Robin Hood vai voltar para Once Upon A Time!

A Entertainment Weekly revelou, com exclusividade, que Robin Hood vai marcar presença na temporada atual de Once Upon A Time!

Mas ele vai voltar dos mortos?

Robin Hood e Regina

Infelizmente não. Vamos todos fazer uma pausa para lembrar o quão devastador isso é para Regina. Hades fez questão de arruinar a segunda oportunidade que Regina teve de amar alguém.

Os produtores Adam Horowitz e Edward Kitsis anunciaram hoje que o ator Sean Maguire (Robin Hood) vai voltar a aparecer na série:

“Estamos entusiasmados em ter Sean de volta para este arco narrativo da história. E estamos empolgados para que o público veja o que planejamos, o que, na sequência da morte devastadora de seu personagem, é algo que esperamos ser inesperado e surpreendente.”

Mas se Robin Hood continua morto, como ele pode aparecer na série? Supostamente o Cristal Olímpico tinha destruído ele de uma vez por todas.

Hades, o grande mentiroso?

Hades

Na temporada passada, Hades afirmou que, quando usado para matar alguém, o Cristal Olímpico destruía a entrada no Submundo e na vida após a morte para a vítima.

Mas será que Hades estaria mentindo? As primeiras pistas para essa dúvida surgiram quando Horowitz e Kitsis disseram na Comic-Con que isso seria colocado em causa, e que vários personagens iriam questionar a veracidade das palavras de Hades.

O que essa temporada vai significar para Regina

Regina

Ainda em conversa com o EW, os produtores falaram um pouco sobre o caminho que Regina vai percorrer nos próximos tempos:

“Nós não vamos para o Submundo esse ano, então eu posso dizer que muito desta temporada vai ser sobre a Regina lidando com a perda e tentando seguir em frente. Acho que Regina tem a sorte mais injusta de todos, mas isso é o que faz com que ela seja Regina.”

Mas ele descansou os fãs quanto a possíveis novos interesses amorosos:

“Para adiantar, não queremos falar em apaixonar-se por alguém brevemente. Isso não é realista para nós. Esse era alguém que ela amou, alguém que ela perdeu. Nós esperamos lidar com essa dor e as consequências de uma forma realista.”