

4. Death Metal é a sua salvação (e paixão)

death metal_aggretsuko

Depois de um dia estressante de trabalho, de abusos por todos os lados e sem perspectiva de crescimento na empresa, muitas pessoas buscas o yoga, meditação ou mesmo dormir. Mas Retsuko tem um jeito bastante peculiar de se livrar do estresse.

A jovem descarrega toda a sua raiva e frustração no Death Metal, o seu gênero musical favorito! Todas as noites a pandinha aluga uma sala no karaokê (costume comum no Japão) e solta tudo aquilo que estava preso na sua garganta através de gritos frenéticos (como uma boa metaleira).

Mas, em momentos de desespero, Retsuko tem sempre um microfone guardado em sua bolsa, pronta para usar o Death Metal em qualquer lugar (como o banheiro do escritório, por exemplo).

5. As lições que aprendemos depois dos 20

aggretsuko

A maioria de nós entra no mercado de trabalho (por volta dos 20 anos) cheios com os maiores sonhos do mundo. No entanto, ao longo do tempo percebemos que o caminho para o sucesso é muito duro e que, provavelmente, teremos que levantar de muitos tombos até conseguir conquistar o sonhado "lugar ao sol".

Essencialmente, esta é a história em Aggretsuko: a vida é dura e é assim para todos, você não pode desistir dela. Precisa encarar a situação de frente e superá-la. 

Pode parecer muito pessimista expor as coisas desta forma, mas no fim das contas é isso o que absorvemos depois do décimo episódio do anime.

Retsuko tenta achar a saída para seus problemas de várias formas (sonhando em trabalhar com sua amiga ou casando para ter que sair da empresa), mas acaba por ser jogada de volta a sua realidade. 

É interessante como conseguimos nos identificar com os problemas do cotidiano em Aggretsuko, que mostra a realidade de pessoas que vivem do outro lado do mundo! É uma prova de que todos nós, não importa de onde somos, em determinada altura da vida enfrentaremos os mesmos dilemas. 

Aggretsuko é um anime sobre os dilemas reais e rotineiros da vida de um jovem adulto, e que você definitivamente não deve julgar pela capa.

Confira o trailer:

Mas se você já assistiu Aggretsuko, deixe a sua opinião sobre a série nos comentários. Você se identificou com Retsuko ou outro personagem do anime? O que espera da segunda temporada? 😁